Conselhos para evitar o surgimento de fungos vaginais

Conselhos para evitar o surgimento de fungos vaginais

Para evitar a proliferação de fungos vaginais na região íntima, é importante manter uma dieta saudável e equilibrada para evitar a alteração da flora vaginal, assim como manter uma higiene correta.
Como evitar os fungos vaginais

Ao longo da vida, a maioria das mulheres desenvolve diferentes transtornos, doenças e condições que podem aparecer como produto das alterações hormonais que ocorrem desde a puberdade até chegarmos à menopausa.

Sabendo isso, é normal que muitas sintam uma certa preocupação, em especial por tudo que tem a ver com a saúde íntima, que costuma ser uma das mais afetadas.

Um dos transtornos femininos mais comuns e frequentes são as infecções causadas por fungos. Trata-se de uma doença bastante incômoda e, em algumas ocasiões, dolorosa, que se desenvolve como resultado da ação da Cândida albicans.

A vagina, assim como a boca e o sistema digestivo, tem um ambiente úmido no qual habitam fungos deste tipo. Estima-se que entre 20% e 50% das mulheres saudáveis tenham estes fungos presentes em seu organismo, sendo prejudiciais apenas quando algo faz com que eles se proliferem em grandes quantidades.

Quais são as causas das infecções por fungos?

As infecções por fungos surgem quando há um crescimento excessivo das leveduras. Isso costuma ocorrer quando há algum tipo de alteração na flora vaginal, a qual desempenha um papel fundamental ao atuar como uma barreira protetora.

O desequilíbrio da flora pode ser provocado por:

  • Consumo excessivo de antibióticos
  • O sobrepeso e a obesidade
  • As mudanças hormonais
  • A diabetes
  • Doenças sexualmente transmissíveis (DSTs)
  • Os esteroides
  • O uso de roupas íntimas muito justas e feitas de materiais como o nylon e a lycra, que prendem a umidade e o calor.
  • Higiene vaginal excessiva ou inadequada
  • Uso de sabonetes ou desodorantes vaginais
  • Absorventes externos e internos

Quais são os sintomas de uma infecção por fungos vaginais?

Sintomas dos fungos vaginais

Uma infecção por fungos pode ser detectada facilmente pelo surgimento de alguns sintomas incômodos que vão aumentando de maneira gradual. Eles incluem:

  • Secreção vaginal espessa, branca, semelhante a uma coalhada.
  • Odor leve de pão ou levedura
  • Coceira e ardor vaginal
  • Irritação e vermelhidão
  • Dor ao urinar ou manter relações sexuais

Conselhos para prevenir os fungos vaginais

Ainda que os fungos vaginais possam ser tratados com medicamentos e alguns remédios naturais, a melhor medida que podemos tomar é adotar alguns hábitos simples para evitar o seu surgimento frequente.

Os seguintes conselhos ajudarão a evitar a alteração da flora vaginal para prevenir o crescimento das leveduras e outros micro-organismos que geram a infecção.

Alimentação saudável

Alimentação para prevenir fungos vaginais

Uma alimentação balanceada a rica em nutrientes contribui para fortalecer o sistema imunológico para conseguir um corpo mais resistente contra o ataque dos fungos e bactérias.

Para este caso específico, os alimentos que mais são aconselhados incluem:

  • Ovos
  • Cereais integrais
  • Leguminosas
  • Frutos secos
  • Gorduras saudáveis
  • Fígado
  • Abóbora
  • Vegetais de folhas verdes
  • Frutas cítricas

Boa higiene íntima

Higiene da região íntima

A higiene da região íntima é determinante no equilíbrio da flora vaginal. Se ela for realizada de forma exagerada ou inadequada, pode causar uma forte alteração que diminui a sua capacidade protetora.

Também, é recomendável evitar o excesso de umidade, já que os micro-organismos se proliferam com mais facilidade neste tipo de ambiente.

Evitar os antibióticos

O consumo exagerado de antibióticos convencionais destrói as bactérias boas e altera o pH natural da vagina e o organismo em geral.

No caso de ter que consumi-los, é bom prestar atenção a seus efeitos colaterais e também procurar outras alternativas, como os de origem vegetal.

Consumir mais probióticos

Probióticos do iogurte

Os probióticos são organismos microbianos que estão presentes no sistema digestivo e na vagina. A sua presença em alguns alimentos é uma boa forma de oferecê-los ao organismo quando existe algum tipo de desequilíbrio na flora natural.

Conhecidos como “bactérias saudáveis”, eles ajudam a deter o crescimento de organismos danosos, como é o caso dos fungos e das bactérias.

Este tipo de probióticos pode ser ingerido por meio de suplementos ou alimentos de origem natural como o iogurte e os laticínios fermentados.

Cuidado com as roupas

As roupas e tecidos fabricados com materiais sintéticos ou que são justas demais podem criar um ambiente quente e úmido, ideal para o crescimento das bactérias e fungos. O melhor é escolher as roupas de algodão, de preferência com algum tipo de ventilação e tecido respirável.