Descubra os sintomas das 5 doenças mais comuns na mulher - Melhor com Saúde

Descubra os sintomas das 5 doenças mais comuns na mulher

Para obter um diagnóstico precoce e poder atacar estas doenças mais comuns desde suas primeiras fases, devemos aprender a identificar seus possíveis sintomas, já que, em alguns casos, isso será determinante.
Descubra os sintomas das 5 doenças mais comuns na mulher

Existe uma série de doenças mais comuns na mulher que devemos conhecer. Todas sabemos que, às vezes, estamos mais atentas à saúde das pessoas que nos rodeiam do que à nossa, e isso é algo que deveríamos levar em conta.

Mesmo assim, nossos próprios estilos de vida podem determinar também o aparecimento de certos males. As preocupações diárias, o estresse e a falta de check-ups médicos periódicos podem resultar, às vezes, em problemas graves.

Hoje, em nosso espaço, propomos algo muito simples e vital: preste atenção em você, escute-se e priorize-se. Porque cuidar de si não é egoísmo. Cuidar de si mesma é se valorizar como merecemos, para sermos felizes e dar o melhor de nós aos demais.

Assim, convidamos você a conhecer as 5 doenças mais comuns na mulher e seus sintomas.

1. Enxaquecas, uma dor que aparece já na adolescência

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), as enxaquecas afetam o dobro de mulheres em relação aos homens. Além disso, a dor tem maior duração e aparece com mais frequência durante o mês.

Leia também: “O dom de ser mulher depois dos 40

  • A dor de cabeça é, possivelmente, a doença mais comum na mulher. Na atualidade, tem-se visto que a maioria dos remédios tradicionais que atuam sobre as artérias não serve para aliviar este problema.
  • A enxaqueca não tem nada a ver com problemas hormonais, nem com o estresse.
  • Os dados atuais nos revelam que a causa das enxaquecas está na hipersensibilidade das fibras nervosas.
  • Além de ter também um componente genético, sabe-se que o sistema nervoso central está muito envolvido nesse tipo de dor, assim que, atualmente, estejam sendo desenvolvidos tratamentos mais eficazes.

Doença de enxaqueca na mulher

Sintomas da enxaqueca

  • A enxaqueca na mulher aparece muito precocemente. É comum encontrarmos meninas de 11 anos que já sofrem com este problema.
  • A dor é intensa e pulsátil, e se concentra em um lado da cabeça. Provoca enjoos, vômitos e até alucinações.
  • O mais comum é que esse tipo de cefaleia apareça quatro vezes por mês. Às vezes, pode desaparecer após alguns anos.

2. Alergias, mais comuns na mulher

Pode parecer curioso, mas, em geral, as alergias são mais comuns na mulher. Além disso, nem sempre damos importância aos sintomas quando eles não são muito graves.

Descubra também: “5 razões pelas quais você já é uma mulher completa

  • A intolerância ao glúten, à cevada ou ao centeio afetam em maior grau as mulheres. Tanto é assim que, segundo dados das próprias associações de celíacos, quase 70% da população afetada é formada por mulheres.
  • Também é conveniente levar em conta que a mulher é a que tem maior contato com produtos químicos. Elementos como a maquiagem ou os produtos de limpeza do lar fazem com que soframos maiores reações alérgicas.

Que sintomas devemos levar em conta?

  • Preste atenção a como sua pele e seus olhos reagem cada vez que você utiliza certas maquiagens.
  • A garganta seca ou lacrimejamento constante são sintomas de alergia.
  • Os sintomas relacionados ao pólen, a poeira ou a determinados elementos podem ser mais insistentes nas primeiras horas da manhã.
  • Preste atenção também na sua digestão. Às vezes, o mal-estar, os gases ou o inchaço constante após as refeições podem se dever a algum tipo de intolerância.

3. O cólon irritável, uma das doenças mais comuns na mulher

A Síndrome do Cólon Irritável é um transtorno do tubo digestivo que apresenta dor abdominal e inflamação. Também aparece junto com episódios alternados de diarreia ou prisão de ventre, e nos incapacita durante horas.

Leia também: “Como limpar o cólon de forma natural?

Atualmente, não se conhecem as causas exatas do cólon irritável. No entanto, é comum que apareça em períodos de estresse intenso, em épocas de nervosismos ou de mudanças hormonais.

Mulher com dor abdominal por causa de doença

Que sintomas sobre o cólon irritável devemos levar em conta?

  • Aparece pela primeira vez entre os 15 e os 25 anos.
  • Não é um simples mal-estar. Não é uma má digestão ou uma gastrite. Aparece como uma dor intensa localizada na região do cólon, e que se irradia por todo o abdômen.
  • Experimentamos vômitos, gases, e uma queimação muito intensa. A dor vem e vai, e pode durar até dois dias.

4. O câncer de mama

O câncer de mama é outra das doenças mais comuns na mulher. Você deve levar em conta que, nos últimos anos, estão aumentando muito os casos de câncer de pulmão e colo-retal nas mulheres, assim, nunca se descuide de suas revisões periódicas.

Que sintomas devemos levar em conta?

Preste atenção a seus seios. Muitas de nós aprendemos a apalpá-los em busca de pequenos caroços. No entanto, esquecemos de outro indicador: as pequenas depressões.

O mais importante é prestar atenção na forma da pele, em busca de qualquer alteração, sejam pequenas protuberâncias, texturas estranhas, cores ou secreções.

  • Se em sua família existem casos de câncer de mama, você deve iniciar suas revisões periódicas antes dos 40 anos. A partir dessa idade, é necessário se submeter a mamografias periódicas.

A depressão, uma fiel companheira em certas épocas

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a depressão afeta 350 milhões de pessoas em todo o mundo, e, em grande parte, são mulheres.

A depressão é uma doença silenciosa que aparece em certas épocas de nossa vida. No entanto, há um aspecto que devemos lembrar:

  • A mulher tem maiores estratégias psicológicas para enfrentar a depressão. Pedem ajuda antes dos homens, e conseguem expressar suas emoções e problemas mais facilmente, através de uma melhor comunicação, ao se abrir mais facilmente com os outros.

Mulher com rosto doente

Sintomas da depressão

  • Apatia
  • Falta de energia
  • Mal humor constante
  • Tristeza recorrente e constantes pensamentos negativos
  • Transtornos do sono
  • Dor física e musculoesquelética