6 erros a evitar para manter os alimentos em bom estado

6 erros que você deve evitar para manter os alimentos em bom estado

Embora muitas vezes ignoremos isso, cada alimento precisa de um tipo de conservação para prolongar a sua vida útil e assim não corrermos riscos na hora de consumi-los.
Alimentos

A conservação de alimentos é uma tarefa simples que ajuda a evitar desperdícios e perda de dinheiro.

Apesar de alguns não prestarem muita atenção a isso, este é um hábito que contribui para reduzir a quantidade de alimentos que é perdida a cada dia.

O problema é que muitos não o fazem da forma correta e acabam cometendo erros que podem causar desconforto à saúde.

Na maioria das vezes são simples descuidos, enquanto em outros casos são maus hábitos que temos há muito tempo.

Seja qual for o caso, o melhor é identificá-los e tentar adotar medidas que ajudarão a armazenar os alimentos de forma segura.

Hoje queremos detalhar 6 erros que devemos evitar para mantermos os alimentos em bom estado.

1. Muito tempo em temperatura ambiente

alimentos-temperatura-ambiente

O tempo é um fator determinante para manter os alimentos em boas condições. Ao deixá-los em temperatura ambiente permitimos que as bactérias se proliferem e contaminem os alimentos.

Isto explica por que às vezes eles se decompõem antes do tempo ou começam a liberar odores desagradáveis.

Qual é a solução?

  • Para alterar o ambiente em que os microrganismos precisam para evoluir coloque as sobras de comida na geladeira.
  • Não se trata de atrasar este processo, mas evite guardá-los demasiadamente quente.

2. Conservação de ovos

Atualmente algumas empresas estão colocando data de vencimento nos ovos para que os consumidores saibam quando é seguro comê-los.

No entanto, nem todos contam com esse detalhe, o que torna difícil saber se é conveniente comê-los depois de algum tempo.

Qual é a solução?

  • Para responder a esta pergunta, tenha em conta que você não deve armazená-los na geladeira por mais de três meses. Além disso, se eles já estiverem cozidos seu tempo de consumo não deve exceder uma semana.

3. Forma de descongelar os alimentos

descongelar-alimentos

congelamento é um dos melhores métodos para prolongar a vida útil de muitos alimentos crus e cozidos.

O problema geralmente acontece quando chega a hora de descongelá-los para depois consumi-los.

Algumas pessoas os tiram do congelador momentos antes de consumi-los e os colocam em água fervente ou no fogo para que o gelo derreta rápido.

Este erro é muito perigoso porque pode levar a problemas digestivos ou intoxicações.

Qual é a solução?

  • Para que o descongelamento seja seguro deixe o alimento na parte de baixo da geladeira durante a noite toda.

4. Não usar rótulo nos alimentos

Parece ultrapassado, mas rotular os alimentos é um fator que afeta a boa conservação e segurança alimentar.

Às vezes esquecemos quando os armazenamos e em quanto tempo devemos comê-los sem que causem efeitos negativos para a saúde.

Qual é a solução?

  • Se você é do tipo de pessoa que se esquece facilmente, use uma fita para marcar e escreva o tipo de alimento e data que foi guardado. Estes dados simples irão ajudá-lo a notar a comida antes que passe a sua data de consumo.

5. Basear-se no cheiro

cheiro-alimentos

Este é um dos erros mais cometidos porque quase todo mundo tem a ideia de que um bom aroma é sinônimo de boas condições.

A verdade é que nem todos os alimentos danificados cheiram mal, já que o congelamento e as baixas temperaturas do refrigerador removem os odores.

Qual é a solução?

  • O ideal é manter o alimento por um período máximo de quatro ou cinco dias. No entanto, se ele contém peixe, não é aconselhável mantê-lo mais do que dois dias.

6. Guardar os alimentos crus com os cozidos

Muitos querem aproveitar cada canto da geladeira sem levar em conta as medidas de segurança necessárias para um correto armazenamento dos alimentos.

Sob nenhuma circunstância você deve guardar alimentos crus junto com os cozidos, pois se ambos tiverem contato isso pode levar a problemas de saúde quando ingeridos.

Este problema é conhecido como contaminação cruzada direta e é uma das mais comuns nas casas.

Qual é a solução?

  • Leve em conta que o alimento cozido deve ser guardado na parte superior do refrigerador, verificando sempre se há algum gotejamento.
  • Os crus devem ser colocados na parte inferior, de preferência em sacos protetores ou recipientes herméticos.

Finalmente, lembre-se de que uma limpeza correta do refrigerador é também decisiva para o alimento ser preservado de forma saudável e apto para o consumo.

Desinfete com um pouco de vinagre ou soluções similares com propriedades antibacterianas.