É perigoso estalar os ossos? - Melhor com Saúde

É perigoso estalar os ossos?

Estalar os ossos é uma prática muito habitual, principalmente porque a usamos para “destravá-los”. Porém, diferentes estudos indicam que é perigoso fazer isso. A seguir falaremos das razões que fazem tais estudos chegarem a essa conclusão, e também explicaremos o que acontece quando escutamos esse som tão particular nos ossos.

Porque os dedos estalam?

Esse som que escutamos quando forçamos os dedos, os pulsos, os tornozelos ou qualquer parte do corpo deve-se ao fato de que as bolhas que temos no líquido que recobre a articulação se estouram.

É bom saber que as articulações são o lugar de contato entre os Ossos e são cobertas por um líquido sinovial, espesso. Quando estalamos, alongamos ou dobramos um dedo, por exemplo, a articulação separa-se e a cápsula que rodeia essa articulação se alonga e aumenta de volume, diminuindo a pressão.

Quando isso acontece os gases dissolutos no líquido sinovial formam bolas, que quando explodem produzem esse estalo particular. O gás precisa de aproximadamente meia hora para se dissolver no líquido, por isso, quando estalamos uma articulação é aconselhável não repetir a ação novamente durante trinta minutos.

ossos-fortes

Em relação aos riscos desse hábito tão comum, vale dizer que não existem muitas pesquisas científicas. O que houve foi uma tentativa de avaliar a diversas pessoas que costumam estalar os dedos para saber se tinham danos as articulações, ou problemas como Artrite ou artrose.

O que esse estudo descobriu foi que os dedos da mão apresentam sinais de danos, como é o caso de lesões nos tecidos moles e diminuição da força para segurar coisas. Isso parece estar ligado ao estiramento e à contração rápidos e repetitivos dos ligamentos das articulações.

artrose-polegar

Mas um fato verídico é que existe uma mobilidade maior depois que estalamos os ossos e um relaxamento das articulações, por isso muita gente mantém esse como uma ação diária. Outras pessoas costumam recorrer a um especialista chamado quiroprático, cujo objetivo é “organizar” ou “reacomodar” os ossos para que não hajam tensões. Aqueles que passam por esse tratamento indicam que se sentem mais soltos, leves, e menos contraídos ou doloridos.

Estalar os dedos causa desgaste muscular

Alguns pesquisadores afirmam que essa é a principal consequência do ato de estalar os ossos, principalmente dos dedos. Porém, atenção, pois esse problema costuma afligir a pessoas que não praticam atividade física, já que é o único momento do dia em que os músculos e articulações são alongados.

A falta de movimento enfraquece os músculos, por isso sente-se como se estivessem pressionados ou cansados. Isso causa uma espécie de ciclo vicioso, onde a pessoa volta a estalar os dedos par sentir um relaxamento durante algumas horas, até repetir o movimento.

Artrite

É frequente tentarmos aliviar dores ou contraturas com esse movimento, mas também é preciso considerar que trata-se de algo brusco, inconsciente e desequilibrado para nossas articulações.

Diferente do que acreditam, esse movimento não libera a tensão muscular e sim serve para derramar mais líquido sinovial, que é o lubrificante natural que evita o atrito entre os ossos. Isso pode provocar não apenas o desgaste dos ossos, como também aumentar a probabilidade de que se quebrem ou fraturem.

Além disso, esse gesto também pode causar rigidez, deformação da parte machucada e dor excessiva que desaparece quando repousamos.

Os que mais sofrem com esse problema são os adultos com mais de quarenta anos, e as regiões nas quais mais se apresenta o desgaste devido a ação de estalar os ossos são as Mãos (dedos e pulsos) e o pescoço. A melhor maneira de evitar esse problema é praticar exercícios, sempre considerando sua idade e seu estado físico.  Caminhar ou nadar são os exercícios mais adequado para lidar com esse tipo de problema.

melhorar-os-sintomas-da-osteoartrite

As atividades que promovam a força muscular e a flexibilidade também são aconselhadas, já que nos permitem aumentar a tolerância  para realizar tarefas de todo tipo sem prejudicar as articulações e nem sobrecarregá-las.

Depois dos trinta anos, começamos a perder a elasticidade nos tecidos, por isso é preciso evitar ou diminuir os hábitos ruins, tais como o sedentarismo e as posturas incorretas na frente do computador ou da televisão.

Estalar os dedos pode causar artrite?

Muitos se perguntam se o hábito de estalar os ossos pode contribuir no desenvolvimento de artrite. Apesar disso ter sido mencionado acima, o fato é que repetir essa ação todos os dias durante muitos anos danifica, teoricamente, a cartilagem.

Um dos estudos mais  conhecidos a respeito foi feito pelo doutor Donald Unges, que por mais de 60 anos manteve o hábito de estalar os dedos da mão esquerda duas vezes por dia, sem reptir a ação na mão direita. Anualmente ele examinou suas mãos e nunca encontrou rastros de doenças degenerativas (inclusive na mão que estalava).

osteoartritis

Outra pesquisa entrevistou a trinta idosos em um asilo em Los Angeles. Aqueles que haviam estalado os dedos durante toda a vida não apresentaram osteoartrite. Em um terceiro estudo, desta vez com adultos na faixa dos 45 anos, em Detroit, foi descoberto que o problema estava focado na força par segurar as coisas, ou seja, aqueles que costumavam estalar os dedos tinham menos força, e em mais de 80% dos casos, sofriam de inchaços nas mãos.

Por isso é aconselhável não manter o Hábito, não torná-lo frequente, mesmo que de vez em quando, para liberar tensões, estalar os ossos não pareça ser um grande problema.