Nunca é tarde para perceber de que você merece algo melhor - Melhor com Saúde

Nunca é tarde para perceber de que você merece algo melhor

Quando se trata de encontrar nossa própria felicidade e procurarmos o bem-estar, o tempo não existe. Podemos nos equivocar mil vezes, mas nunca é tarde para pensar em nós mesmos
Nunca é tarde para perceber de que você merece algo melhor

Nunca é tarde para fazer uma mudança. O relógio sempre estará na hora perfeita para esse instante em que nosso coração percebe de que merecemos algo melhor.

Muitas pessoas lamentam não terem se dado conta antes que viviam uma situação insustentável. Não entendem como puderam esperar tanto tempo para reagir.

Mas é importante levar em conta que nosso cérebro, e, em especial, essa área relacionada às emoções e afetos, geralmente reluta muito em mudar. Dizemos a nós mesmos: “vou aguentar um pouco mais”, “pode ser que as coisas melhorem”.

No entanto, se, com o passar do tempo, nada mudar e a sensação de infelicidade for a mesma, é o momento de dizermos a nós mesmos: “merecemos algo melhor”. Merecemos, acima de tudo, nos reencontrarmos com nossa própria tranquilidade.

Convidamos você a refletir sobre isso.

Nunca é tarde para ser feliz de novo

Analisemos, durante um instante, a palavra “tarde”. Podemos aplicá-la a esses momentos em que temos um compromisso e, por vários motivos, atrasamo-nos e não chegamos a tempo.

Tarde é quando nos esquecemos de desligar o fogo no momento certo e a comida queima.

São dois exemplos simples em que está implícito um aspecto essencial: não há como voltar atrás; por mais que façamos, nada fará com que a comida esteja no ponto ou que sejamos considerados “pontuais” em relação ao nosso encontro.

Recomendamos ler “Às vezes, para poder avançar, é preciso começar de novo

Mas, no que diz respeito ao ciclo vital de uma pessoa e, acima de tudo, à finalidade essencial e básica do ser humano de ser feliz, a palavra “tarde” não existe, nem é apropriada. Sempre é um bom momento para lutar por nosso bem-estar.

Então, vale a pena levar esses aspectos em conta.

Mulher que merece algo melhor

O fator medo

  • O medo é a barreira que, em muitas ocasiões, impede-nos de dar o passo para construir nossa própria felicidade ou, ao menos, alcançar o que sonhamos e que se encontra além de nossa zona de conforto.
    Algo que devemos fazer e do qual não somos totalmente conscientes é o seguinte: camuflamos o medo com a resignação, com pensamentos como “é preciso aguentar; o mais provável é que, se deixar isto, vou encontrar algo pior”.
  • Nós, seres humanos, racionalizamos o medo até torná-lo tão cotidiano que ficamos completamente embaixo de suas redes, porque nos resignamos.
  • Quem se resignar e deixar de lutar acaba preso em uma lenta infelicidade que pode muito bem resultar em uma depressão encoberta.
  • Temos que entender o medo como é na realidade: uma emoção que nos põe em alerta sobre um perigo. Longe de escondê-lo ou de não atender a esse instinto natural do ser humano, temos que entendê-lo, processá-lo e depois atuar de maneira mais adequada.

Não é preciso “ter medo do medo”: é necessário saber escutá-lo, porque é um claro indicador de nossa inquietude ou mal-estar interior.

Menina que merece algo melhor

Seu melhor momento é AGORA

Já esclarecemos que a palavra tarde não é aplicável à própria felicidade ou a essa busca incansável por nosso bem-estar. Sabemos também que o medo é, na realidade, um indicador que nos avisa que não estamos bem, que a nossa situação é insustentável.

Leia também: “às vezes, as pessoas boas choram escondido

Então… Por que não tomamos uma atitude? O simples fato de racionalizar os medos, de deixar de lado as atitudes limitantes e inseguranças, nos permitirá abandonar todas essas couraças que nos impedem de avançar como pessoas.

  • É muito possível que, agora, você esteja vivendo um momento complicado. Problemas profissionais, familiares, afetivos, de insatisfação pessoal…
  • Às vezes, pequenas mudanças trazem grandes resultados. Por isso, diante dessas dificuldades, e desses grandes novelos vitais que nos asfixiam e que nos tiram o ar, a energia e o otimismo, é necessário buscar uma solução.
  • A solução, em muitos casos, está no movimento: em cruzar a linha do medo, a zona de conforto, a imobilidade e, acima de tudo, ir além de pensamentos como “perdi o trem da vida”, ou “é muito tarde para mim”.

Seu melhor momento é agora. O ontem não existe mais e o amanhã ainda não está escrito, assim… Por que não tentar?

Mulher triste por não encontrar algo melhor

O prazer de dar o passo

Há um aspecto que é necessário levar em conta. O medo sempre vai nos acompanhar, e ainda mais quando nos arriscarmos, quando quisermos mudar e deixarmos algumas coisas para trás.

Não sabemos o que vamos encontrar, nem se o que faremos terá ou não sucesso. O medo, portanto, sempre será esse companheiro inseparável.

No entanto, é um medo emocionante e cheio de sonhos, porque tudo é novo, e porque temos o controle, nosso leme pessoal.

Leia também: “Meu corpo perfeitamente imperfeito

O prazer de dar o passo é algo enriquecedor e nunca é tarde para experimentá-lo.

Todos merecemos o melhor a cada instante, a cada momento de nossa vida. Longe de esperar que os demais nos ofereçam a felicidade, vale a pena sermos nossos próprios artífices.

Você se atreve?