Como saber se temos parasitoses intestinais? - Melhor Com Saúde

Como saber se temos parasitoses intestinais?

Para eliminar os parasitas intestinais devemos priorizar o consumo de alho, sementes de abóbora e papaia e infusões. Além disso, evitaremos o consumo de açúcar, álcool, laticínios e carboidratos.

As parasitoses intestinais são, infelizmente, um problema de saúde que afeta a maioria das pessoas e em qualquer idade, embora na infância sejam mais comuns; e o principal problema é que os sintomas que ocasionam não ajudam a detectá-las facilmente, pois podem ser confundidas com outras questões: cansaço, ansiedade, nervosismo, problemas digestivos, dor de cabeça, problemas de peso etc.

Neste artigo explicaremos como podemos saber se temos parasitoses e o que devemos fazer para preveni-las e combatê-las com a alimentação e alguns remédios naturais.

As parasitoses intestinais

Os parasitas são organismos que se instalam em nosso organismo e vivem alimentando-se de nossas células e do alimentos que ingerimos. Tanto os parasitas quanto os fungos ou as bactérias excedem em nosso corpo, e se estamos saudáveis eles vivem em equilíbrio com o nosso organismo, aportando-nos benefícios. O problema aparece quando há um desequilíbrio que altera nossos níveis de pH, enzimas ou flora intestinal e então estes se tornam patógenos e agressivos, e começam a originar todo tipo de doenças.

Por isso, convém manter equilibrado nosso organismo através de uma boa alimentação e alguns bons hábitos, usando quando necessário alguns suplementos naturais, para preveni-los e combatê-los.

Não existe um único tipo de parasita. O mais conhecido é a Candida, mas também há outros tipos comuns como as lamblíases, tênias e áscaris. 

Como saber se temos parasitoses?

Os sintomas mais habituais são os seguintes:

  • Transtornos de apetite (excesso ou falta de fome sem motivo aparente)
  • Olhos inchados
  • Ansiedade e nervosismo
  • Coceiras na ponta do nariz, nos olhos e na região anal.
  • Pupilas dilatadas
  • Transtornos intestinais (prisão de ventre, diarreia)
  • Insônia sem motivo aparente
  • Cansaço
  • Dor de cabeça

Mesmo que estes sintomas possam ocorrer por outros motivos, se os apresentamos recorrentemente e durante vários dias ou semanas, recomendamos avaliar a possibilidade de realizar um tratamento.

As crianças são, geralmente, afetadas e é ainda mais difícil detectar. É importante observar, sobretudo, se esfregam a ponta do nariz ou a região anal e se é notado um comportamento mais nervoso sem que haja uma causa aparente.

Se, além disso, você tem animais de estimação em casa, deve-se aplicar remédios contra os parasitas todo mês, já que com o contato direto é mais fácil que nos transmitam os parasitas que eles têm com frequência.

A alimentação é fundamental

A alimentação que se deve seguir para eliminar os parasitas tem que ser estrita, já que os parasitas se alimentam de determinados alimentos. Será fundamental evitar totalmente:

  • O açúcar e os alimentos açucarados
  • O álcool
  • O leite e derivados lácteos

azucar-judy

Além disso, é importante reduzir o consumo de hidratos de carbono refinados (arroz branco, massas, produtos de confeitaria etc.)

Em troca, será necessário incluir na dieta alguns alimentos fundamentais:

  • O alho, um excelente antiparasitário. Deve-se consumi-lo cru e diariamente. Se existe há dificuldade para digeri-lo, pode-se preparar uma pasta para ser consumido com uma torrada ou, ainda, comprá-lo em cápsulas ou comprimidos.
  • As sementes de abóbora também são um grande remédio para combater os parasitas. Deve-se comer diariamente ao menos 30 sementes de abóbora cruas. Pode-se moê-las e misturar com os alimentos de sua preferência.
  • As sementes de mamão. Pode-se preparar uma batida de mamão adicionando também suas sementes, água e um pouco de stevia para adoçar. Prefira consumir essa bebida pela manhã em jejum.

Além disso, durante o dia, entre as refeições, consumir infusões de tomilho, orégano e camomila, uma combinação que ajuda a aumentar a defesa e matar os parasitas.

semillas-de-calabaza-Food-Thinkers

 

O cuidado com o intestino

A melhor prevenção é ter um intestino que funcione corretamente, evitando, sobretudo, as diarreias recorrentes ou, ainda, a prisão de ventre com suplementos naturais e uma boa alimentação rica em frutas e verduras frescas.

  • Ao apresentar prisão de ventre, pode-se consumir sementes de linhaça, ameixas, e beber muita água ao longo do dia.
  • Ao apresentar diarreias, pode-se consumir alimentos adstringentes como o arroz branco (ou o caldo de seu cozimento), chá verde ou um suplemento de carvão vegetal.

arroz-blanco-Alicakes

Por outro lado, as parasitoses intestinais alteram a flora intestinal e costumam proliferar quando ela não está equilibrada. Por isso, é conveniente consumir probióticos para repor a flora intestinal e prevenir e combater os parasitas.

Podemos comprá-los em farmácias e tomar por algum período. Sempre com a orientação de um médico.

Imagens cortesia de judy, food thinkers e Alicakes.