Lesões e doenças dos dedos dos pés: saiba como tratá-las!

Lesões e doenças dos dedos dos pés: saiba como tratá-las!

É muito importante escolher bem o calçado para que o mesmo não aperte os dedos em excesso. Além disso, assim que chegarmos em casa devemos retirar os sapatos, para que os pés não sofram.
Dedos dos pés

Os dedos dos pés costumam ser esquecidos pela maioria das pessoas. Só nos lembramos deles quando surge algum problema que nos causa dor ou incômodo, e aí resolvemos ir atrás de médicos e tratamentos que possam nos ajudar a curá-los.

No entanto, muitos destes problemas comuns nos dedos dos pés poderiam ser prevenidos através de alguns cuidados e comportamentos fáceis de manter, que podem fazer parte do nosso dia a dia.

Embora a maioria das condições que ocorrem nos pés e nos dedos não seja grave, elas certamente podem trazer muito incômodo e reduzir a nossa qualidade de vida.

Por este motivo, hoje iremos falar sobre as principais lesões e doenças que podem ocorrer nos dedos dos pés, além de compartilhar algumas maneiras úteis e eficazes para que possamos tratá-las.

Os dedos dos pés e seus problemas mais comuns

Joanete

Trata-se de uma condição relativamente comum com a qual muitas pessoas sofrem. Costuma-se dizer que o joanete ocorre devido ao uso inadequado e frequente de um determinado tipo de sapato, mas não se sabe se este realmente é o único motivo.

O joanete é uma deformidade óssea que ocorre na base do dedão do pé, fazendo com que a articulação aumente e se projete para fora. A pele sobre o joanete pode ficar sensível e avermelhada, além de causar dor.

Para prevenir ou tratar esta condição, é importante evitar o uso de sapatos fechados e de salto alto. Além disso, também podem ser usados medicamentos ou tratamentos caseiros à base de ervas e ingredientes naturais. Se a situação for muito severa, pode ser necessário realizar uma intervenção cirúrgica, por isso é importante consultar o seu médico para obter um diagnóstico mais específico.

Unhas encravadas

Unhas-encravadas

A unha encravada nada mais é do que uma unha que cresceu para dentro da carne, podendo causar incômodo e dor significativa, dependendo de cada caso. Além da dor, pode ocorrer inchaço, vermelhidão e até infecção, caso a unha não seja tratada.

Ela pode ocorrer quando cortamos as unhas curtas demais, quando usamos sapatos muito apertados ou quando machucamos a unha de alguma forma. O dedão costuma ser o mais afetado pelas unhas encravadas, e algumas pessoas possuem unhas com uma predisposição maior a sofrer deste problema.

Para tratá-la, recomenda-se submergir os pés e a unha em água quente, mantê-la bem limpa e posicionar um pedaço pequeno de algodão sob a unha, para ajudar a levantá-la da pele.

Além disso, como prevenção, evite usar sapatos que apertem muito o dedão e fique atento ao cortar as unhas: não deixe cantos pontudos que possam entrar na pele e nem as corte curtas demais.

Gota

A gota é um tipo de artrite que pode causar bastante dor, vermelhidão, inchaço e rigidez nos pés e nos dedos. Ela costuma afetar a articulação do dedão, mas pode se estender por todo o pé e até o tornozelo.

Ela costuma surgir devido ao excesso de ácido úrico no organismo, que acaba se acumulando principalmente nos pés, formando cristais nas articulações.

O tratamento consiste no uso de alguns medicamentos para aliviar os sintomas, mas mudanças na dieta para reduzir o ácido úrico também podem ser muito úteis na prevenção desta condição.

Calos e dor nos pés

Relaxar-os-pes

Nossos pés nos carregam todos os dias, suportando todo o nosso peso em diversas situações, faça chuva ou faça sol. Todo este esforço constante pode causar calos e dores, tanto nos pés quanto nos dedos.

Os calos e as dores costumam surgir devido ao uso de sapatos inapropriados, pouca hidratação dos pés e falta de esfoliação, e o melhor conselho para tratá-los é, simplesmente, relaxar e cuidar dos pés.

Faça esfoliações e hidrate os pés usando produtos naturais. A pedra pomes também pode ser muito útil para reduzir os calos, assim como as massagens nos pés com óleos essenciais e um banho de pés com água quente e as ervas da sua preferência.

Pé de atleta

O pé de atleta é uma infecção causada por fungos que pode provocar vermelhidão, coceira, ardor, descamação e até bolhas e feridas, dependendo da severidade do caso.

Ele é relativamente contagioso, e pode ser contraído ao andar descalço em locais como vestiários e piscinas públicas. Após entrar em contato com a pele, os fungos crescem, principalmente no ambiente propício de sapatos fechados e sem muita ventilação.

Para tratar o pé de atleta, você pode apostar em medicamentos que tratam infecções fúngicas, ou em ingredientes naturais com propriedades antifúngicas. Em casos mais graves pode ser necessário consultar um médico para obter um tratamento mais específico.