Como deixar de fumar? - Melhor com saúde

Como deixar de fumar?

Pense no quanto você irá economizar se abandonar este vício. Você pode até fazer uma poupança guardando o dinheiro que não está gastando e dar-se um presente.

Não importa desde quando você fuma ou com que frequência, deixar o hábito não será uma tarefa tão simples. Porém, quando mais você conheça as opções disponíveis para abandonar esse hábito, mais ferramentas terá.

Para alcançar o objetivo de abandonar esse vício perigoso é importante ter um plano que te permita manejar seu vício e elimina-lo de sua vida.

Por que é tão difícil deixar de fumar?

O cigarro contém substancias químicas que o tornam um verdadeiro vício físico, mas também se converte em um hábito psicológico.

A nicotina é um dos principais elementos do cigarro e provoca um aumento de energia que nosso organismo deseja cada vez mais, o que gera o vício.

Outro fator que torna o cigarro tão viciante é que o hábito se converte em uma maneira de lutar contra a ansiedade, o estresse, a depressão e inclusive o tédio. Tudo isso facilita a entrada do cigarro em nossas vidas, como um hábito constante e diário.

Defina o tipo de fumante que você é

Quem já tentou deixar de fumar sabe que essa não é uma tarefa fácil e que existe uma série de fatores que influenciam em recaídas. Por isso, o primeiro passo para deixar o hábito é identificar o tipo de fumante que você é. Para isso, faça-se as seguintes perguntas:

– Quando fumo? (Ao acordar, depois de comer, quando estou ansioso, etc.?);

– Qual é a gravidade do meu vício? Fumo vários cigarros por dia ou um adesivo de nicotina poderia me proporcionar o efeito que busco?

– Relaciono o ato de fumar a algum lugar ou atividade em concreto? (beber, jogos de aposta, companhias);

– Estou disposto a buscar a ajuda de um terapeuta?

Crie um plano para deixar de fumar

deixar-de-fumar2

Quando identificar o tipo de fumante que você é será o momento de dar o passo seguinte e realizar uma planificação real, que te permita eliminar o cigarro de sua rotina.

– Defina os dias que você deixará de fumar. Se você tem a intenção de abandonar o vício já a muito tempo, saberá que dar o primeiro passo é sempre muito difícil. É provável que você leve muito tempo adiando o dia em que começará o processo, por isso, definir uma data exata será de muita ajuda.

– Fale com todos os seus conhecidos que você quer deixar de fumar. A pressão social é um elemento chave na vida de qualquer pessoa e quando dizemos a todos que queremos atingir a um objetivo, existem menores possibilidade de falharmos. Quanto mais pessoas saibam que você quer deixar de fumar melhor será, já que encontrará nelas um grande apoio. Inclusive, pode ser que outros fumantes indecisos decidam dar esse passo contigo.

– Se desafie a não fumar. Todos somos competitivos e gostamos de demonstrar que podemos nos superar constantemente. Você pode usar essa característica a seu favor e impor pequenos objetivos que ajudem a superar o vício. Por exemplo, se sua data para deixar de fumar cai em uma sexta, você pode impor o desafio de não fumar durante todo o fim de semana. Assim que consiga, pode incrementar desafios aos poucos, como toda uma semana e assim sucessivamente.

– Afaste de você qualquer produto que contenha tabaco. Ainda que tenha a decisão firme de não voltar a fumar, manter-se próximo destes produtos pode fazer com que você tenha uma recaída facilmente. Para evitar, trate de eliminar qualquer produto que contenha tabaco em sua casa, escritório, além de espaços onde você passe muito tempo ou onde você costumava fumar.

– Busque ajuda especializada. Se seu vício é muito forte, busque a ajuda de um médico ou psicólogo. O médico pode receitar medicamentos que combaterão o vício. Por sua vez, o psicólogo pode dar as ferramentas psicológicas para lutar contra isso de forma mais natural.

Lembre-se!

Deixar de fumar não é fácil, mas é possível. Uma vez que você esteja decidido, mantenha-se firme e lembre-se dos motivos que te levaram a tomar essa decisão. Lembre-se de não se pressionar e exagerar, avançar pouco a pouco, um passo por vez.