Hipertireoidismo em mulheres, sintomas e alimentos recomendados - Melhor com Saúde

Hipertireoidismo em mulheres, sintomas e alimentos recomendados

O iodo é um elemento necessário para a produção do hormônio da tireóide. No entanto, tanto o seu déficit quanto o seu excesso podem ser prejudiciais. O hipertireoidismo pode aparecer como consequência de uma produção exagerada deste elemento.

O hipertireoidismo é uma doença bastante comum que afeta o sistema metabólico e se caracteriza pela produção anormal dos hormônios tireóideos, gerando uma série de consequências maléficas para nosso organismo, que podem alcançar certa gravidade de acordo com a alteração da glândula endócrina.

No caso das mulheres o incidente é maior devido as constantes mudanças hormonais que ocorrem durante a vida, um aspecto que sem duvida devemos considerar.

Por isso, hoje falaremos um pouco sobre essa doença, para que principalmente você, mulher, esteja atenta ao seus sintomas e para que, em caso de que ela apareça, tenha algumas orientações básicas sobre a alimentação adequada, que com certeza poderão te ajudar.

Sintomas do hipertireoidismo em mulheres

  • Inchaço no pescoço, é o sintoma mais evidente.
  • Aumento da fome.
  • Queda dos cabelos.
  • Pequenas mudanças de humor.
  • Alteração menstrual: atraso, ou uma duração mais longa.
  • Fraqueza nos músculos.
  • Problemas na hora de dormir.
  • Diarreia.
  • Alguns problemas para respirar.
  • Mais nervosismo, hiperatividade.
  • Sensibilidade mais acentuada ao calor.
  • Possível esterilidade.
  • Tremor das mãos.
  • Vontade constante de urinar.
  • Mais suor do que o normal.
  • Taquicardia.

Temos que informar que não é necessário que apareça todos esses sintomas para que se diagnostique o hipertireoidismo. Cada pessoa apresenta um organismo diferente e todos conhecemos nossos corpos para saber quando está ocorrendo algo que não é normal. Por isso, esteja alerta.

Tratamento do hipertireoidismo nas mulheres

Será, sem duvidas, nossos médicos que, depois das devidas análises, diagnosticará se sofremos de hipertireoidismo ou não.

O exame mais habitual é uma simples amostra de sangue para analisar nosso TSH: hormônio estimulante tireóideo, que nos dirá se estamos na fase inicial ou mais avançada.

Além disso, devemos considerar que o avanço da medicina permitiu a fabricação de medicamentos adequados, além de existir a possibilidade de intervenção cirúrgica para solucionar o problema da nossa glândula tireóidea.

Dieta ideal

De acordo com vários estudos clínicos e nutricionais, existem vários alimentos e plantas que são muito adequados para o tratamento de hipertireoidismo. Confira alguns exemplos:

Vegetais da família das crucíferas

Esses alimentos dispõem de um alto conteúdo de ácidos cloro gênicos e cafeeiros, que dificultam a absorção de iodo, fator desancador para o hipertireoidismo.

Onde posso encontrá-los? Na couve-flor, no rabanete, na couve de Bruxelas, na couve e no brócolis. Então, tente fazer muitas saladas com essas verduras e, acima de tudo, não esqueça de incluir o rabanete, já que, segundo vários estudos, regula a produção excessiva de hormônios que causam o hipertireoidismo.

 

Legumes

Segundo nutricionistas, no caso do hipertireoidismo, é indispensável que se consuma os seguintes produtos: lentilhas, grão de bico, soja, feijão.

Sementes e frutos secos

Será excelente se você introduzir o amendoim, o milho, as sementes de linho e o pinhão na sua dieta, já que inibem a produção de tiroxina.

Frutas e alimentos crus

Segundo a medicina tradicional chinesa, os alimentos crus são mais refrescantes e contêm mais nutrientes, já que tendem a acalmar nossas tiroides. Por isso, recomenda-se incluir em suas saladas, por exemplo, o pimentão, a cenoura, o espinafre, a beterraba, as couves, todos crus.

Plantas recomendadas para o hipertireoidismo

  • Menta de lobo (Lycopus europaeus): ideal para inibir a ação do iodo nas tireoides. Podemos consumir em infusão, como chá, mas também a vendem em ervanário em forma líquida. É recomendado consumir 30 gotas por dia.
  • Erva cidreira: combinada com a menta, é ainda mais efetiva. Pode-se consumir 3 xícaras ao dia.

Alimentos proibidos para quem sofre de hipertireoidismo

  • Algas marinhas e mariscos, já que tem muito iodo.
  • Sal iodado.
  • O alho, a aveia, as castanhas, as amêndoas, o pistache.
  • A canela, o café e todas as especiarias quentes.