Para dar ao mundo crianças respeitosas, crie crianças respeitadas

Para dar ao mundo crianças respeitosas, crie crianças respeitadas

Visto que as crianças seguem o exemplo do que veem, para criar crianças respeitosas devemos ser coerentes com nossos atos e ensiná-las a apreciar o valor do respeito.
Para dar ao mundo crianças respeitosas, crie crianças respeitadas

Para dar ao mundo crianças respeitosas é preciso que elas tenham sido respeitados durante a infância, durante esses períodos iniciais que marcam tanto a formação e a vida de uma pessoa.

Na hora de falar de crianças e estilos de educação cada progenitor é muito livre em assumir aquela tendência que acredite ser mais adequada no que diz respeito aos seus valores.

Agora, um aspecto que nunca podemos descuidar é o da própria felicidade das crianças.

Devemos pensar que amanhã eles deverão ser adultos capazes de construir um mundo melhor, um mundo mais íntegro.

Educar é um ato de responsabilidade e a ação mais importante que faremos na vida. Também não devemos nos tornar obsessivos com isso e nem aspirar que sejamos os pais mais perfeitos. Às vezes trata-se apenas se seguir a voz de nosso coração.

Hoje, em nosso espaço, queremos falar da educação consciente e respeitosa. Confira.

Crianças respeitosas, crianças amadas

Quando uma criança vem ao mundo, ainda sabemos muito pouco sobre ela. Nem tudo que ela vai nos mostrar em alguns meses ou alguns anos são características herdadas, nem vão responder ao que nós mesmos lhes transmitimos.

Leia também: As crianças precisam de seus abraços para se sentirem parte do mundo

Cada criança vai desenvolver seus próprios gostos, sua própria identidade, terá suas próprias paixões e inquietudes. Os filhos não são cópias fiéis de seus pais e nem é nossa obrigação determinar cada coisa que devem pensar e sentir.

Nossa tarefa é acompanhá-los nesse processo de crescimento por meio do amor e do respeito. Se quisermos que sejam crianças respeitosas, nada melhor do que criá-los dando respeito, amando-os e valorizando-os.

família-crianças

Respeite o ritmo natural de crescimento dos seus filhos

Aos longo dos anos 90 a importância da estimulação precoce tornou-se muito atual. É algo, sem dúvidas, maravilhoso, excepcional e uma estratégia chave para permitir que muitas crianças com problemas de desenvolvimento assimilem processos básicos.

  • Agora, não se deve confundir estimulação precoce com “aceleração”.mães que ficam obsessivas para que seus filhos sejam leitores competentes com apenas quatro anos.
  • Há familiares que educam as crianças para que resolvam exercícios matemáticos com 5 anos, que comecem cedo a aprender outras línguas simultaneamente e que, além disso, façam aulas de balé, música, futebol…
  • Em alguns casos a aceleração traz consigo crianças estressadas. O estresse, a ansiedade e a pressão de ter que atingir determinadas expectativas nunca serão sinônimo de uma educação respeitosa.
  • Permita que as crianças sejam criadas a “fogo lento e com amor”. Deixe que brinquem, que descubram o mundo por suas mãos, que deem seus primeiros passos, que se sujem no parque, que corram, que caiam e que voltem a se levantar…

Tudo isso é exercer o respeito pelo crescimento de seus filhos. Ao se sentirem queridos e respeitados, também serão crianças que respeitam aos demais.

contos-crianças-felizes

Entenda seus sentimentos, ajude-os a canalizar suas emoções

Quem levanta a voz para seus filhos indicando-os um “não chore porque você já é grande” ou “não diga besteiras que agora não tenho tempo e estou cansado”, sempre marca seu mundo emocional.

  • A educação respeitosa desenvolve uma proximidade adequada com as crianças para permitir que elas canalizem seu mundo emocional, para que entendam sua raiva, seus medos, sua ansiedade…
  • O respeito pelas próprias emoções é um exercício de saúde e de crescimento pelo qual nossas crianças sempre nos agradecerão.
  • Se elas se sentirem ouvidas, se perceberem que cada palavra do que dizem em voz alta é entendida, crescerão em segurança e com maturidade.

Educar com respeito não significa não definir limites para as crianças. Isso é necessário. Assim como a própria sociedade nos impõe limites, as crianças devem ser capazes de assumir e interiorizar normas, deveres.

Marcar direitos e deveres também é uma forma de respeito na educação de uma criança. Isso permite a elas gerir sua frustração e saber o que é esperado de seu comportamento em cada momento.

A criança que não sabe onde estão os limites tentará atravessá-los a cada dia e, ao ver resultados negativos, se sentirá frustrada e perdida.

Não será, portanto, uma criança respeitosa porque não terá aprendido como construir o próprio respeito.

criança-com-um-gato-sentados-na-janela

Como podemos ver, este tipo de criança respeitosa é a que muitas famílias desenvolvem a cada dia, e o fazem deste modo porque sabem que o amor e o respeito são laços invisíveis que guiam melhor os passos de nossos filhos.

  • As crianças precisam caminhar com segurança, mas sentindo-se livres para marcar seu próprio ritmo, sabendo o que podem fazer e o que não podem.

Seja o melhor exemplos para seus filhos. Lembre-se de que no momento são “pequenos aprendizes” da vida e que aprendem mais com o exemplo do que com as palavras.