Importante! 6 sinais precoces de insuficiência cardíaca - Melhor com Saúde

Importante! 6 sinais precoces de insuficiência cardíaca

Dentre os sintomas precoces de uma insuficiência cardíaca podemos experimentar cansaço sem motivo, ganho de peso inexplicável ou falta de apetite, ainda que isso também possa acontecer devido a outras patologias.
Importante! 6 sinais precoces de insuficiência cardíaca

A insuficiência cardíaca faz referência à incapacidade do coração para bombear sangue o suficiente para desempenhar todas as tarefas metabólicas, de subministro de oxigênio e nutrientes ao nosso organismo.

Se nossas células não se nutrirem de forma adequada, o corpo não pode funcionar normalmente, e os efeitos são sentidos. A sintomatologia associada a esta doença é grave e altera por completo a qualidade de vida do paciente.

A insuficiência cardíaca é, por sua vez, uma das condições mais comuns e incapacitantes entre a população adulta, especialmente nas pessoas com mais de 65 anos.

Apesar desta doença costumar ser crônica, em muitos casos, e graças a uma adequada medicação e um bom seguimento médico, pode se manter uma qualidade de vida adequada.

Porém, outras pessoas deverão sofrer intervenção para contar com a ajuda de um pequeno desfibrilador. Trata-se de um dispositivo parecido com um marca-passo, que controla continuamente o ritmo cardíaco.

A vida muda de forma radical quando aparecem este tipo de complicações cardíacas, tão comuns mas, por sua vez, impactantes para a pessoa e para seu entorno familiar e pessoal.

Agora, sempre é vital ficarmos atentos aos primeiros sintomas. É comum que, nas primeiras fases, passem desapercebidas algumas anomalias que quase sempre se relacionam com o cansaço ou o estresse.

A seguir, propomos lembrar estes dados simples. Nunca é demais conhecê-los para, em caso de experimentá-los, consultar qualquer dúvida com os médicos.

1. A necessidade de urinar à noite

Levantar-se para urinar à noite em mais de duas ocasiões não é habitual.

Apesar deste sintoma poder ocorrer devido a várias causas (um problema renal, uma infecção, problemas de próstata), a insuficiência cardíaca também é um fator que deve ser considerado.

Descubra também 8 advertências que seu corpo dá antes de um infarto cerebral

  • Quando deitamos, o líquido acumulado nas extremidades inferiores, por causa da insuficiência cardíaca, pode voltar ao fluxo sanguíneo e ser captado pelos rins para ser eliminado pela urina.
  • Não podemos esquecer de que esta doença tende a aumentar a câmara do coração em uma tentativa quase desesperada de bombear mais sangue. Porém, isso também causa uma retenção de líquidos.
  • Se, de um dia para o outro, notamos que nossos hábitos na hora de ir ao banheiro mudaram, o melhor é procurar um médico.

Sinais precoces de insuficiência cardíaca

2. A insuficiência cardíaca e a perda de apetite

Este é outro sintoma que pode ser relacionado com muitos outros transtornos ou problemas sem muita gravidade.

Porém, quando o coração deixa de bombear em um ritmo e uma frequência normais, a acumulação de líquidos ocorre também no aparato digestivo e no fígado.

É habitual nos sentirmos cheios sem necessidade de comer. De fato, inclusive nos sentimos saciados com quantidades cada vez menores.

3. Cansaço constante

O cansaço aparece sem que tenhamos feito um esforço considerável. O que antes não nos custava nada, agora supõe um esforço extremo que nos deixa sem ar, sem apenas respiração.

  • Subir uma escada, levantar um peso, sair para comprar algo ou inclusive falar durante muito tempo, são atividades que começam a esgotar.
  • A insuficiência cardíaca reduz a capacidade de bombeamento do coração, por isso chega menos sangue aos músculos.
  • Já podemos imaginar o que isto supõe para o nosso organismo: recebemos menos oxigênio e menos nutrientes.
  • Os músculos se sobrecarregam, aparecem as câimbras, a dor e esse cansaço externo.

4. Ganho inexplicável de peso

Pessoa com sobrepeso por causa da insuficiência cardiaca

Pode parecer contraditório: se comemos menos, por que ganhamos peso? A resposta, mais uma vez, está na retenção de líquidos.

  • A maior parte desse volume corporal não se deve à gordura, mas sim aos líquidos.
  • Caso perceba que você ganhou cerca de dois quilos em menos de uma semana, comunique imediatamente ao seu médico.
  • Ainda, vale a pena saber que, com um tratamento adequado e uma dieta, estes quilos a mais desaparecem e podemos recuperar nossa silhueta.

Descubra também as três melhores infusões medicinais para tomar de noite

5. Tornozelos inchados

Os tornozelos inchados podem acontecer devido a, sem dúvidas, diversas causas (sobrepeso, gravidez, varizes…).

  • Agora, caso seja um problema constante em nosso dia a dia, devemos saber que não é algo normal. É preciso ter um diagnóstico para descobrir qual é a causa.
  • Este inchaço ou edema pode se estender dos tornozelos às pernas. Grande parte das vezes é sinal de insuficiência cardíaca, renal ou hepática.

São problemas que devemos comunicar ao nosso médico.

6. A dispneia

Pulmões

A dispneia não faz referência só a uma acumulação de líquido. Falamos também de uma congestão nos pulmões.

  • É importante lembrar que, se acumulamos líquido nos pulmões, não será possível o intercâmbio de oxigênio, assim, passaremos a falar de um sintoma grave.
  • É comum que a dispneia apareça, no início, em ocasiões muito particulares: quando praticamos esporte ou, inclusive, ao levantarmos da cama.
  • Se estivermos deitados o líquido tende a “encharcar” os pulmões, por isso quando tudo se mistura se torna mais custoso respirar.

Nunca devemos ver este último sintoma como algo normal. Se nossa respiração nos falta não apenas durante poucos segundos, mas todos os dias, ao levantarmos, não custa nada consultarmos nosso médico.

Para concluir, é importante informar sempre ao nosso médico sobre qualquer problema, qualquer detalhe que saia do normal em nosso dia a dia e que nos incapacite.