Inchaço depois de comer: confira dicas pra ficar leve

Estas dicas ajudarão você a evitar o inchaço depois de comer

Algumas pessoas comem pouco, e ainda assim ficam com o estômago inchado. Por que isso acontece? Neste artigo, falaremos sobre algumas causas do problema e como evitá-lo.
Estas dicas ajudarão você a evitar o inchaço depois de comer

O inchaço e a dor provocados pela má digestão podem ter várias causas e soluções simples. Algumas pessoas possuem doenças estomacais graves e precisam de acompanhamento médico, mas a grande maioria apresenta inchaço por conta de maus hábitos, fáceis de mudar.

Para ter uma digestão mais eficiente, sugerimos o seguinte:

1. Beber os alimentos

Não, não estamos querendo dizer que você devería se alimentar apenas de líquidos ou bater as refeições no liquidificador.

Na realidade, o que é preciso fazer é mastigar bem os alimentos, para que eles sejam engolidos quase líquidos. Ao contrário do que muita gente pensa, a digestão começa na boca, pois a mastigação tritura os alimentos e a saliva possui enzimas digestivas.

Se a comida chegar quase sólida no estômago, que é o que acontece quando comemos às pressas, a digestão será muito mais difícil e o ventre vai inchar. Além disso, quando mastigamos, damos tempo ao cérebro de enviar um sinal de saciedade ao corpo, para evitar que a pessoa coma demais.

Por isso, mastigar bem os alimentos pode até ajudar você a perder o excesso de peso. Experimente!

alimentos que ajudam na digestão e reduzem inchaço

2. Coma com atenção, sem pressa

Nós não podemos comer às pressas. Comer de pé, dirigindo, caminhando, falando ao telefone e assistindo televisão é bem comum na vida agitada que levamos, mas é perigoso para a saúde. Além disso, comer enquanto dirige o carro é perigoso, pois afeta a atenção e aumenta o risco de acidentes.

Comer na frente do computador, enquanto se trabalha, ou em uma reunião de trabalho, também não é algo que se deva fazer todos os dias.

Então, qual a maneira certa de comer? O ideal seria sentado, tranquilo, em um ambiente tranquilo, conversando assuntos amenos. Assim, o corpo fica mais relaxado e pode concentrar suas energias no complexo processo da digestão.

3. Atenção na combinação de alimentos pode evitar o inchaço após comer

Saladas ajudam evitar o inchaço após comer

Alguns alimentos não devem ser consumidos juntos, pois dificultam a digestão. Aqui estão algumas dicas para escolher o que colocar no prato:

É melhor não comer frutas no almoço, com exceção de maçã e pera, duas frutas neutras que podem ser misturadas com qualquer alimento. Evite as frutas cítricas, a melancia e o melão. Prefira deixá-las para o meio da manhã ou o lanche da tarde.

— O leite é um alimento difícil de digerir. E ainda mais se nós o bebemos durante a refeição. Prefira consumir um pedaço pequeno de queijo branco durante o almoço ou jantar.

Não se deve misturar mais de um tipo de proteína na mesma refeição. Escolha entre carne, peixe, ovos ou legumes muito proteicos, como os feijões.

— Alguns vegetais são famosos por causar gases e flatulência e, em algumas pessoas, até diarreia. São exemplos o repolho, couve-de-bruxelas e brócolis. Prefira consumi-los crus, em porções moderadas e em saladas ou pratos menos elaborados, com poucos temperos.

4. Evite beber líquidos durante as refeições para evitar inchaço

Esta dica é bem conhecida e muito lógica. Se bebermos vários copos de nossa bebida predileta durante as refeições, é claro que o estômago ficará inchado, incapaz de acomodar ao mesmo tempo líquidos e sólidos no mesmo espaço.

Evite beber muita água ou sucos durante as refeições, pois isso pode até dilatar o estômago e levar ao sobrepeso. Beba bastante líquido ao longo do dia, mas nos intervalos das refeições principais.

5. Consuma chás digestivos para combater o inchaço

Chá de canela ótimo para combater o inchaço após comer

Algumas ervas e alimentos usados para fazer chá tem propriedades digestivas. Confira alguns:

— Hortelã
— Camomila
— Anis
— Funcho
— Gengibre
— Boldo-do-chile
— Canela
Stevia rebaudiana

6. Descansar ou se mover?

Algumas pessoas acham que descansar deitado após uma refeição é a melhor coisa a se fazer. Na Espanha, por exemplo, existe a “sesta”, um intervalo de algumas horas após o almoço em que não se trabalha ou estuda, apenas se descansa do almoço.

Pelos menos, 15 minutos depois da refeição, não deveriamos fazer exercícios intensos. Depois desse período, podemos voltar gradativamente a fazer nossas atividades.

No entanto, o sono profundo após uma refeição farta também não é recomendado, por isso se recomenda consumir pratos leves no jantar, pelo menos uma hora e meia a duas horas antes de se deitar. Comer muito ou consumir alimentos pesados e ir dormir pode desencadear dores abdominais, pesadelos ou insônia.