Dicas para ficar com pés mais bonitos e saudáveis - Melhor Com Saúde

Dicas para ficar com pés mais bonitos e saudáveis

Preste atenção aos seus pés e lembre-se de cuidar deles e hidratá-los. À noite você pode fazer uma massagem com óleos essenciais para relaxá-los.

Não se trata apenas de estética, mas também de saúde. Para que possamos caminhar perfeitamente, não sintamos dores nem incômodos, para deixá-los mais bonitos em qualquer calçado ou sem eles, para que sejam mais bem cuidados etc. Daremos algumas dicas para você mantê-los mais bonitos e saudáveis todos os dias.

Os sapatos, aliados e inimigos ao mesmo tempo

A primeira coisa que devemos considerar é o calçado que usamos. Um estudo recente demonstrou que as mulheres têm em média 20 pares de sapatos diferentes, dos quais apenas 5 são usados habitualmente. Os modelos que são comprados nem sempre respeitam a fisionomia dos pés e produzem muita dor ao caminhar ou se ficamos com eles por muitas horas. Os saltos altos dão muitos problemas, por exemplo, ainda que nos deixem mais estilosos e elegantes.

Mesmo a mulher comprando muito mais sapatos que os homens, ambos não dão a devida importância ao seus pés e dedos nesta hora. É um das partes mais esquecidas do corpo. Isto não deveria ser assim, já que são essenciais, evidentemente, para andarmos e nos mantermos em pé. É mais provável que façamos as mãos e os pés, por exemplo, ou que os cremes sejam mais para as mãos, o rosto ou para as pernas, mas não para os pés. Ou ainda, hidratamos o corpo inteiro, menos os pés.

Os tratamentos caseiros são realmente muito bons e eficazes, pelo que devíamos levar mais tempo para “mimar” essa parte do corpo tão importante, os quais nos permitem andar e caminhar.

pies2

Dicas para conservar os pés bonitos todos os dias

Esta série de conselhos são mais que interessantes e se você segui-los seus pés não apenas ficarão muito mais bonitos, como também você deixará de sofrer dores ou problemas:

  • Evitar o sobrepeso: O excesso de peso causa muito sofrimento aos pés, assim como aos tornozelos. Além disso, a obesidade está relacionada a problemas circulatórios, ósseos etc. Com cada passo que se dá, o peso do corpo se duplica sobre os pés. Se a isso somamos um calçado que não permite apoiar completamente a planta do pé no chão, o quadro piora.
  • Compre um calçado de acordo com seu pé: existem três tipos de pés: o egípcio, o quadrado e o grego. Nem todos os casos o dedão é o mais cumprido. Este detalhe é muito importante no momento de comprar sapatos. Sempre têm que ser de materiais flexíveis para que o nosso pé possa transpirar melhor. Procure dobrá-lo e observar se resiste, neste caso, evitar comprar estes modelos. As ponteiras dos pés devem tocar a extremidade do sapato. O ideal é que o fecho seja com cordão ou feltro, porque ao longo do dia os pés vão inchando e com esses tipos de fechos, por exemplo, poderá se adaptar à nova largura.
  • Tanto no inverno quanto no verão os sapatos têm que ser fechados para que os dedos não “forcem” sair dos sapatos. Certifique-se que o sapato tem a amplitude necessária para seu pé. Você deve colocá-los sem problemas. Se é estreito na frente fará com que o pés fique no formato de um triângulo e originará joanetes.

pies3

  • A higiene dos pés: este ponto é muito importante. Usar sabão neutro, passar pedra-pome onde haja peles endurecidas como geralmente ocorre nos calcanhares. Não usar calicidas porque este produto químico poderá fazer uma ferida na pele. Secar bem entre os dedos depois de tomar banho para evitar a proliferação dos fungos. Usar cremes para as regiões mais secas, sobretudo no verão se você usar calçados abertos.
  • Usar o sapato adequado para cada ocasião: a altura máxima do salto para as mulheres é de 5 cm, para os homens 4 cm e para as crianças 1,3 cm.  O salto deve ser largo, nunca agulha ou fino, porque não aporta nenhuma proteção e segurança ao pisar. Não são aconselhados também  os sapatos planos porque causam dores na planta dos pés e geram má circulação. Usar o calçado correto conforme a atividade, como ir ao trabalho, sair para uma atividade física, uma festa etc.
  • Meias-calças e meias em todas as horas: por mais que esteja quente, como no verão, existem meias muito finas quase imperceptíveis ou quando chegar em casa usá-las. Assim evitará rachaduras, danos nos calcanhares e transpiração no calçado.

exfoliar.pies_

  • Cortar suas unhas de forma reta: assim evitará unhas encravadas, um dos problemas mais comuns, sobretudo se se pratica atividade física ou se faz caminhadas, porque são bastante dolorosas. Para solucionar este crescimento da unha dentro da pele, colocar os pés em um recipiente com água morna e sal durante 15 minutos, duas vezes ao dia, até que a região fique desinflamada. Depois, cortar a unha reta para que não volte a ocorrer o encravamento.
  • Proteger os pés em lugares públicos: como é o caso das piscinas ou vestuários. Não andar descalço pela casa por muito tempo, porque você pode pegar verrugas, fungos etc., e prejudicará os calcanhares. Se você gosta de tirar os sapatos quando chega em casa, não retire as meias.
  • Mimar seus pés uma vez na semana: uma excelente maneira de começar o fim de semana é, por exemplo, às sextas-feiras pela noite, enquanto assiste à televisão, colocar os pés em um recipiente com água e algum óleo essencial ou sal. Deixar 20 minutos e depois secar bem, primeiro com a toalha e depois deixar fazer a secagem natural, sem colocar meias ou sapatos. E faça uma boa massagem que não faz mal algum. Peça a alguém ou você mesma pode fazer depois de lavá-los. Sempre com óleo ou creme umectante, começando pelos calcanhares e terminando nos dedos. 

Imagens cortesia de D Sharon Pruitt, Pedro Ribeiro Simoes, Kristine Full, Sharona Gott y Andrea Rinaldi.