Como frear um herpes labial em uma noite com um truque simples

Como frear um herpes labial em uma noite com um truque simples

herpes labial

O herpes labial é uma infecção que se produz por um vírus muito contagioso, que se propaga facilmente ao tocar uma ferida ativa. A infecção provoca bolhas pequenas e dolorosas, que além de serem antiestéticas, também podem propagar facilmente a infecção, simplesmente através do contato de pele com pele.

Qual é a causa do herpes labial?

herpes-labial-500x334

Esta infecção, comum na região da boca, é causada pelo vírus do herpes tipo 1 (VHS-1), que costuma infectar pessoas desde um pouco antes dos 20 anos. Uma vez que a pessoa tenha a sua primeira infecção, o vírus “adormece” nos tecidos do rosto e, em algum momento, pode voltar a despertar, provocando de novo estas incômodas feridas.

Na maioria dos casos, o herpes labial é produzido pelo vírus do herpes simples tipo 1 (VHS-1) que costuma ser mais fácil de combater. No entanto, já foram registrados casos de pessoas com herpes labial produzido pelo vírus do herpes simples tipo 2 (VHS-2), que é o que causa o herpes genital. Nestes casos, ele é transmitido quando a pessoa fez sexo oral e ele entrou em contato com a boca.

O vírus do herpes labial pode se propagar muito facilmente de pessoa para pessoa, quando alguma das duas tem uma ferida ativa ou uma lesão de herpes. Portanto, deve-se evitar o contato direto ou íntimo com uma pessoa que sofra com este problema e evitar tocar a lesão ou usar algo que tenha estado em contato com a mesma, como por exemplo máquinas de barbear, toalhas, pratos ou outros artigos.

Como frear um herpes labial em somente uma noite?

alho

Com um simples truque de medicina natural podemos acabar com o herpes labial em apenas uma noite. Este truque consiste em aproveitar as propriedades do alho, já que ele atua como um antibiótico natural, capaz de frear a ação de vírus, bactérias e fungos. O alho contém substâncias nitrogenadas, sódio, potássio, selênio, cálcio, magnésio, silício, sulfuro de hidrogênio, ácido fosfórico, vitamina C, D, B e óleos essenciais. Além disso, ele contém um composto chamado alicina, que de acordo com investigações, tem um forte efeito antibacteriano que ajuda a curar infecções rapidamente. De fato, muitos estudos asseguram que o alho pode funcionar melhor que os antibióticos farmacêuticos, incluindo também o fato de não ter efeitos colaterais.

O alho também ajuda a melhorar a circulação sanguínea, previne problemas cardiovasculares, é recomendado para pessoas com diabetes, ajuda a reduzir o colesterol, combate os radicais livres e ajuda a prevenir uma grande quantidade de doenças.

Truque para acabar com o herpes labial em uma noite

alho1

Pique ou triture muito bem um dente de alho. Em seguida, coloque-o diretamente sobre o herpes labial ou ferida. Se o herpes for grande, deve-se repetir o tratamento várias vezes com novos pedaços de alho. Deixe a pasta de alho agindo durante 10 minutos e em seguida enxágue com água morna. É possível que o remédio cause coceira ou ardor, mas estes sintomas desaparecerão em questão de segundos. Além disso, o alho pode aliviar a dor imediatamente e pode acabar com o herpes labial em algumas horas. Se ele não for eliminado, recomenda-se repetir o tratamento à noite até obter bons resultados.

Outra opção consiste em aplicar a pasta de alho, cobri-la com gaze e deixá-la agindo durante toda a noite. Na manhã seguinte, deve-se lavar o herpes e você notará como ele terá secado significativamente.

Como evitar outra infecção

Por último, lembre-se de que o herpes labial pode se propagar facilmente através de diferentes elementos de uso pessoal. Portanto, uma vez curada a ferida, jogue fora a sua escova de dentes atual, produtos para os lábios, toalhas ou lâminas de barbear, entre outros elementos que entraram em contato com o herpes. É provável que esses artigos tenham sido contaminados com o vírus do herpes, por isso seu uso posterior poderia desencadear uma nova infecção.

Também é importante usar protetor solar para prevenir o surgimento de novos casos. Deve-se evitar ao máximo a exposição direta ao sol, já que ela poderia provocar um novo caso de herpes labial.