Frango para um jantar saudável - Melhor com saúde

Frango para um jantar saudável

Como a maioria dos brasileiros considera o almoço como a refeição principal , o jantar acaba ficando em segundo plano. No entanto, o mais indicado pelos nutricionistas é fazer refeições menores e proporcionais ao longo do dia, e incluir todos os grupos de alimentos em cada uma delas (carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais). Além disso, é o jantar que irá garantir um sono adequado, sendo, assim, interessante dar a devida importância a essa refeição.

No jantar, evite gorduras, frituras, molhos e queijos. Abuse de verduras e legumes. E coma, pelo menos, uma hora e meia antes de ir dormir.  E, como prato principal, nada como o frango para dar aquela ajuda ao cardápio, por seu elevado valor proteico associado a um nível mais baixo de gordura em relação à carne vermelha (desde que consumido sem pele):  100 gramas de carne vermelha representam 155 kcal e 5,1 gramas de gordura, enquanto 100 gramas de frango representam 119 kcal e 0,23 gramas de gorduras. Além disso, o tempo de preparo do frango é bem mais rápido, o que facilita a vida de quem acabou de chegar do trabalho.

Modos de preparo

Confira as sugestões abaixo para saber como variar o seu cardápio com o frango e evitar a monotonia:

  • Frango grelhado: o tradicional frango grelhado pode ser servido com molho de ervas, para dar aquela variada no paladar.
  • Frango desfiado: use em recheios de panquecas e crepes (prepare com leite desnatado e margarina light), e combine com vegetais folhosos, como a escarola e o espinafre.
  • Frango cozido ou ensopado: ótimo para sopas e caçarolas.
  • Frango assado: retire a pele para diminuir o valor calórico e acrescente legumes e verduras ao prato.
  • Estrogonofe de frango: troque a carne pelo frango e inclua creme de leite e margarina light.

Imagery Rose with Grilled Chicken Kebabs and Garlic and Chili Long Beans

Outras aves

Além do frango, outras aves como o peru, pato, ganso, galinha-d’angola, pombo, faisão e codorna, são ótimas opções. Elas oferecem todos os aminoácidos essenciais que, além de suas funções construtoras, também influenciam o nosso humor, atenção, concentração e qualidade do sono.

Para completar, as aves são uma ótima fonte de outros nutrientes essenciais ao bom funcionamento do corpo humano, como o cálcio, cobre, fósforo, potássio e zinco, bem como vitaminas do complexo B, essenciais para o bom metabolismo celular, respiração e circulação sanguínea. O teor de ferro também é mais alto que o presente na carne vermelha, ajudando a evitar a anemia.

Sugere-se que a pele seja retirada do frango antes do seu preparo, para evitar que a gordura infiltre-se na carne – o consumo da pele pode levar a problemas cardiovasculares e ao aumento do colesterol ruim no sangue. No caso do pato, fure a carne antes de grelhá-la, para que a gordura interna escorra. Lave bem as aves em água corrente antes de cozinhá-las e mantenha a tábua de corte bem limpa com sabão e água quente, para evitar o acúmulo de bactérias e fungos.

Imagens oferecidas por: audie_hanpachern e Maksis