Elimine o mau hálito de maneira definitiva

Elimine o mau hálito de maneira definitiva

Um método rápido e eficaz para eliminar o mau hálito é fazer bochechos ou enxágues longos com óleos naturais todos os dias, em jejum.
Elimine o mau hálito de maneira definitiva

O mau hálito afeta, de maneira negativa, a vida daqueles que o sofrem, já que é um problema que altera inclusive o humor da pessoa. No entanto, temos que ter em mente que a halitose pode ser um sintoma de outros problemas de saúde, que devem ser tratados se nos quisermos ter uma boa qualidade de vida em geral.

Neste artigo, você irá aprender quais são as possíveis causas que provocam halitose, assim como alguns remédios naturais que irão ajudar a eliminá-la por completo.

Sobre o mau hálito

A halitose é muito mais frequente do que se imagina e comumente afeta, em maior ou menor grau, uma em cada três pessoas.

A razão para que este dado possa surpreender tanto, deve-se ao fato de que quem sofre de halitose busca alguma maneira de mascarar este problema, ainda que isso signifique evitar eventos rotineiros que necessitem de contato próximo com outras pessoas.

A placa bacteriana

Quase em metade dos casos, a principal causa do mau hálito é devido ao acúmulo de placa bacteriana presente na língua. Às vezes, ocorre por falta de higiene, mas em outros casos, é a consequência de uma alimentação rica em açúcares e produtos refinados.

Além de escovar os dentes após cada refeição, recomendamos usar um limpador de língua, um utensílio que ajuda a limpar e remover as bactérias que se acumulam em sua parte superior, especialmente quando a língua apresenta uma coloração branca ou cinza.

Também é possível optar por um remédio antigo que permite eliminar as toxinas que se acumulam na boca e na parte superior do sistema digestivo.

Este método é conhecido como bochecho ou enxague com óleo, e, para realizá-lo,  somente é necessário enxaguar a boca durante 10 a 15 minutos diários, em jejum, com algum óleo vegetal de primeira qualidade.

Neste artigo, explicaremos com mais detalhes como é possível realizar esta incrível terapia depurativa, econômica, simples e totalmente natural.

Lingua-e- mau-hálito

Tabagismo

Este fator não passa despercebido, já que é responsável pelos odores mais desagradáveis que possam estar presentes na boca de quem fuma. Ocorre não somente pelo cheiro do tabaco, mas também porque o tabagismo promove um acúmulo de substâncias tóxicas, que envenenam de maneira progressiva.

Pessoas que são fumantes não podem esperar resolver a halitose sem deixar este hábito tóxico.

Existem muitas terapias naturais que podem ajudar no momento de largar o fumo, como por exemplo, a acupuntura ou as famosas flores de Bach.

Tabagismo-e-mau-halito

Veja também: 8 razões para parar de fumar

Transtornos respiratórios

Uma das causas mais desconhecidas do mau hálito é a de transtornos respiratórios, tanto da parte superior quanto da inferior. Em geral, este fator está relacionado com a presença de muco e focos de infecção em alguma parte do aparelho respiratório.

Para resolver a halitose causada por problemas respiratórios podemos seguir os seguintes conselhos:

  • Beber pelo menos dois litros de água durante o dia fora dos horários de refeição.
  • Não abusar dos produtos lácteos e farinha na dieta.
  • Ventilar todos os locais da casa, especialmente o quarto.
  • Colocar plantas que contribuam na purificação do ar da casa, como por exemplo, a planta jiboia.
  • Realizar limpezas com a ajuda de uma lota nasal.
  • Tomar infusões e fazer banhos de vapor no rosto com plantas medicinais que ajudam a expectorar, como o eucalipto, o pinheiro, a menta e o gengibre.

Tratamento-contra-mau-halito

Transtornos digestivos

É considerado o menos habitual dos casos, entretanto, quando a halitose ocorre por conta de transtornos digestivos, é também considerado um dos mais difíceis de resolver. Podem estar comprometidos o estômago ou fígado, de modo que o tratamento deverá ser mais complexo, com o fim de se realizar uma cura depurativa de todo o trato digestivo.

Além de priorizar uma alimentação equilibrada e natural, também podemos recorrer a alguns remédios que facilitam a função digestiva. Selecionamos algumas das plantas medicinais, especiarias e alimentos que proporcionam maiores benefícios e melhoram o funcionamento do fígado, da vesícula biliar e do estômago.

  • Boldo
  • Menta
  • Dente de leão
  • Cardo mariano
  • Cúrcuma
  • Gengibre
  • Pimenta-do-reino
  • Limão

Recomendamos também: As melhores frutas para digestão

Também é essencial evitar a prisão de ventre, caso o sofra de maneira habitual. É possível contar com alguns alimentos benéficos que são de grande ajuda no momento de regular o trânsito intestinal:

  • Ameixas secas
  • Sementes de linhaça
  • Psyllium (Plantago psyllium)