Como o estresse afeta as mulheres? - Melhor com saúde

Como o estresse afeta as mulheres?

Os hormônios fazem com que o estresse afete de um modo distinto os homens e as mulheres. Embora sejam mais sensíveis a ele, as mulheres também conseguem administrá-lo com estratégias mais inteligentes.

Todos nós já passamos, em algum instante de nossas vidas, por uma situação de estresse.

São aqueles momentos em que determinados acontecimentos nos sobrecarregam e nos fazem sentir pressionados, momentos em que nossa saúde começa a mostrar algumas mudanças e nossa qualidade de vida é severamente prejudicada.

É muito comum escutar na mídia e em revistas especializadas como o estresse é discutido em termos genéricos, mas poucas vezes levam em consideração as particularidades da mulher, como o quanto isso afeta sua realidade pessoal.

As mulheres são diferentes dos homens. Visto que o peso dos hormônios faz com que o estresse as afete de uma maneira diferente, se somarmos a isso, por vezes, responsabilidades em situações que variam desde o local de trabalho até a família (cuidando de filhos e parentes idosos). Tal realidade está intercalada com diversos outros fatores que resultam em situações muito claras de estresse, nas quais o corpo é afetado por mudanças diferentes dos homens. Por este motivo, decidimos abordar esta realidade para trazer, também, alguns pontos em que poderá encontrar ajuda.

Motivos mais comuns de estresse em mulheres

  • Pressão do trabalho junto com as obrigações familiares;
  • Menopausa;
  • Cuidar de membros da família que estão doentes;
  • Problemas matrimoniais, separações, divórcios; 

Estudos demonstraram que as mulheres são, em média, mais sensíveis ao estresse do que os homens, entretanto, graças aos estrogênios elas o enfrentam melhor e são mais resistentes.

O professor Karl Pibram, da Universidade da Califórnia, argumenta, além disso, que as mulheres enfrentam o estresse de uma maneia mais lógica e verbal do que os homens, e é isso que, sem dúvidas, faz com que elas sejam mais hábeis e resistentes para lidar com a situação.

Efeitos do estresse sobre a saúde das mulheres

  • Dores de cabeça, especialmente no período pré-menstrual, onde aparecem fortes enxaquecas;
  • Espasmo esofágico (dor de estômago e até mesmo dificuldade de engolir).
  • Azia;
  • Perda de cabelo;
  • Náuseas;
  • Dor no peito, costas e pescoço;
  • Sentir necessidade de urinar com frequência;
  • Fadiga crônica;
  • Falta de desejo sexual;
  • Alterações menstruais (especialmente atrasos e até mesmo o desaparecimento da menstruação, que é comumente chamada de amenorreia);
  • Crises de angustia;
  • Insônia;
  • Alterações do sistema imunológico tornam-se mais propensos a desenvolver doenças a como osteoporose, a artrite inflamatória, a diabetes tipo II etc;
  • Prisão de ventre ou diarreia;
  • Problemas na pele: A pele é muito sensível à situações de ansiedade e estresse, assim, tornam-se comuns as reações inflamatórias, tais como eczemas, vermelhidão, olheiras, perda de luminosidade na pele… Tudo isso deve-se ao fato das células da epiderme imediatamente reagirem aos hormônios do estresse, provocando vasoconstrição, provocando envelhecimento precoce, maior transpiração e aparente cansaço.

Quando a situação estressante se torna mais intensa e persistente, nos vemos afetados por realidades muito mais complexas que podem ter como consequências as seguintes doenças:

  • Anorexia ou bulimia;
  • Psicose depressiva;
  • Transtornos de ansiedade.

Como lidar com o estresse?

Se existe algo de negativo com relação ao estresse, é que nos tira anos de vida, nos envelhece e provoca graves alterações a nossa saúde, nosso corpo se enche de toxinas e, a cada dia, é mais difícil enfrentar o cotidiano com mais força e reaver o ânimo de antes. É preciso assumir as rédias da situação. De que modo? Vamos te ensinar:

  • Identificar onde se concentra a causa de seus problemas e tentar solucioná-los, sempre com o apoio de familiares ou amigos, com a ajuda de um profissional de saúde;
  • Encontre tempo para você, mesmo que seja uma hora por dia, para passear, escutar música e sentir-se bem com você;
  • Estabeleça prioridades e observe seus estados de humor. Em nossa vida, devemos saber o que é importante, e nossa saúde é certamente o pilar fundamental. Tente pensar quais situações te causam angustias, identifique-as e pense de que modo poderá melhor enfrentá-las.

Quais alimentos podem ajudar em situações de estresse?

  • As vitaminas A, C e E te farão muito bem, pois contêm uma grande quantidade de radicais livres, por isso, é bom ingerir cenoura, melão, brócolis, couve de Bruxelas, espinafre, batata ou inhame, tomate, frutas secas;
  • A vitamina B fortalece o sistema nervoso central e possui efeito sedativo. Pode ser encontrada na levedura de cerveja, nos cereais, no abacate, no repolho, no feijão verde etc;
  • Os minerais são também indispensáveis, o magnésio, o cálcio e o potássio são fundamentais. Podem ser encontrados nas frutas e verduras, porém, recomendamos especialmente o magnésio, devido suas incríveis propriedades para sanar os estados de estresse.