Dieta para evitar os cistos nos seios - Melhor com saúde

Dieta para evitar os cistos nos seios

É importante realizar autoexames de mama para comprovar se nossos seios apresentam alguma irregularidade ou alteração, para poder obter um diagnóstico precoce em caso de cisto.

A presença de cistos nos seios é algo muito comum, especialmente entre mulheres acima dos 40 anos. Muitos dos nódulos e cistos que costumam aparecer nas mamas são benignos, mas para diferenciar um nódulo benigno de um câncer de mama é necessário consultar ao médico.

Se forem diagnosticados nódulos e cistos não cancerígenos, uma dieta saudável e equilibrada pode ajudar a evitar os incômodos causados pelos mesmos: sensação de dureza na região, dores, câimbras nos seios, etc.

Evite gorduras saturadas e excesso de carboidratos

A presença de cistos fibrosos nas mamas tem sido associada ao consumo em excesso de carboidratos, gorduras saturadas e baixos teores de fibras. Além disso, segundo alguns estudos, as mulheres que movimentam o intestino apenas três vezes por semana, ou menos, apresentam maiores probabilidades de desenvolver cistos nos seios.

Por isso, o ideal é aumentar o consumo de frutas e verduras frescas e ao mesmo tempo diminuir o consumo de pães, arroz branco, batatas e macarrões, por serem ricos em carboidratos, além dos embutidos e carne vermelha, que possuem muita gordura saturada.

Está comprovado que quando o consumo de gorduras diminui, também diminui a produção de estrogênio e outros hormônios, responsáveis pela formação de cistos mamários.

Além disso, o consumo de metilxantinas também pode pré-dispor o organismo à formação de cistos nas mamas e ajuda no processo inflamatório dos mesmos. Os alimentos ricos nesse tipo de substância são, por exemplo, o chá preto, café, refrigerantes e o chocolate.

Se você sofre com cistos nos seios, deveria reduzir na medida do possível e ao mínimo o consumo desses alimentos.

A função das vitaminas

Alguns testes demonstraram que a vitamina E e a A, que possuem grande poder antioxidantes, podem ajudar a evitar a formação de cistos. Esse é um bom motivo para levar uma alimentação com abundancia de frutas e verduras, que são ricas nessas vitaminas.

amendoas

Amêndoas, azeite de oliva, avelã, sementes de girassol e sementes de gergelim são alguns exemplos de alimentos especialmente ricos em vitamina E.

A cenoura, espinafre, melão e os ovos são bons exemplos de alimentos ricos em vitamina A.

Se você preferir, pode completar sua alimentação com um suplemento vitamínico, que é de venda livre.

Outros alimentos que podem ajudar

Alguns estudos indicam que o consumo de óleo de prímula e de óleo de borragem pode diminuir a sensibilidade mamária e os incômodos causados pelos cistos. Esses óleos são ricos em ácidos graxos ômega-6, que atuam sobre o músculo liso das mamas, aliviando câimbras e dores.

O extrato de chá verde também é um potente antioxidante. Consumir 200 ml dele por dia pode ajudar a evitar a formação de cistos nos seios.

Para finalizar, considere que o melhor é sempre prevenir, logo, lembre-se de realizar o auto exame mamário todos os meses (logo após a menstruação) para revisar se seus seios apresentam alguma irregularidade.

É importante ressaltar que, mediante qualquer tipo de nódulo que encontre em seus seios, que provoquem incômodos ou não, é necessário consultar um médico para obter um diagnostico exato.