Geleia de pêssego e propriedades da fruta - Melhor com saúde

Geleia de pêssego e propriedades da fruta

Esta fruta, originária da China, é uma das mais cultivadas em todo o mundo. É muito saudável e pode nos oferecer inúmeros benefícios se consumida regularmente. O pêssego é rico em carotenos, o que faz com que exerça uma função antioxidante e anticancerígena.

Além disso, essa fruta é muito rica em água e fibras, o que a torna uma boa opção para dietas de emagrecimento.

Pode ser adicionada a nossa dieta de diversas maneiras, desde a fruta madura e pura, até como acompanhamento em saladas, gelatinas ou geleias.

Hoje, falaremos da receita para preparar uma deliciosa geleia de pêssego. Lembramos que devido à quantidade de açúcar que a receita leva, é muito importante seu consumo com moderação, caso o contrário, para quem pretende emagrecer, a receita pode se converter em uma má opção.

Mas antes de colocarmos a mãos na massa, falaremos mais sobre:

Algumas propriedades do pêssego

O pêssego nos oferece muitas vantagens interessantes, afinal, entre seus nutrientes, encontramos o potássio, que ajuda a diminuir a retenção de líquidos. Além disso, possui as vitaminas A, C, B1, B2 e B6.

O pêssego é benéfico para o colesterol e nos ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue.

Além do consumo direto da fruta, existe a opção de aproveitar suas folhas. Para quem apresenta problemas digestivos, tais como úlceras ou prisão de ventre, é possível preparar uma infusão das folhas de pêssego e um litro de água.

Essa infusão não contém cafeína, por isso, pode ser consumida durante todo o dia em várias doses. Ela é eficaz também para evitar náuseas comuns durante a gravidez.

Fresh peaches

O pêssego ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue. Para quem apresenta problemas digestivos, tais como úlceras ou prisão de ventre, uma infusão de folhas de pêssego é muito eficaz.

Prepare a geleia de pêssego

Para preparar a geleia de pêssego, você precisará dos seguintes ingredientes:

– 1,3 kg de pêssegos maduros

– 700 g de açúcar

– Suco ou raspas da casca de 1 limão

– opcional: cravo e canela

Modo de preparo

Descasque a fruta e retire o caroço, no fim deve restar 1 kg da fruta limpa e sem caroço para a receita. Depois, corte-a em pequenos pedaços.

Em uma panela, coloque o pêssego, açúcar e limão e cozinhe em fogo médio, mexendo sempre, por aproximadamente 35 à 40 minutos, até que a geleia adquira a consistência desejada (é importante que a consistência não permita ver o fundo da panela).

Preste atenção na consistência, para que não fique muito grossa, porque quando a geleia esfriar, ficará naturalmente mais consistente, por isso, a consistência inicial durante o cozimento deve ser mais mole.

Armazene, ainda quente, em vidros devidamente esterilizados, vede os frascos e guarde-os de ponta cabeça até que esfriem.

Após todo esse procedimento, a geleia caseira pode ser conservada fora da geladeira por até 4 meses, mas, uma vez aberto o frasco, ela deve ir para a geladeira e ser consumida o quanto antes.

OPCIONAL: o cravo e a canela podem ser inseridos na receita junto com as raspas ou suco de limão, a inserção ou não dependerá do gosto de cada um.

A geleia de pêssego é uma ótima pedida para acompanhar pães, torradas e biscoitos ou rechear bolos, tortas e croissants, mas, lembre-se, sempre com moderação!