Estressada? Alcance o equilíbrio interior com estes alimentos

Estressada? Alcance o equilíbrio interior com estes alimentos

Você está muito atarefada? O trabalho e a família exigem cada vez mais e você não sabe o que fazer? Pare por um momento e tome um pouco de ar. Você está estressada e é o momento de reconhecer isso.  Em seu organismo está acontecendo uma série de mudanças bioquímicas que está afetando sua saúde, desta forma, você deve tomar medidas antes que seja tarde.

Ter consciência de que sofremos com o estresse e que estamos chegando ao limite de nossas forças é, sem dúvida, o primeiro passo para estabelecer estratégias de melhoria da qualidade de vida. Lembre-se que, além de controlar adequadamente todas essas emoções negativas e de compreender quais são as autênticas prioridades em sua vida, é importante também “se cuidar por dentro”.

É por isso que hoje em nosso blog queremos mostrar quais são os alimentos que não devem faltar a partir de agora em seu dia a dia. Tome nota!

1. Sim para as frutas secas

frutas secas

Há algo que nunca devemos nos esquecer: os estados de estresse alteram a bioquímica de nosso cérebroe isso explica, por exemplo, porque ficamos obcecados por determinadas coisas, que vejamos tudo de forma muito negativa e que, inclusive, uma situação de estresse seja mantida por muito tempo e se transforme em depressão.

Os alimentos ajudam a impedir essas mudanças bioquímicas, e as frutas secas são grandes aliadas para favorecer o organismo. Quer saber de quais frutas secas estamos falando?

  • Amêndoas, nozes e avelãs: estas frutas secas são muito ricas em vitamina B, que possui a incrível propriedade de melhorar o ânimo. O que ela faz é regular a liberação de serotonina em nosso cérebro, um neurotransmissor muito importante que favorece a comunicação entre neurônios. Se houver um déficit ou um desequilíbrio, haverá um aumento da ansiedade, do nervosismo e problemas de sono, entre outros.

Consuma 2 nozes, 3 amêndoas e 5 avelãs por dia. O melhor é consumi-las nas primeiras horas do dia.

2. A banana

Os médicos e nutricionistas consideram a banana a melhor fruta anti-estresse, ideal para combater essa ansiedade cotidiana que costumamos sentir. Explicamos a seguir quais são suas principais propriedades:

  • A banana é rica em vitamina A e vitamina B, que favorecem o equilíbrio de muitos destes neurotransmissores que fazem com que você se sinta estressada, como a serotonina.
  • Além de ser muito rica em cálcio e magnésio, a banana é, antes de tudo, rica em potássio. Graças a este elemento, a carga elétrica dos neurônios é regulada, evitando alterações que aumentem nosso nervosismo, que se acelere nosso coração ou que sejamos mais sensíveis a determinados estímulos.
  • A banana também é muito rica triptofano, um tipo de aminoácido que nos ajuda a sintetizar proteínas, a regular os níveis de serotonina e, sobretudo, a favorecer o equilíbrio do hormônio melatonina, muito importante para sincronizar os ciclos de vigília e sono.

3. O chocolate amargo

Você esperava que o chocolate apareceria nesta lista? Pois é! No entanto, é preciso fazer uma consideração, trata-se do “chocolate amargo e sem açúcar”.

Lembre-se, sempre que você se sentir estressada, seria ideal levar em sua bolsa um pedaço de chocolate amargo. Além de ser saboroso e saciante, a iguaria pode ajudar em outras situações:

  • O chocolate amargo é muito rico em magnésio e feniletilamina, um precursor da serotonina que, como você já sabe, vai ajudar a regular a bioquímica cerebral que favorece a ansiedade e os pensamentos negativos quando estiver estressada.

E, lembre-se sempre de consumir o chocolate amargo sem açúcar!

4. O salmão

Salmão

O salmão é ideal para o jantar. Se você o preparar ao forno com suco de limão, aspargos e um pouco de brócolis ao vapor, terá um prato saudável e adequado para tratar os níveis de estresse. A razão disso se baseia nos seguintes aspectos:

  • Seus ácidos graxos ômega 3, os quais, além de combater a inflamação, nos ajudam a reduzir o nível de cortisol em nosso organismo. Como você já sabe, este hormônio pode alterar muitas de nossas funções vitais, que se eleve o ritmo cardíaco, a tensão, que soframos com problemas digestivos, etc.

Seria muito adequado, no entanto, consumir entre duas ou três vezes por semana salmão ou qualquer outro tipo de peixe azul como, por exemplo, sardinhas. Segundo vários estudos, este tipo de alimentos ricos em ácidos graxos ômega 3 podem reduzir em até 20% nosso nível de estresse.

5. O iogurte branco

iogurte branco

 

O iogurte natural sem açúcar é um dos melhores probióticos que podemos tomar. Muito adequado, por exemplo, para o café da manhã, misturando com algum pedaço de fruta e algumas frutas secas.

  • Os probióticos nos ajudam a reduzir toda inflamação e a regular nossa digestão e o trânsito intestinal, os quais, como já se sabe, costumam se alterar quando sofremos com o estresse.
  • Além deste importante dado, não podemos nos esquecer de que este tipo de lácteos são muito benéficos para o sistema nervoso, pois são ricos em proteínas e favorecem a síntese do triptofano. Este aminoácido, tal e como comentamos antes, nos ajuda a regular o nível de serotonina.

Não se esqueça de incluir em sua dieta todos estes alimentos quando se sentir estressada!