8 dicas para ter uma casa mais sustentável e ecológica

8 dicas para ter uma casa mais sustentável e ecológica

Ao deixar os aparelhos elétricos em modo standby, com o piloto vermelho aceso, além de gastar mais energia, estamos encurtando sua vida útil, por isso vale a pena desligá-los.
8 dicas para ter uma casa mais sustentável e ecológica

Quem não quer deixar aos filhos e netos um planeta lindo e sustentável, um mundo que mantenha a salvo todas as suas espécies e toda a sua diversidade? Um lugar sem agentes contaminantes e com os pulmões verdes que garantem nossa existência e, claro, nosso equilíbrio e nosso futuro?

Temos claro que, para que esse projeto de vida se mantenha e possamos evitar desastre ecológicos no futuro, é preciso uma mudança de políticas e fazer com que as grandes potências regulem, por exemplo, seus derramamentos de produtos químicos e a liberação de CO2 na atmosfera.

Além disso, precisamos de iniciativas pessoais e anônimas: as nossas. Através de pequenas mudanças em nosso dia a dia, nós mesmos podemos conseguir um lar mais sustentável que ajude a cuidar de nosso planeta. Então, para alcançar isso tudo, que tal se começarmos a pôr em prática dicas muito simples? Confira algumas delas.

1. O uso de aparelhos como aquecedor e ar-condicionado

Se você tem equipamentos de refrigeração ou calefação em casa, lembre-se de que é importante fazer um uso consciente deles. Dessa forma, não estaremos apenas cuidando do planeta, mas também conseguiremos fazer uma economia importante no fim de cada mês:

  • A calefação pode ser regulada de forma adequada em 20ºC.
  • Por sua vez, o ar-condicionado pode ser ligado após a temperatura ambiente chegar a 26ºC.
  • A que temperatura devemos usar a água quente? Basta regular para aproximadamente 35 ºC.
  • Garantimos que cada grau para mais ou para menos é notado no meio ambiente e na conta do fim do mês.

Descubra quais são os benefícios de tomar banho com água fria.

2. E se aproveitarmos um pouco mais os recursos naturais como o vento e a luz do sol?

janela-aberta

Está claro que nem sempre é possível investir muito dinheiro para adaptar a casa e torná-la sustentável, aproveitando ao máximo os recursos naturais. Nem todos podem se permitir mudar as janelas, construir varandas ou instalar placas solares.

A longo prazo é certo que isso nos ajuda a economizar muito dinheiro, porém a instalação requer um gasto mais elevado. Se não é possível fazer este investimento, anote algumas dicas simples:

  • Aproveite a luz do sol;
  • Pinte as paredes de uma cor que ofereça luminosidade;
  • Consiga correntes naturais de ar abrindo várias janelas em casa. É mais saudável para sua própria saúde também!

Saiba também como limpar a casa sem produtos químicos

3. Algumas mudanças básicas na cozinha

casa_sustentavel_ecologica-500x334

Existem truques muito simples que nos ajudarão a economizar e criar um lar mais ecológico e sustentável, especialmente em muitas coisas que fazemos na cozinha. A seguir, deixamos alguns exemplos bem simples:

  • Sempre que puder use uma panela de pressão, economizará tempo, dinheiro e energia.
  • Se tiver que usar o forno, tente não abri-lo muitas vezes. A cada vez que o abrimos a temperatura cai aproximadamente 20 ºC.
  • Se tiver de descongelar algo, não use o micro-ondas. Opte por descongelar as coisas usando água a temperatura ambiente, por exemplo. Basta retirar aquilo que deseja cozinhar algumas horas antes de começar a fazer a comida. A chave estar em ter boa memória! Vale a pena!

4. Não deixe aparelhos elétricos em modo standby

Quando vezes fazemos isso? Deixamos a televisão em standby, com aquele botãzinho vermelho aceso, ou o computador, o DVD… E as noites em que deixamos o celular carregando? Ou deixamos o roteador wifi ligado quando não estamos em casa ou quando estamos dormindo?

Fazemos isso inúmeras vezes, sendo que isso supõe um gasto maior em nossa conta e, além disso, um modo de causar danos ao planeta, visto que milhões de pessoas cometem o mesmo erro. Além disso, também não podemos nos esquecer de que isso encurta a vida útil dos eletroeletrônicos.

Conheça os efeitos negativos do uso do micro-ondas

5. Diga sim às lâmpadas de baixo consumo!

As lâmpadas de baixo consumo, ou de LED, são um pouco caras, mas duram até oito vezes mais e gastam até 80% menos de energia. Assim… porque não substituir as suas por essas?

6. Eletrodomésticos de baixo consumo

Limpar-o-forno

Como já sabe, nos últimos anos o mercado começou a lançar eletrodomésticos de classe energética A ++ ou A +++. Sabe o que isso significa? Que consomem até 70% menos de energia em relação aos eletrodomésticos de classe A. Vale a pena ir substituindo-os a medida que precisar. São pequenas coisas que, se todos fizermos, se traduzirão, sem dúvidas, em uma pequena ajuda a nosso planeta, e claro, nos ajudarão a conseguir um lar mais ecológico e sustentável.

7. Encha completamente equipamentos como máquina de lavar roupas e louças

  • Algumas pessoas costumam ligar esses equipamentos quando precisam lavar, por exemplo, só uma toalha e um pijama. Algumas pessoas podem chegar a usar a máquina de lavar roupas, em sua potência mínima, 3 vezes ao dia, quando na realidade poderiam esperar acumular mais roupas sujas para fazer apenas uma lavagem.
  • Evite também a pré-lavagem e use água fria sempre que for possível. Isso ajudará a economizar mais dinheiro!
  • O mesmo acontece com quem tem máquina de lavar louças. Vale a pena esperar para acumular mais pratos e copos e poder encher o eletrodoméstico para então ligá-lo. Assim, gasta-se menos energia e água.

8. Um bom isolamento na casa

Feche as janelas, evite que entre frio vedando com massas próprias. Instale, se for possível, vidros duplos, use toldos, persianas ou qualquer elemento que possa evitar que precise usar ar-condicionado ou calefação.  Às vezes, com pequenas mudanças na casa podemos economizar muito no fim do mês!