Emagreça sem contar calorias! - Melhor Com Saúde

Emagreça sem contar calorias!

Não se esqueça de incluir fibras na sua dieta para eliminar tudo aquilo que não é necessário para o corpo. Elas ainda são saciantes, e por isso previnem que comamos demais.

A maior parte das pessoas que decide seguir uma dieta de emagrecimento, costuma centrar toda a atenção para os valores calóricos dos alimentos como se essa fosse a forma mais confiável de controlar a alimentação e perder peso.

Porém, cada vez mais estudos demonstram que essa é uma forma errada e prejudicial de planificar uma dieta. Nesse artigo explicaremos o por quê.

As calorias são apenas um dado a mais

As calorias de um alimento são tão importantes como seu teor em outros valores nutricionais: gordura, fibras, proteínas, carboidratos, etc. Consumir 100 calorias de fruta ou de biscoito não é a mesma coisa, afinal, o corpo não digere e nem assimila os nutrientes do mesmo modo.

Por exemplo, se consumimos um alimento como o abacate, que é muito calórico mas também rico em gorduras saudáveis e fibras, nosso organismo assimilará essas gorduras com mais facilidade, e além disso, a fibra que a fruta contém nos ajudará a eliminar melhor o que não precisamos.

Em contrapartida, se consumimos um alimento rico em açúcares, gorduras prejudiciais e farinhas refinadas, possivelmente nosso corpo o detectará imediatamente como um alimento que deve ser armazenado, já que oferecerá menos nutrientes.

fast-food-SteFou

Existem alimentos que emagrecem?

A resposta é sim! Alguns alimentos emagrecem porque o organismo gasta muito mais calorias para digeri-los do que as calorias que esses próprios alimentos contém. Isso demonstra que não devemos contar com as calorias desses alimentos, pois ao consumi-los estaríamos na realidade gastando mais energia, ou seja, emagrecendo.

Esses alimentos, que gastam mais calorias do que as que contêm, são conhecidos como alimentos de valor calórico negativo e são principalmente frutas e verduras, como as que citaremos agora:

Hortaliças:

  • Couve
  • Alho
  • Cebola
  • Espinafre
  • Tomate
  • Aspargos
  • Beterraba
  • Brócolis
  • Cenoura
  • Salsão
  • Pepino
  • Berinjela
  • Abobrinha

Frutas:

  • Maçã
  • Melão
  • Frutas vermelhas
  • Toranja
  • Limão
  • Papaia
  • Abacaxi

Portanto, recomendamos que a alimentação de quem quer emagrecer se baseie principalmente nesses alimentos.

maca-pera-vastfield

Gorduras boas X gorduras ruins

Em geral as calorias são proporcionais ao teor de gordura do alimento, porém, o tipo de gordura que cada um contém também é diferente, por isso é preciso saber escolher sempre os tipos naturais e mais benéficos.

Por outro lado, as gorduras são imprescindíveis para o organismo e, além disso, promovem a eliminação dos depósitos de gordura de corpo neutro, portanto, eliminar certos tipos de gorduras da alimentação é um grande erro.

Exemplos de gorduras saudáveis:

  • Óleos vegetais prensados à frio
  • Frutos secos
  • Sementes
  • Abacate
  • Peixes
  • Gema de ovo

azeites-cottonseedoil

Exemplos de gorduras prejudiciais:

  • Carnes vermelhas e embutidos
  • Margarina e outras gorduras trans
  • Alimentos fritos
  • Derivados lácteos

A fibra

Também não podemos avaliar o teor calórico de um alimento sem considerar se ele apresenta ou não fibra insolúvel. A fibra em si não nos nutre, mas, faz com que a comida não nos engorde tanto.

Tem a capacidade de saciar, diminuindo nossa necessidade de comer muito e, além disso, nos ajuda a eliminar tudo o que o corpo não precisa.

Por exemplo, se nos demos direito de cometer um capricho (comer um bolo, um doce, tomar um sorvete), isso engordará menos se estamos consumindo alimentos ricos em fibra diariamente, por exemplo, uma maçã.

Quais são os alimentos que contêm fibras naturais?

  • Frutas
  • Verduras e hortaliças
  • Legumes
  • Frutos secos
  • Cereal integral

Se aumentamos o consumo de alimentos ricos em fibras é possível que, inicialmente, notemos alguns sintomas aparentemente negativos, como inchaço, gases ou, inclusive, prisão de ventre. Esses sintomas são temporários, enquanto nosso organismo se adapta a esses alimentos. Os evitaremos se mastigarmos bem os alimentos e bebermos agua o suficiente fora das refeições.

Dicas finais

Por tudo o que foi explicado nesse artigo, recomendamos que você se esqueça de contar as calorias e dedique esforços em escolher alimentos naturais e saudáveis, que te ofereçam todos os nutrientes necessários.

A alimentação deve ser equilibrada. Não devemos consumir menos calorias ou gorduras, mas sim escolher alimentos de mais qualidade. A falta de gorduras saudáveis pode causar, por exemplo, o envelhecimento precoce da pele, ressecamento do couro cabeludo, diminuição das defesas do organismo, prisão de ventre, etc.

Também não devemos abusar das proteínas de origem animal, como propõem outras dietas, já que isso pode danificar o funcionamento do fígado e dos rins, e a longo prazo causar o temido efeito sanfona.

Imagens oferecidas por SteFou!, vastfield, cottonseedoil.