Como controlar o apetite em excesso de forma natural? - Melhor com saúde

Como controlar o apetite em excesso de forma natural?

Devemos saber que é diferente ter fome e vontade de comer, já que o segundo pode ser provocado por questões emocionais. Podemos recorrer a terapias alternativas para solucioná-las.

Existem aqueles dias, semanas ou épocas do ano em que de repente, sem motivo aparente, notamos sentir mais fome e que nos custa mais sacia-la.

Além disso, estamos acima do peso, o apetite em excesso pode ser uma verdadeira causa de angustia.

Porém, existem remédios naturais para controlar esse problema, o que não descarta a importância de descobrirmos sua causa, já que muitas vezes o corpo nos cobra algo de que necessita e que não estamos oferecendo-o.

Primeiramente temos que observar se o que temos é fome ou vontade de comer, já que o segundo caso pode ser provocado por questões emocionais.

Neste caso, podemos consumir Florais de Bach, que nos ajudarão a melhorar emocionalmente e consequentemente evitarmos a necessidade de preencher esse tipo de “vazio” com comida.

Os Florais de Bach possuem um nome específico de acordo com suas propriedades, para esse tipo de problema os mais indicados são:

– Agrimony: nos ajudará quando apresentarmos algum problemas que não somos capazes de exteriorizar;

– Wild oat: para quando comemos por motivos de insatisfação;

– Heather: para quando comemos muito e com avidez por motivos de sentimento de solidão;

– Cherry Plum: nos ajuda quando comemos de maneira descontrolada.

Os oligoelementos também podem ser muito úteis, já que são substâncias químicas encontradas em pequenas quantidades em nosso organismo, e que servem para interferir em nosso metabolismo.

Uma receita muito eficaz para o excesso de apetite é preparar uma mistura de sementes de linho, farelo de trigo e da planta psyllium moídas. O ideal é consumir uma ou duas colheres de sopa da mistura em um copo d’água, 10 a 15 minutos antes de cada refeição.

Além disso, esta mistura nos ajudará em casos de prisão de ventre.

Em alguns casos, sobretudo quando o que o corpo nos pede são doces, pode estar ocorrendo alguma disfunção no metabolismo da glicose.

Neste caso recomenda-se consumir alimentos integrais, realizar várias refeições ao dia, beber muita água e tomar habitualmente infusões de canela e Stevia. Também deve-se considerar consumir o oligoelemento cromo.

Em oposição, quando o corpo nos pede algo salgado pode estar ocorrendo um excesso de fadiga no corpo ou um desequilíbrio dos sais. Neste caso, é recomendado praticar exercícios, beber muita água e consumir Natrium Chloratum (sal de Schüssler).

A homeopatia também pode ser útil neste caso, principalmente porque não costuma apresentar contraindicações nem efeitos secundários:

– Anacardium orientale: para frear o apetite feroz.

– Thuya: para o descontrole nas refeições. Também ajuda em casos de celulite e retenção de líquidos.

– Antimonium crudum: relaciona as refeições ao afeto, problemas amorosos e descontrole emocional.

– Staphysaria: como comemos para afogar as mágoas. Ocorre uma desordem na alimentação, perdemos a noção de quantidade e qualidade do que comemos.

Devemos considerar que o hipotálamo (uma parte do cérebro) é o regulador do apetite, por isso, terapias como acupuntura, que destaca os diferentes órgãos que intervêm no aumento do apetite podem ser de grande ajuda.

excesso-apetite.1

(Foto: Judy Baxter / Flickr)

É recomendado sempre consultarmos um homeopata em caso de optarmos por esse tipo de tratamento, para que o mesmo nos dê um diagnóstico de acordo com seu ponto de vista, já que alguns dos remédios que citamos podem interagir com outros medicamentos e causarem alguns transtornos.