Câimbras musculares veja como evitar - Melhor com saúde

Como evitar as câimbras musculares

Para evitar os dolorosos espasmos, a recomendação é aumentar o consumo de alimentos ricos em magnésio e potássio, além de fazer alongamentos e massagens na região afetada.

As câimbras musculares são espasmos que ocorrem quando o músculo se contrai involuntariamente. Acontecem geralmente pela noite ou depois de exercícios físicos e podem chegar a ser muito dolorosos.

Falaremos dos alimentos, nutrientes e suplementos que podem nos ajudar a evitar as câimbras e melhorar o estado de nossos músculos.

Magnésio

Sempre que nos referimos a saúde muscular pensamos no magnésio, um mineral que está pouco presente em nossa alimentação pelos maus hábitos alimentares, mas também pela má qualidade dos vegetais que são cultivados hoje em dia. Podemos consumir o magnésio como suplemento, em forma de cloreto ou de citrato, mas também em alimentos que o contém, tais como:

  • Hortaliças de folha verde
  • Cacau
  • Frutos secos
  • Ervilhas
  • Abacate
  • Arroz integral
  • Banana

 arroz integral evita câimbras

Potássio evita câimbras

O potássio é outro mineral do qual o músculo mais necessita. Ele se equilibra com o sódio, e como este é abundante em nossos pratos, o potássio se encontra normalmente descompensado.   Que alimentos são ricos em potássio?

  • Tomate
  • Banana
  • Gérmen de trigo
  • Frutos secos
  • Batata
  • Ruibarbo
  • Melão

Uma boa maneira de assegurarmos a cada dia as quantidades suficientes de magnésio, potássio e do resto dos minerais é comer diariamente uma salada com folhas verdes, frutos secos, sementes de girassol e de gergelim e germinados. Além disso, podemos usar o alho cru para temperar nossos pratos.

alimentos com potássio evitam câimbras

Suplementos naturais para combater câimbras

Tintura de viburno: A tintura do arbusto viburno é uma opção vegetal para combater as câimbras. Tome uma colherada com água até três vezes ao dia.

Gilbardeira: A gilbardeira é uma planta que ajuda a melhorar a circulação e por isso contribui para evitar as câimbras. Tome de 7 a 11 mg de extrato de gilbardeira por dia.

Alecrim: Um potente circulatório como o alecrim não pode faltar entre os remédios.

Banhos frios nas pernas

A hidroterapia ou terapia com água a distintas temperaturas pode ser muito útil para melhorar a circulação. Neste caso podemos usar água fria e o processo com o jato da ducha será o seguinte:

  1. Subir pelo lado exterior da perna direita;
  2. Descer pelo lado interior da perna direita;
  3. Subir pelo lado exterior da perna esquerda;
  4. Quando chegar à altura do joelho passe um momento no joelho direito e volte para o joelho esquerdo e desça novamente;
  5. Se puder faça o mesmo processo pela parte traseira das pernas, sem necessidade de mudanças nos joelhos;
  6. Na hora de secar as pernas use uma toalha áspera e friccione um pouco a pele, de baixo para cima.

Exercícios, alongamentos e massagens contra câimbras

Tão importante como a alimentação é realizar exercícios diários que não sejam agressivos, como caminhar, nadar ou andar de bicicleta, e realizar alongamentos musculares antes e depois do exercício.

Finalmente, podemos também fazer massagens nas zonas onde temos as câimbras, se possível com um fisioterapeuta ou osteopata, mas também pode fazê-lo você mesmo, se a zona permitir.

Para isso, use óleo de gergelim como base e adicione umas gotas de óleo essencial de algumas destas plantas: Hamamelis, alecrim, gilbardeira ou viburno.

Ao terminar, cubra com toalhas e deixe o músculo repousar por pelo menos 5 minutos, para manter a zona quente.

Imagens por cortesia de silvermann68 y sweetbeetandgreenbean