Cuide dos dentes com produtos 100% naturais

Cuide dos dentes com produtos 100% naturais

As pastas de dentes, os branqueadores e enxaguantes bucais convencionais contêm ingredientes que são muito agressivos para o pH de nossa boca. Mesmo que no momento nos tragam uma sensação de limpeza e de frescor, a longo prazo reduzem as defesas naturais da boca que ajudam a prevenir todo tipo de problemas, como cáries, gengivites, infecções, etc.

Em troca, podemos usar produtos naturais e ecológicos elaborados com ingredientes que não afetam o equilíbrio da boca e que trazem benefícios terapêuticos. Neste artigo revelaremos alguns destes produtos, uma alternativa econômica e muito saudável aos produtos convencionais.

Argila branca de uso oral

A argila branca é um dos ingredientes básicos das pastas de dentes naturais, graças às suas propriedades:

É ideal para todas as pessoas, sempre e quando seja argila branca e específica para o uso oral, pois existem muitas variedades de argilas que apresentam componentes que podem ser tóxicos quando entram em contato com a mucosa bucal.

Além disso, é melhor verificar que a argila tenha a textura totalmente fina, sem pequenas pedras que possam danificar o esmalte dos dentes.

Você pode usar a argila diretamente na escova de dentes umedecida, ou mesmo combiná-la com algum dos seguintes ingredientes:

Cúrcuma

Raiz-curcuma

Este tempero de cor amarelo intenso e de excelentes benefícios para a saúde, também é ideal para a limpeza da boca, graças a estas qualidades:

  • Anti-inflamatória.
  • Antioxidante.
  • Branqueadora.
  • Antisséptica.

Você pode escovar os dentes com cúrcuma durante dois minutos e depois enxaguar a boca com água, ou mesmo misturá-la com a argila branca e conseguir assim uma pasta em pó mais completa.

Óleo de coco

Oleo-de-coco

Com este ingrediente de inúmeras propriedades medicinais podemos tornar nossa pasta anterior em um gel, para que fique muito mais fácil de ser aplicado e de ser usado.

Este óleo, além de ter uma textura muito suave e um sabor delicioso, contém ácido láurico, um componente que previne cáries e a placa dentária.

É fundamental que óleo de coco seja extra virgem, pois os óleos refinados perdem todas as suas propriedades e inclusive podem ser tóxicos a longo prazo.

bicarbonato

Bicarbonato de sódio

O bicarbonato de sódio tem sido utilizado tradicionalmente como branqueador natural. É verdade que ajuda a limpar os dentes e a desinflamar as gengivas de modo natural. No entanto, não devemos abusar dele, já que é muito alcalinizante e pode danificar o esmalte dos dentes.

Recomendamos usar o bicarbonato em pequenas quantidades, misturado com outros ingredientes e sempre com uma textura muito fina. Para consegui-lo, basta moê-lo ou diluí-lo em uma base líquida.

 Infusão de tomilho

tomilho

Um excelente enxaguante bucal que trará todos os benefícios do tomilho. Basta preparar uma infusão concentrada de tomilho e conservá-la na geladeira durante um máximo de quatro dias.

Enxague a boca com esta infusão após a escovação dos dentes. O tomilho apresenta propriedades antissépticas e cicatrizantes, ideais para prevenir infecções e feridas. Também é recomendada para quando as gengivas sangram com facilidade.

Água de mar

Agua-de-mar-500x310

A água do mar é outra alternativa aos enxaguantes bucais que ajudará a remineralizar e alcalinizar a boca de um modo equilibrado.

Misture 500 ml de água do mar com 2,5 l de água natural, que é a proporção adequada para nosso pH. Desta maneira o sabor quase não será salgado e também será muito similar ao nosso gosto natural.

Você pode conservar este enxaguante fora da geladeira, já que não existe risco de estragar.

Casca de banana

Banana-verde

Conhece este excelente truque caseiro? A casca de banana permite branquear os dentes com algo que a maioria de nós joga no lixo.

Basta esfregar diariamente a parte interna da casca contra os dentes, durante dois minutos, depois escovar normalmente.

O resultado será um branqueamento progressivo da placa e das manchas que escurecem os dentes com o passar do tempo, graças ao ácido salicílico e o ácido cítrico que estão na banana.