Compradores compulsivos, do que querem escapar?

Os compradores compulsivos tentam tampar uma carência interna gastando dinheiro e adquirindo roupas e objetos que não precisam. O problema é que esse vazio interior nunca desaparece

Os compradores compulsivos são pessoas que se lançam nas compras, muitas delas desnecessárias, sem chegar a usá-las nem ter lugar para guardá-las.

Deste modo, vão acumulando em casa diversos objetos e utensílios que deixam abandonados, já que a satisfação provém do instante na qual se compra, não do que fará com o adquirido depois.

Podemos pensar que os compradores compulsivos são imaturos e não sabem administrar bem seu dinheiro.

No entanto, a verdade é que sob este ato que muitas vezes vemos com maus olhos, pode estar alguém que sofre muito.

O sofrimento encoberto dos compradores compulsivos

Compradora compulsiva escondendo as compras

Os compradores compulsivos compram para se distrair. Para preencher sua vida, na qual sentem um vazio terrível, ou para fugir de uma situação na qual se sentem presos.

  • É um ato que seguem compulsivamente, sem pensar muito e provocando sentimentos de culpa que chegará depois. Os compradores compulsivos sabem que comprar desta forma não os leva a lugar nenhum.
  • Muitos inclusive são conscientes de que lhes acontece algo quando vem uma quantidade de coisas inúteis ao seu redor e o dinheiro escasso em seus bolsos.

Em certos casos, esta será uma etapa que passará e ficará no esquecimento. No entanto, há situações que perduram com o tempo e que camuflam um sofrimento que não está sendo resolvido.

O que os compradores compulsivos deveriam fazer? Se não forem capazes ou não quiserem pedir ajuda de um profissional, devem buscar em seu interior.

Descobrir o que os levou a adotar esta atitude e solucioná-lo. O grande problema é que olhar para o que dói magoa, e muito.

Por isso, sempre tentam fugir disso, neste caso, mediante as compras.

Você é um comprador compulsivo?

Compradora compulsiva pensando nas compras que irá fazer

Talvez você esteja se perguntando se alguma vez já foi um comprador compulsivo ou se alguém ao seu redor sofre com este transtorno impulsivo.

Se sim, aqui deixamos algumas características nas pessoas que possam caracterizar um comprador compulsivo.

1. Compram o que jamais vão usar

Como já mencionamos, os compradores compulsivos costumam comprar muitas coisas que na verdade não precisam. Por isso que o normal é que fiquem esquecidas e nunca cheguem a ser usadas.

A sociedade de consumo na qual vivemos mediante anúncios, últimos modelos e publicidade que nos fazem desejar, provoca que os compradores compulsivos comprem mais facilmente.

2. O gasto de dinheiro causa uma ruína

Assim como uma pessoa viciada em jogos começa a gastar seu dinheiro até chegar a se endividar, o mesmo ocorre com os compradores compulsivos.

Na verdade, é um perigo que tenham entre suas mãos um cartão de crédito. Podem entrar em dívidas com o banco que depois não podem pagar.

3. As ofertas são estímulos

Compradora compulsiva feliz pelas compras que fez

Da mesma forma que os anúncios movem o comprador compulsivo para as compras, também as ofertas são um perigo, já que chegam a gastar grandes quantidades de dinheiro.

A economia que estas geram não é tanto quando são adquiridas muitas roupas, acessórios e outros objetos que farão com que o preço final suba muito, mais do que podem gastar.

Os compradores compulsivos, longe do que possa parecer, têm uma baixa autoestima. Inclusive, em certos casos, podem estar sofrendo depressão.

Por isso, é muito importante não passar por alto pelos indícios que podem mostrar este transtorno que é quase um comportamento autodestrutivo.

O comprador compulsivo goza da compra, mas por trás dela sua autoestima se vê muito baixa. Sabe o que fez, o dinheiro em sua conta reduz. No entanto, este é um comportamento impulsivo que não pode evitar.

Estes atos tentam encobrir uma dor muito profunda que tem que ser tratada de frente. Mesmo que doa, mesmo que custe, é necessário não virar as costas.

Tudo o que nos faz sofrer seguirá ali mesmo que fechemos os olhos para não ver.

Recomendados para você