Mantenha a juventude fazendo jejum uma vez por semana

Mantenha a juventude fazendo jejum uma vez por semana

Quando pensamos em jejum, o que nos vem à cabeça são rituais religiosos ou mesmo uma prática para realizar quando estamos doentes, e queremos desintoxicar o corpo.

O jejum é tão antigo quanto a própria humanidade. Às vezes, forçado, ele é uma excelente maneira de eliminar substâncias tóxicas do organismo, que fica livre então para “arrumar a casa”, e fazer uma faxina geral, ressurgindo mais forte, saudável e limpo.

Os animais fazem jejum de maneira instintiva, quando estão doentes ou feridos. Isso porque o organismo tem maiores chances de concentrar suas energias no processo de recuperação, ao invés de gastá-las digerindo alimentos e excretando grandes volumes de material não aproveitado.

Nós, os seres humanos, também temos essa tendência; quando estamos doentes, ficamos sem apetite. Mas é comum comermos mesmo contra a vontade para evitar algum tipo de fraqueza.

es-saludable-correr-en-ayunas

Benefícios do jejum

Um estudo americano realizado em Baltimore, pelo Instituto Nacional sobre o Envelhecimento, comprovou os muitos benefícios do jejum, que tem o potencial de prolongar a juventude e de proteger o cérebro de doenças, como o mal de Parkinson ou de Alzheimer.

O estudo revelou ainda que fazer jejum, mesmo parcial, durante apenas dois dias por semana, já traz benefícios. Isso porque o corpo produz menos hormônios que sobrecarregam o organismo, quando produzidos em excesso, como a insulina, e que pode até aumentar o risco de diabetes.

Estudos em humanos comprovaram que limitar muito o consumo de alimentos durante alguns dias também aumenta a imunidade, “purifica” o sangue descongestiona as artérias do excesso de gordura, protege o cérebro e o coração. As pessoas que têm o hábito de jejuar podem prolongar seus anos e a qualidade de vida.

O jejum é uma prática essencial do Ayurveda, a medicina indiana, que tem uma série de técnicas específicas para esse fim. O Ayurveda acredita que, durante o jejum, o corpo economiza a energia vital, ou prana, que pode então ser utilizada para outras funções, como concentração, limpeza do corpo e revitalização dos órgãos e células. Além disso, o jejum também purifica a mente, que se torna mais focada, forte e resistente ao estresse.
jejum

Quais os tipos de jejum?

Existem vários tipos de jejum. Em todos eles, o consumo de água é não só permitido, mas encorajado, pois o corpo entra em colapso pouco tempo depois de um quadro de desidratação.

Existe o jejum parcial, que inclui alguns alimentos em pequenas quantidades. Há o jejum de frutas, que inclui algumas frutas no cardápio, ou o que permite algumas verduras e caldos de legumes.

Qualquer pessoa pode jejuar?

O jejum não deve ser feito por pessoas debilitadas ou por gestantes. Pessoas doentes, crianças e idosos também precisam de um acompanhamento especial. Todas as pessoas, mesmo as saudáveis, não devem tentar um jejum de mais de 12 h por conta própria, sem consultar seu médico, que poderá avaliar os efeitos da prática sobre o organismo.

Como fazer jejum?

Abaixo, você saberá como proceder durante o jejum parcial de um dia, ou 24 h. É preciso estar preparado, saber como proceder no dia do jejum e como sair dele, pois o organismo precisa se readaptar aos poucos à quantidade normal de comida novamente.

frutas

Primeiro dia (antes do jejum)

Prefira fazer seu jejum no sábado, quando o corpo não terá uma carga de trabalho grande. Não faça jejum durante os dias de semana, se tiver que trabalhar. Na sexta-feira, ou seja, no dia anterior, prepare o corpo e a mente tomando sucos de frutas e caldos, sem comer nada pesado. Chás e saladas também são permitidos, mas sem molhos oleosos ou cremosos.

Também é importantíssimo dormir cedo, para que o corpo possa estar bem descansado para amanhã.

Segundo dia (dia do jejum)

Beba bastante água, para começar seu jejum. A boa notícia é que você pode beber águas aromatizadas, como as que levam fatias de limão, laranja ou gengibre, mas sem comer as frutas ou a raiz.

dente-de-leao

Faça atividades leves, como ler um livro ou revista, regar as plantas, escrever ou mesmo dormir bastante. Também pode aproveitar para meditar ou realizar outra prática espiritual de sua preferência.

É permitido tomar caldos de legumes, desde que você coe e beba apenas o caldo, sem comer os pedaços dos vegetais.

Terceiro dia (depois do jejum)

Os intestinos e o estômago “diminuem” ou “encolhem” um pouco quando fazemos jejum. Por isso, para o terceiro dia, nada de alimentos pesados. Prefira continuar consumindo saladas leves, de preferência cruas, frutas e caldos, dessa vez, pode comer os vegetais também.

Espere a que o organismo se recupere aos poucos e vá adicionando os grãos integrais à sua dieta. Nada de alimentos processados ou frituras.

Você verá que os benefícios do jejum são positivos para todo o corpo. A limpeza dos intestinos eliminará a constipação por um período e você se sentirá mais leve e cheio de vida. Para quem quiser emagrecer, a boa notícia é que é comum perder peso durante o jejum.