Entenda melhor as dores de cabeça - Melhor com saúde

Entenda melhor as dores de cabeça

A maioria das pessoas sente ou já sentiu dor de cabeça, entretanto nem sempre damos a devida atenção ao problema.

A dor de cabeça pode ter inúmeras causas, sejam problemas de visão, hormonais, enxaquecas, falta de sono, debilidade do organismo ou até mesmo a ingestão de pouca água durante o dia.

Geralmente os casos menos graves, e até mais comuns, costumam durar poucas horas e é possível resolvê-los com medicamentos simples, mas se a dor for insistente, pode estar indicando doenças mais graves.

A dor de cabeça (também conhecida como cefaleia) atinge desde crianças a idosos, e não possui relação com o status, muito menos com a etnia. Ela é universal. A seguir você conhecerá os tipos de dor de cabeça e se deve ou não se preocupar.

Tipos de dores de cabeça

Existem diversos tipos de dores de cabeça, suas intensidades podem ser fraca, moderada ou forte. Geralmente são chamadas de primárias e secundárias, sendo as dores de cabeça primárias mais comuns.

Elas são ocasionadas por distúrbios no cérebro, alterando o funcionamento dos neurotransmissores, e causando a dor.
Enxaquecaorigem tensional (tensão), comum entre mulheres, as causas podem ser o estresse, a permanência em ambientes luminosos durante muito tempo, distúrbios hormonais, TPM, etc.

Cefaleia em Salvas – rara, e que atinge mais os homens. Geralmente se manifesta apenas de um lado da cabeça, na região de um dor olhos ou de um dos lados da testa.

A duração pode ser de 15 minutos ou 3 horas, geralmente ela surge durante a noite e a dor é extrema, a ponto de a movimentação em qualquer sentido piorar seus efeitos.
Hemicranias Paroxísticas –  Apesar do nome, essa dor não é tão rara. Erroneamente ela é confundida com a cefaleia em salvas, uma crise de sinusite e até mesmo com uma enxaqueca.

Ela pode estar associada a fenômenos tais como entupimento de vasos faciais e/ou corrimento nasal, lacrimejamento, vermelhidão ocular… Pode ocorrer 22 vezes ao dia e durar entre 5 e 45 minutos, surgindo hora como uma dor terrível e severa e hora como uma dor moderada.

Como prevenir dor de cabeça?

Alguns alimentos consumidos diariamente aliados a hábitos saudáveis podem ajudar a evitar a dor de cabeça. Eis algumas atitudes que contribuem para afastar a dor de cabeça no dia a dia:

  • Praticar atividades físicas, que sejam prazerosas e adequada a cada pessoa;
  • Realizar técnicas de relaxamento, tais como meditação, ioga, etc.;
  • Fugir do estresse, de aborrecimentos;
  • Evitar locais muito escuros ou muito iluminados;
  • Não ficar muito tempo em frente à tela de computador;
  • Não escrever ou ler no escuro;
  • Comer legumes, verduras e fibras;
  • Tomar água de coco e muita água diariamente.
cry

A mudança de hábitos e alimentação pode ajudar muito no controle das incidências de dores de cabeça.

Esses são alguns exemplos básicos.

Tratamentos para as dores de cabeça

Para alívio imediato, em situações onde a incidência da dor é contínua, convém recorrer a medicamentos. Nesse caso é ideal buscar um especialista, como um neurologista por exemplo, que indique um tratamento preventivo, para que a dor não volte e um medicamento que alivie a dor nos momentos de crise.

Dentre os remédios que podem tratar o problema, estão os analgésicos que não necessitam de prescrição médica, e as drogas antidepressivas que ajudam a equilibrar a serotonina, que está relacionada a efeitos químicos nos vasos sanguíneos. Sangue circulando no cérebro previne dores de cabeça.

Remédios naturais para tratar a dor de cabeça

Em casos de dores de cabeça simples, não recorrentes e não tão fortes, é possível fazer uso de alguns remédios naturais. Seguem alguns exemplos:

Ingredientes

1 colher de sementes de girassol tostadas e moídas;

1 xícara de água fervendo.

Modo de fazer

Misture o pó das sementes de girassol na água fervendo e deixe mornar. Coe e adoce com mel.

Outra opção

Ingredientes

6 colheres (sopa) de alfazema

2 colheres de hipérico

3 colheres de pulsátila

3 colheres de melissa

3 colheres de tília

3 xícaras de óleo de oliva

Modo de fazer

Junte as ervas recomendadas num vidro esterilizado e seco. Cubra com o óleo de oliva e deixe por 30 dias em local fresco. Após 1 mês, coe e use 1 colherinha de café desse óleo em 1/2 xícara de água, ou em 1 colher de sopa de mel, 3 vezes ao dia. Use também esse óleo para massagens na fronte, olhos, testa e nuca.