Mitos sobre a diabetes que você deve esquecer completamente - Melhor com Saúde

Mitos sobre a diabetes que você deve esquecer completamente

A maioria dos mitos sobre a diabetes que existem atualmente se devem ao desconhecimento ou à falta de informação por parte da sociedade.
Mitos sobre a diabetes que você deve esquecer completamente

Quando uma pessoa é diagnosticada com diabetes, o que mais dói é o sacrifício que ela tem que fazer.

Sem cereais e nem pão, e sem falar em todos os outros muitos mitos sobre a doença que com certeza muitos leitores já escutaram.

É neste ponto que as frustrações começam, porque a pessoa tem que vigiar tudo o que entra por sua boca.

Apenas estão anunciando que a pessoa tem a doença e que já começou a pensar no quão difícil deve ser viver com algo que requer tanto cuidado com a saúde física.

Em si, as pessoas que têm diabetes vivem pensando na quantidade de doces que vão comer para não desenvolver complicações.

Apesar de a diabetes ser uma doença médica crônica que afeta 8,5% da população mundial adultaa seguir apresentaremos alguns mitos que você deve começar a ignorar.

A diabetes tipo 1 e tipo 2 são similares

Elementos para controlar a diabetes

Este mito faz com que muitas pessoas se confundam com o tratamento, o que pode derivar em problemas médicos sérios. Imagine que o diagnostiquem com diabetes do tipo 2, por exemplo, e sua família compre medicamentos para combater a do tipo 1.

Sem dúvidas eles tiveram ótimas intenções mas, ao invés de melhorar a situação, estarão agravando-a.

Para evitar o primeiro dos mitos sobre a diabetes e ter uma visão mais clara da diferença que há entre ambos os tipos, é importante saber o que cada uma delas representa:

  •  Quando diagnosticam uma pessoa com diabetes tipo 1, significa que seu corpo não produz insulina.

Todo mundo precisa de insulina, que é o hormônio produzido pelo pâncreas. Ele oferece energia em forma de glicose às células.

A diabetes tipo 1 é uma doença autoimune que faz com que o corpo ataque, por erro, às células que produzem a insulina.

  • A diabetes tipo 2 aparece quando o corpo produz insulina, porém não a utiliza de maneira eficaz. Quando há esse tipo de diabetes diz-se que há resistência à insulina.

Se esse é o seu caso, é possível que precise de uma pequena dose extra para ir trabalhar.

As pessoas com diabetes têm que usar a insulina

Dentre os mitos sobre a diabetes, este se relaciona com o anterior. Muitas pessoas acreditam que todos os pacientes com diabetes devem injetar insulina.

A realidade é que de 100% de quem tem diabetes do tipo 1 deve injetar insulina e apenas 30% das pessoas com tipo 2 usa este tratamento.

Porém, neste último caso o tratamento também é pouco comum. A diabetes do tipo 2 pode ser controlada com medicamentos orais que trabalham para diminuir a quantidade de açúcar no sangue e favorecer o aumento da insulina o organismo.

Ambos os tipos de diabetes podem ser regulados com uma rotina de exercício, uma dieta nutritiva que ajude a evitar os picos de açúcar no sangue e inclusive manter a pressão equilibrada.

No caso da diabetes tipo 2, o uso de medicamentos pode ser reduzido caso consiga um equilíbrio na saúde. Na diabetes tipo 1 a pessoa precisa de insulina a vida inteira, além das recomendações anteriores.

Se você tem diabetes não pode comer carboidratos

Evitar o consumo de carboidratos para controlar a diabetes

Claro que comer carboidratos é permitido. Ainda que, se você tem diabetes, obviamente, precise comê-los em menor quantidade. Porém, não precisa eliminar completamente esse tipo de alimento.

Para combater o terceiro dos mitos sobre a diabetes você deve visitar um nutricionista para que indique a quantidade que você pode consumir.

Ter vontade de comer não é ruim, mas você precisará se cuidar bem para poder satisfazer sua vontade de vez em quando. Se transformar isso em um hábito diário estará atentando contra a saúde de seu corpo e inclusive contra a sua própria vida.

Os carboidratos que você deve evitar são os sintéticos ou de baixo teor nutricional:

Há carboidratos ricos em fibras, como as lentilhas, os feijões, a abóbora e a batata. Esses atrasam a digestão e ajudam a manter os níveis de açúcar no sangue relativamente estáveis.

Comer muito açúcar causa diabetes

Este é um dos mitos mais comuns sobre a diabetes e, na verdade, muitos estudiosos determinaram que os açúcares não são a causa desta doença

Mas, a diabetes é uma resposta a uma complicada relação entre os carboidratos e os açúcares.

Também pode ser que seja devido a um histórico de diabetes na família, por nosso peso ou pela forma com que nosso corpo se ajusta a tudo o que foi dito antes.

Lembre-se que nem todos os açúcares são iguais. Por exemplo, a frutose, encontrada nas frutas naturais, causa menos dano do que os açúcares que encontramos nos doces.

A diabetes não é uma doença grave

Efeito da diabetes nos pés

Esta doença é muito grave. O fato de que o paciente não morrerá de diabetes não significa que ela não causará complicações. Se as medidas adequadas para controlar o problema não forem adotadas, a doença pode conduzir a:

  • Doenças do coração
  • Derrame cerebral
  • Amputações
  • Cegueira
  • Doença renal

É triste ver pessoas com diabetes que começam a se descuidar por não acreditar que a doença pode matá-las. Apesar de isso ser uma parcial verdade, é preciso saber que suas complicações podem ser ainda piores.