Dicas para não roer as unhas - Melhor com saúde

Dicas para não roer as unhas

O aloe vera pode nos ajudar a acabar com o hábito de roer as unhas graças a seu sabor desagradável. Esfregue-o nas unhas todas as manhãs para evitar a tentação.

Apesar de muitas pessoas pensarem o contrário, roer as unhas não é apenas uma questão de nervosismo, desejo ou negligência. Este hábito pode ter um fundo psicológico e, muitas vezes, indica traumas de infância.

O ato de comer as unhas, também conhecido como onicofagia, tem implicações muito sérias não somente do ponto de vista estético, mas também para a saúde.

As unhas transportam vírus e bactérias que podem causar doenças uma vez que entrem em contato com a boca. Além disso, ao roê-las é possível danificá-las permanentemente, assim como os dentes e as gengivas.

Mas não se preocupe, com um pouco de manha, boa vontade e as 10 dicas que apresentaremos neste artigo, suas unhas voltarão a ser bonitas e saudáveis.

Por que eu como as minhas unhas?

As unhas são formadas principalmente de células mortas queratinizadas e têm as mais variadas funções nos seres humanos. Inclusive, são usadas para tocar instrumentos musicais de corda, já que produzem um som característico.

O hábito de comer as unhas, ou onicofagia, pode começar somente com o fato de colocar os dedos na boca, tão comum entre as crianças.

Ainda que não seja considerada como uma doença propriamente dita, é uma patologia de caráter psicológico que, não sendo controlada, pode requerer ajuda especializada. As causas para este problema são de dois tipos:

  • Externas: Ansiedade ou nervosismo, provocados por problemas cotidianos tais como problemas de casais, econômicos, no trabalho ou com as provas da faculdade. Neste caso, a pessoa ainda consegue se controlar.
  • Internas: Alterações do sistema nervoso ou desajustes emocionais causados por traumas familiares, mal tratos, ciúmes, humilhações, problemas de autoestima, necessidade de autoflagelação ou auto castigo. O hábito dura anos ou a pessoa danifica as unhas de tal maneira que chega a ser considerada como uma agressão. Você pode pensar que não há nada demais em um pouco de nervosismo, e que depois as unhas voltarão a crescer. Mas, cuidado! A onicofagia tem consequências que você nem sequer imagina!

Comer as unhas: um dano permanente

As mãos refletem a nossa saúde e segurança: mãos cuidadas e limpas deixam uma excelente impressão em qualquer lugar que você for. Portanto, morder as unhas tem implicações para a saúde, além de afetar a esfera do emocional e do social.

Saúde e estética

  • As unhas são hospedeiras para os mais variados germes que ao entrar em contato com a saliva, viajam através do trato digestivo e chegando a provocar enfermidades.
  • Os danos para a cutícula e para a pele dos dedos podem levar a infecções bacterianas e virais nas mãos.
  • Produz deformações nos dedos e, inclusive, você pode perder a unha para sempre.
  • Inflamação crônica dos dedos.
  • Aumento da aparição de cáries pelo dano nos dentes.

Emocionais

  • Ansiedade pela aparência das mãos.
  • Baixa autoestima.
  • Falta de controle sobre si mesmo.

Sociais

  • A pessoa pode se sentir rejeitada pela sociedade.
  • Implicações nas relações pessoais.
  • Problemas no trabalho: rechaço em entrevistas de emprego.

Como você pode ver, deixar de comer as unhas pode te trazer muitos benefícios a nível psicológico, afetivo e social. Por isso, nós te oferecemos 10 truques fáceis para que você abandone esse mau hábito. Leia atentamente e comece já!

10 dicas para não comer as unhas

Não propomos tratamentos complicados nem produtos raros para as unhas o que, ao final, pode te afetar. Mas se você tiver força de vontade e incorporar as nossas dicas na sua vida diária você conseguirá a sua meta.

