O que o corrimento vaginal pode dizer sobre a sua saúde

O que o corrimento vaginal pode dizer sobre a sua saúde

Um corrimento vaginal normal é cristalino e sua textura é similar à de uma clara de ovo. Se ele apresentar variações, é provável que tenhamos uma infecção e é preciso consultar um especialista.
corrimento

O corrimento vaginal faz parte da intimidade feminina, pois ainda que ele possa ser incômodo em algumas ocasiões, ele cumpre funções muito importantes como limpar e umedecer a vagina, além de criar uma barreira protetora para combater e prevenir diferentes tipos de infecções.

É normal que a quantidade, cor e textura do corrimento varie de mulher para mulher, pois tudo depende de suas alterações hormonais e da maneira como trabalham as suas glândulas vaginais e o colo do útero para transportar este líquido até o exterior.

Como mulheres, é muito importante saber que a presença do corrimento nem sempre indica uma infecção e é algo muito normal do qual não precisamos sentir vergonha.

No entanto, também é importante ter em mente que, em ocasiões, ele pode apresentar algumas alterações e mudanças que podem indicar um problema.

Quais são as mudanças do corrimento vaginal aos quais devemos ficar atentos?

A maioria das mudanças produzidas no corrimento vaginal são um indício de infecção por fungos, vírus ou bactérias, ou algum tipo de doença sexualmente transmissível. Quando estas mudanças começam a se apresentar, em geral, elas vêm acompanhadas de outros sintomas que podem nos alertar sobre o problema.

Apesar disso, é importante saber quais são as alterações nas quais devemos ficar de olho, para tratar a infecção ou doença de maneira rápida.

Geralmente, um corrimento vaginal é considerado anormal quando:

  • Tem alterações no odor (em especial se for desagradável)
  • Tem a cor alterada (em especial se ficar esverdeado, cinza ou parecido com um pus)
  • Apresenta mudanças na textura (espumoso ou semelhante ao requeijão)
  • Provoca coceira, ardor, inchaço ou vermelhidão vaginal.
  • Há um sangramento vaginal que não corresponde ao período menstrual.

Para ter uma ideia mais clara do problema de saúde que cada tipo de corrimento vaginal pode estar indicando, a seguir iremos mencionar de maneira mais específica as mudanças que podemos perceber e que tipo de doenças elas podem indicar dependendo da sua cor e demais sintomas.

Alterações naturais

infeccoes-vaginais

Na primeira etapa do ciclo menstrual, logo antes de ovular, o corrimento vaginal é cristalino e a sua textura é similar à da clara de um ovo. A presença deste tipo de corrimento indica que a etapa da fertilidade está em seu ponto mais alto.

Antes da menstruação, segunda etapa do ciclo, o corrimento fica mais espesso, menos abundante e mais pegajoso.

De cor branca

Se a cor do corrimento mudou para uma tonalidade branca espessa, similar à de um leite coalhado, é muito provável que se esteja sofrendo de uma infecção por fungos causada pela cândida.

Este tipo de alteração costuma vir acompanhada de coceira vaginal frequente, e o corrimento acaba grudando nas paredes vaginais.

Ainda que esta infecção possa ocorrer em qualquer momento do ciclo, ela costuma aumentar durante o período pré-menstrual.

De cor amarelada

abdomen-inchado

Este tipo de corrimento é provocado por parasitas intestinais, sendo mais comuns os trichomonas, que podem ser adquiridos por transmissão sexual.

A infecção provoca um corrimento que varia de um tom amarelado a um tom esverdeado, além de surgir acompanhado de um odor forte, coceira vaginal e dor ao urinar.

O problema costuma atacar mais nos dias posteriores à menstruação, fazendo com que a vagina se irrite e doa. Além disso, é provável que o sexo também provoque dor.

De cor acinzentada

Produzido por um tipo de infecção bacteriana que, em geral, é atribuída a uma bactéria chamada de gardnerella, que se transmite sexualmente.

Este corrimento se caracteriza por um forte odor fétido, similar ao de um peixe, além de ser espesso e abundante.

A gardnerella, que está associada a outras bactérias chamadas anaeróbias, provoca o que para muitos especialistas é uma catástrofe ecológica na vagina, que requer um tratamento imediato para acabar com elas.

Para lembrar-se!

Tenha em mente que este tipo de alteração é muito importante, especialmente se você mantém uma vida sexual ativa.

As mudanças no corrimento vaginal podem ser um sintoma claro de uma doença sexualmente transmissível (DST), que deve ser tratada imediatamente para que não se transforme em um problema maior.

No entanto, não devemos tirar conclusões somente através da observação, já que elas também podem ocorrer por outros motivos. O importante é ficar atenta a todas as alterações que podem surgir, para saber quando é imprescindível consultar um médico.