Emagrecer com a dieta mediterrânea - Melhor Com Saúde

Emagrecer com a dieta mediterrânea

A dieta mediterrânea exclui as gorduras nocivas para o nosso organismo. Ela é baseada em manter determinados hábitos alimentares e consumir alimentos saudáveis.

Existem certamente muitos tipos de dieta, talvez demais. Mas, os especialistas recomendam buscar as mais saudáveis​​, aquelas que, além de ajudar a emagrecer, forneçam os nutrientes essenciais. A dieta mediterrânea se apresenta como uma excelente e imperdível opção, já que é rica em proteínas, fibras, ômega-3, grãos integrais, minerais e vitaminas e, mais importante, quase não tem gorduras, farinha e açúcares industriais. Vejamos em detalhes.

Por que a dieta mediterrânea pode me ajudar a emagrecer?

dieta-mediterránea

  • Primeiro, a dieta mediterrânea não é exatamente um método de emagrecimento em si. Trata-se de manter hábitos alimentares muito saudáveis, que, graças aos seus componentes e hábitos, regularão o peso, excluindo tudo o que nos engorda, ou até mesmo adoece. Os nutricionistas dizem que é possível perder um quilo por semana com a dieta mediterrânea.
  • A dieta mediterrânea é benéfica não só para nós, mas para toda a família. Ela cumpre os princípios básicos da pirâmide alimentar recomendados pela OMS.
  • Os benefícios da dieta residem na sua excelente contribuição de gorduras saudáveis, apenas as monoinsaturadas do azeite de oliva, e os ácidos graxos, como ômega 6.
  • Exclui-se a proteína animal e as carnes vermelhas.
  • É a dieta mais rica em antioxidantes: frutas, frutas secas, verduras e legumes.
  • É uma excelente fonte de fibras.
  • A dieta mediterrânea reduz o colesterol no sangue, protege contra doenças cardiovasculares e cuida do peso com a oferta equilibrada de nutrientes em que as gorduras nocivas são excluídas.

Quais alimentos compõem a dieta mediterrânea?

Caminar

  • Hortaliças, frutos secos como nozes, legumes, frutas como laranja, limão, melão, maçãs, uvas etc.
  • O azeite de oliva como principal fonte de gordura.
  • O vinho consumido em quantidades moderadas (uma taça por dia).
  • Peixes como atum, salmão, bacalhau etc.
  • Massas como principal fonte de carboidratos.
  • O consumo de carne se resume em frango ou peru, por serem carnes magras.

À dieta mais equilibrada, variada e saudável, adiciona-se o estilo de vida também benéfico. Passear debaixo do sol, absorvendo, assim, a vitamina D necessária, a importância do café da manhã, comer com descontração em família, hábitos que, por vezes, descuidamos por causa das nossas obrigações e que são parte essencial da nossa saúde.

 Orientações para cumprir a dieta mediterrânea

  • Cumprir 5 refeições diárias: café da manhã, brunch, almoço, lanche e jantar. As refeições devem ser equilibradas e em pequenas quantidades.
  • Nunca prescindir o café da manhã. É básico para obter a energia para começar o dia e para equilibrar a contribuição de todo o dia.
  • Preferir o azeite de oliva à manteiga.
  • O jantar será essencialmente à base de legumes.
  • Não excluir o pão, é fonte essencial de fibras. Escolher aquele com grãos integrais, sendo muito recomendado o com centeio ou aveia.
  • As especiarias também são altamente recomendadas: orégano, manjericão, salsa e, essencialmente, o alho.
  • Os doces são proibidos. Substituir o leite de vaca com leite vegetal.
  • Recomenda-se beber uma taça de vinho e dois litros de água por dia.

Exemplos de dieta mediterrânea

dieta-mediterranea

Apresentamos três cardápios. É possível realizar combinações a gosto, sabendo quais alimentos são mais saudáveis na dieta mediterrânea. É importante comer sempre no mesmo horário, e que frutas e verduras sejam sempre frescas. Se sentir fome entre as refeições, recorrer aos frutos secos, como nozes ou pistaches. Os sucos de frutas devem ser frescos e feitos na hora. Não se esquecer de comer tranquilamente e caminhar pelo menos uma hora por dia.

Cardápio 1

Café da manhã 

  • Suco de laranja e uma torrada integral com mel.

Brunch

  • Uma maçã

Almoço

  • Salada de alface, com meia romã e um toque de limão.
  • Peito de frango ao forno com limão
  • Uma infusão de chá verde

Lanche

  • Uma taça de uvas

Jantar

  • Mexido de espinafre com camarões
  • Merluza ao forno
  • Suco de maçã

Cardápio 2

Café da manhã

  • Uma taça de aveia com duas nozes e uma ameixa. 

Brunch

  • Um iogurte desnatado

Almoço

  • Salada de massa com tomates, manjericão, azeitonas pretas e azeite de oliva
  • Purê de abobrinha com orégano e pimenta

Lanche 

  • Uma tacinha de geleia de maçã

Jantar

  • Berinjelas ao forno
  • Uma salada de alface e cenoura ralada
  • Uma infusão de camomila e cidreira

Cardápio 3

Café da manhã

  • Leite de aveia e uma maçã

Brunch

  • Uma torrada integral com tomate natural e especiarias.

Almoço

  • Arroz integral com cogumelos
  • Uma salada de alface com duas rodelinhas de laranja

Lanche

  • Suco de pêssego

Jantar

  • Alcachofras fervidas com azeite de oliva e um pequeno toque de vinagre.
  • Uma salada de espinafre com pedacinhos de peru e abacaxi.