Inclua peixe na sua alimentação - Melhor com saúde

Inclua peixe na sua alimentação

Peixe é um alimento oito ou oitenta: há quem ame e quem odeie. Porém, todo mundo já sabe que é extremamente necessário em nossa alimentação e seu consumo é indicado em média de duas vezes na semana.

Por apresentar um baixo teor de gordura, é super importante para o combate de doenças.

E olha que suas formas de consumo são umas das mais variáveis: é possível comê-lo cru, assado, frito, cozido e acompanhado dos mais distintos molhos, seja de camarão, alcaparras, madeira, dentre uma infinita lista.

Verdade seja dita, pra quem de fato gosta de peixe, é delicioso degustar em qualquer uma dessas formas.

Nutrientes do peixe e seu poder no corpo

Encontramos uma importante fonte de vitaminas nesta carne branca, vitaminas A, B e niacina.

É possível encontrar compostos de extrema importância para nosso corpo como ferro, cálcio, sódio, iodo, potássio, selênio, flúor, fósforo, manganês, além da presença de um fundamental ácido graxo, que é o ômega-3.

Este, é primordial para o bom funcionamento do coração, reduzindo os riscos de infarto, além de evitar a formação de possíveis coágulos que se desenvolvem para um infarto e um acidente vascular cerebral,  mais conhecido como derrame.

Espeto de sardinas

No peixe encontramos compostos de extrema importância para nosso corpo como ferro, cálcio, sódio, iodo, potássio, selênio, flúor, fósforo, manganês, além da presença de um fundamental ácido graxo, que é o ômega-3.

Vantagens

Comer peixe regularmente nos proporciona inúmeras vantagens:

  • Redução das taxas de triglicerídeos, prevenindo arritmias, estabilizando o funcionamento do coração;
  • Atua diretamente na diminuição do mau colesterol;
  • Controla a pressão arterial;
  • Atua como bom anti-inflamatório, combatendo dores causadas por inflamações;
  • Diminui o risco de você desenvolver arteriosclerose, que o endurecimento e espessamento da parede das artérias;
  • Auxilia no desenvolvimento cerebral de fetos;
  • Previne a depressão pós parto e por isso é indicado à mulheres grávidas;
  • Controla o apetite, pois promove uma saciedade maior.

Cuidados ao escolher o peixe

Engana-se quem pensa que basta ir ao mercado, escolher qualquer peixe, prepará-lo e comer. O peixe deve ser escolhido com cautela para que possa proporcionar mais saúde a você. Atentem-se em:

  • Escolha sempre peixes congelados ou bem resfriados;
  • Nunca escolha peixes ressecados e que estejam enrolados nas pontas;
  • O cheiro do peixe não pode estar muito forte. Deve ter o cheiro normal e característico;
  • A carne não pode se desfazer, deve estar firme.
  • Atenção as escamas: devem sempre estar brilhantes e claras;
  • Os olhos do peixe precisam ter bom aspecto, sem nenhuma mancha e claro.

Diferenças entre os peixes

Opte sempre quando for comprar, por peixes gordos ao invés dos magros. Não precisa se preocupar, pois comprar peixes gordos significa que você está adquirindo um alimento muito mais rico em ômega-3.

Peixes magros: badejo, bacalhau

Peixes gordos: salmão, anchova, arenque, cavala

Caballa 1