Os melhores exercícios físicos para manter seu cérebro em forma

Os melhores exercícios físicos para manter seu cérebro em forma!

O exercício é saudável para o corpo, mas você sabia que também é importante exercitar o cérebro? Isso ajuda a melhorar os processos cognitivos e o fortalece frente a doenças neurodegenerativas.
Os melhores exercícios físicos para manter seu cérebro em forma

Como você mantém seu cérebro em forma? É comum falarmos aqui em nosso espaço sobre a necessidade de aumentarmos nossa reserva cognitiva, de sermos curiosos, aprendermos coisas novas todos os dias e fortalecermos nossas relações sociais.

O cérebro é como um músculo que precisa de estímulos todos os dias, com os quais criará novas conexões neuronais. Fatores como o estresse, a rotina ou as emoções negativas dificultam essa conectividade, até chegar ao ponto de reduzir a agilidade e a saúde de muitas de nossas estruturas cerebrais.

Agora, além de aprender coisas novas todos os dias e cuidar de nosso mundo emocional, o cérebro precisa de um teor contínuo de oxigênio e nutrientes que podem otimizar cada uma de suas tarefas.

Isso pode ser conseguido através do exercício físico, mas não se trata de um tipo de esporte qualquer. Falamos de exercícios que, além disso, têm o benefício de trabalhar nosso lado emocional, de nos dar uma sensação grata de liberdade e nos fazer felizes. Explicamos mais a seguir. Confira:

Exercitar seu cérebro através do exercício físico mais “relaxante”

Segundo um estudo realizado na Universidade de Illinois e no Instituto Beckman de Tecnologia e Ciência Avançadas, nos Estados Unidos, as pessoas que praticam exercício moderado de forma regular dispõem de um volume cerebral maior.

Isso se traduz, por exemplo, em uma capacidade melhor para enfrentar a possíveis doenças neurodegenerativas como o Alzheimer. Isso é algo que, sem dúvidas, interessa a todos e que poderíamos conseguir da seguinte forma.

Caminhar segurando pesos

caminhar-com-pesos

Em mais de uma ocasião usamos nosso espaço para falar sobre os múltiplos benefícios de sair para caminhar todos os dias por pelo menos meia hora.

É uma forma maravilhosa de pôr nosso coração para funcionar, aumentar o nível de endorfinas e oxigenar o cérebro. Além disso, graças a essa caminhada liberamos tensões e relativizamos muitos dos problemas diários.

Agora, se for possível, não deixe de levar alguns pesos pequenos para, de vez em quando, exercitar os braços ao mesmo tempo em que caminha.

Segundo um estudo publicado na revista “Newscientist“, praticar exercícios aeróbicos onde também se trabalhe a resistência favorece a funcionalidade de nossos processos cognitivos tais como, por exemplo, a memória e a função executiva, o raciocínio e a resolução de problemas.

Isso se deve ao fato de que essa oxigenação e esse teor tão benéfico da circulação sanguínea se combinam com a tarefa de um cérebro que faz várias coisas ao mesmo tempo: andar, coordenar e levantar um peso.

Além disso, sabe-se que caminhar muito rápido e exercer algum tipo de força e resistência moderada faz com que nosso fígado produza um tipo de hormônio que facilita, por sua vez, a comunicação entre as células cerebrais.

É, sem dúvidas, um tema interessante e que vale a pena pôr em prática. Sem cometer excessos, é claro, pois trata-se apenas de fazer um exercício moderado sendo constantes todos os dias. Basta meia hora de caminhada.

Os grandes benefícios da dança

dançar

Você faz aulas de zumba? Então não as abandone mais. Porém, se atualmente a dança não é um tema que te atrai muito ou é algo que te causa vergonha, não deixe de fazer em casa e se deixar levar, ou então seguir algum desses vídeos motivacionais onde ensinam a dançar e, antes de tudo, coordenar os movimentos.

  • Os especialistas nos indicam que a dança nos ajuda a desenvolver a propriocepção, que nada mais é do que tomar consciência de onde as partes de nosso corpo estão.
  • Graças à dança e à coordenação de determinados passos é possível ativar receptores localizados em nossos músculos, chamados “fusos neuromusculares” que, por sua vez, se comunicam com o cérebro.
  • Tudo isso nos ajuda a gerar uma harmonia fabulosa entre mente e corpo, onde geramos novas conexões neurais, cuidando de nossas emoções e conseguindo uma boa injeção de energia e felicidade.

Exercícios na água

nadar

Na hora de falar de exercícios feitos em um meio aquático, não nos referimos unicamente a nadar.

  • Fazer determinados movimentos na água é uma brincadeira e um treinamento. Não apenas queimamos calorias como também trabalhamos a coordenação e a resistência, e essas duas são extremamente adequadas para beneficiar nosso cérebro.
  • Os fisioterapeutas nos indicam que para tirar o proveito máximo dos exercícios na água é necessário fazer séries repetitivas de vários minutos.

Você pode fazer elevações de pernas, rotações na água, trabalhar com bolas e pranchas ou inclusive imitar os movimentos de pedalada na bicicleta. Se, além disso, acompanha o exercício de uma boa música e uma companhia agradável na piscina, tudo será revertido positivamente em sua saúde física, emocional e cerebral.