1. Autoconsciência e liberação

Primeiro você deve identificar as situações que ativam o hábito de comer as unhas como acariciar, tocar, apalpar, esfregar e coçar as unhas, o que leva diretamente a colocá-las na boca.

O segundo passo é identificar os momentos nos quais esse hábito se ativa, como em exames, antes de tomar determinadas decisões, etc.

Já o terceiro e último passo é escolher atividades que evitem esse processo de estresse e mantenha as suas mãos ocupadas: devem ser coisas que você gosta de fazer como, por exemplo, esportes, dança, tocar instrumentos, escrever. Dessa maneira, você vai canalizar a sua ansiedade, ao invés de danificar as suas unhas.

2. Substitua esse hábito por plantas

Comece a mastigar plantas comestíveis como raiz de alcaçuz (faça-o lentamente). Dessa maneira você vai manter a boca ocupada e evitará comer as unhas. É importante que você se acostume a guardar essas plantas em momentos de estresse para que você consiga manter o foco.

3. Chicletes sem açúcar

chiclete

Mastigue chicletes ou pastilhas de menta cada vez que você sinta uma vontade incontrolável de roer as unhas. Isso pode ser triplamente benéfico, pois você vai ter um hálito fresco, manter as mãos ocupadas e evitar rugas devido aos movimentos dos músculos da mandíbula.

4. Babosa

A planta Aloe vera ou babosa tem muitas propriedades boas para a saúde, mas tem um gosto muito ruim.

Descasque a Aloe vera com uma faca e corte-a em pedacinhos. Coloque-os na geladeira e esfregue um quadradinho desses toda manhã em suas unhas. Nós garantimos que assim que você sentir o sabor pela primeira vez, você vai manter as suas unhas bem longe da boca.

5. Exercício de autodomínio

Esse exercício vai te ajudar a dominar a vontade de comer as unhas:

  1. Leve um dedo em direção à boca e detenha-o quando estiver a 5 centímetros dos lábios.
  2. Afaste-o.
  3. Repita essa ação várias vezes e a distâncias cada vez mais próximas.
  4. Por último, tente colocar o dedo entre os dentes por alguns minutos sem morder a unha. Depois repita.

Realize esse exercício todos os dias durante alguns minutos e logo você se surpreenderá com os resultados.

6. Unhas postiças

unhas1

Cobrir as suas unhas com unhas acrílicas permitirão que as naturais cresçam, impedindo que você as coma. Se você tiver um trabalho muito custoso com certeza você evitará arruiná-lo em sua boca.

7. Curativos para as unhas

Cubra as unhas com as almofadinhas do band-aid e deixe-os aí todos os dias (você pode substituí-los após cada banho). A ideia é que você não demore muito para tirar os curativos e veja como as suas unhas podem crescer saudáveis. Repita quantas vezes for necessário.

8. Adote um passatempo

Essa atividade evitará que você coma as unhas e, ao mesmo tempo, você poderá descobrir uma nova paixão como, por exemplo, decorar a sua casa, tecer, correr ou fazer outras atividades ao ar livre, inclusive quem sabe até fazer a manicure para as amigas. É recomendável o trabalho com materiais como o barro ou o gesso, que mantém as mãos sujas.

9. Luvas

Se você for partidário das luvas, use-as. É uma boa maneira de evitar a onicofagia.

10. Celebre o seu êxito

Celebre as suas unhas, não tenha pena de dizer o contrário à medida que você for evoluindo. As felicitações dos seus amigos e familiares vão te estimular a continuar mantendo-as sãs e lindas.

Vale mais a manha do que a força

Agora você já conhece várias maneiras para evitar a onicofagia e tirá-la da sua vida para sempre. Não se deprima, pouco a pouco você alcançará o seu objetivo, é questão de inteligência e vontade. Escolha alguns truques para evitar que você coma as unhas e tenha mãos saudáveis e com boa aparência.