Não deveríamos continuar juntos - Melhor com Saúde

Não deveríamos continuar juntos

Diante de uma crise é muito importante considerar quais motivos temos para continuar nosso relacionamento e, caso não nos convençamos, deixar a relação para não causar mais sofrimentos.

Por que você continua ao lado dessa pessoa com quem já não é feliz?

É normal que em todo relacionamento ocorram crises e que, ainda que o problema seja muito grave, continuar juntos seja uma opção muito cômoda para ambos. Mas… e se você já não se sentir feliz? O que está impulsionando você a continuar ao lado dessa pessoa?

Não perca: 5 coisas que você não deve permitir que aconteça em seu relacionamento

Às vezes, sacrificamos nossa felicidade pensando que estamos fazendo o que consideramos “correto” quando o certo é que deveríamos fazer o que queremos de verdade.

Hoje revelaremos alguns dos motivos pelos quais um casal não deveria continuar compartilhando sua vida e, menos ainda, quando aparecem as seguintes causas.

As crianças precisam de seus pais juntos

Mãe e filha juntas

Esta crença que nos inculcaram, de que as crianças precisam de um casal estável que cuide delas, é completamente errada. Talvez seja uma desculpa para não desfazer o relacionamento onde já compartilhamos tantas coisas.

Talvez estejamos nos agarrando ao impossível.

Se pensarmos com a cabeça fria devemos nos perguntar, é melhor para as crianças que presenciem discussões, situações emocionais instáveis? Claro que não. Talvez a separação seja uma opção muito mais válida e benéfica para os filhos.

Continuar o relacionamento por causa das crianças é uma razão apta, sempre e quando elas não tenham de crescer em um ambiente negativo, com emoções que não as beneficiará em nada.

Se pensarmos nos filhos devemos fazer isso em todos os sentidos porque, às vezes, erramos.

Não quero enfrentar a solidão

Mulher sozinha

Quando terminamos um relacionamento com alguém com quem já compartilhávamos nossa vida, é lógico que devemos nos desapegar também de alguns amigos e da família dessa pessoa.

Dizemos “nos desapegar” porque não manteremos a mesma relação que antes, apesar de podermos continuar mantendo o contato.

Em relação aos amigos, a situação é bem delicada. Se cada um tem seus amigos, não tem problema! Porém, a tendência é que o casal compartilhe amizades ao longo do relacionamento, algo que, em caso de separação, faz com que os amigos tenham de escolher.

Mas, também é fato que não há porque misturar as coisas. O fim da relação não deve ser um problema, as pessoas devem continuar uma amizade, sempre e quando for possível.

Não deixe de ler: Prefiro uma solidão digna à uma falsa companhia

O que acontece quando o sentimento de solidão vem por outro lado? Dependendo da idade em que nos encontramos, pode surgir o medo de não encontrar outro parceiro ou ficar só por um tempo (dependência emocional).

Todos esses são medos que devemos superar. Aliás, um tempo em solidão pode nos beneficiar muito.

Tenho pena…

Casal juntos

Essa é a pior coisa que pode acontecer, continuar mantendo uma relação com outra pessoa porque tem pena dela. Você gostaria que o contrário acontecesse com você? Certamente não.

Nenhum dos dois é um bebê e não deve haver pena de terminar uma relação, se essa for a melhor opção.

Considere que ambos estão tentando ser felizes e que, estar em uma situação incômoda é uma escolha apenas de vocês.

Essa é uma experiência a mais que pode ser muito mais positiva do que negativa.

Temos sempre em nossa mente a percepção incorreta de que há determinados momentos que podem ser muito dolorosos. Em contrapartida, não enxergamos que, em muitas ocasiões, esses momentos podem ser muito positivos.

Por que não começamos a mudar nossa forma de ver as coisas?

Não quero fracassar

O fato de sua relação não ter funcionado e ter chegado ao fim não significa que você tenha fracassado.

Simplesmente são coisas que acontecem e é melhor seguirem separados do que continuarem juntos, mas cheios de infelicidade.

Mulher chorando porque não está junto a ninguém

É preciso pensar que, ainda que vocês se apeguem com todas as forças a essa relação, cujas parede estão desmoronando, cedo ou tarde tudo cairá por seu próprio peso. Vocês estarão apenas evitando o inevitável e, quando mais fizerem isso, mais doloroso será.

Como dissemos anteriormente, nem toda ruptura é algo negativo. É preciso que fiquemos apenas com o que foi bom, com todas as coisas positivas que a relação gerou.

Agora é o momento de aceitar uma situação completamente normal. Um fim de relacionamento que oferecerá mais benefícios do que prejuízos.

Não saia antes de ler: Às vezes, ainda que doa, é melhor dizer adeus

No momento em que começarem a pensar em todos os motivos anteriores para continuar na relação, reflitam sobre isso, porque essa talvez não seja a decisão adequada.

Nunca devemos ficar em uma relação que não gostamos. Em contrapartida, ainda que custe, é necessário terminar. Continuar na relação por motivos alheios não é a melhor solução.