O prazer sexual que experimentamos entre os sonhos

O prazer sexual que experimentamos entre os sonhos

O que é a vida? Um frenesi.

O que é a vida? Uma ilusão,
uma sombra, uma ficção,
e o maior bem é pequeno;
que toda a vida é sonho,
e os sonhos, sonhos são.

Calderón de la Barca

 

Provavelmente, aquele sonho erótico que você teve não foi o que na verdade desejava, mas entretanto, fez você experimentar um grande prazer. Você teve um dos melhores orgasmos de sua vida, seu corpo o fez sozinho, sem carícias nem contato real.

Cada um de nós vai dar um significado diferente, mas o certo é que os sonhos eróticos são consequência de um impulso sexual natural. Pode ser que eles tenham nos provocado muitos sorrisos ao acordar,  mas também é fácil que eles gerem perturbação e confusão.

Os sonhos eróticos refletem emoções e sensações

Os sonhos eróticos estão compostos por uma base de emoções, sensações e experiências vividas, imaginadas ou desejadas. Entretanto, suas características vão mais além e, em ocasiões, podem nos impressionar.

Aos sonhos terá que ser dada sua justa importância, pois os sonhos, sonhos são.

Prazer sexual que experimentamos nos sonhos

 

1. Respondem aos nossos impulsos sexuais e necessidades

O fato de que o façam não significa que desejemos que aconteça  o que o sonho nos narrou, mas sim que desejamos certas sensações que estamos explorando.

Mas, pode acontecer que desejemos a pessoa com a que sonhamos e que, devido a que em nossos sonhos não há restrições, demos rédea solta aos nossos desejos.

2. Nossos sonhos eróticos costumam ser irreais, sensuais e desestruturados.

Poucas são as vezes em que a estrutura dos nossos sonhos segue um patrão de realidade. Nem mesmo nos comportamos como o fazemos ou o faríamos na vida real. Portanto, é bastante frequente sonhar com práticas sexuais desconexas, violentas, agressivas ou engraçadas.

Isso pode nos confundir e nos preocupar, por isso é importante entender que é perfeitamente natural e não tem por que refletir nenhum tipo de problemática emocional.

3. Em ocasiões vamos poder observar mudanças no nosso corpo ao acordar

A excitação produzida por um sonho erótico é tão real que ao acordar podemos observar signos de excitação sexual (ereção, ejaculação, lubrificação vaginal ou movimentos pélvicos).

Além disso, podemos experimentar o chamado orgasmo noturno ou o “Grande Oh do mundo dos sonhos”. São orgasmos espontâneos que, sem necessidade de nenhum tipo de contato físico, se mostram sobre o poder que nossa mente tem sobre o nosso corpo.

4. Por que temos sonhos homossexuais quando somos heterossexuais e vice-versa?

Ter sonhos homossexuais ou heterossexuais quando não temos essa inclinação não reflete nossa orientação sexual. Simplesmente, trata-se da filtração das possibilidades da sexualidade nos sonhos, embora não se tenha interesse nelas na vida cotidiana. Todos nós temos fantasias e desejos não acordes com nossa orientação em algum momento.

 “O Grande Oh” do mundo dos sonhos

Ter orgasmos noturnos é fascinante, mas infelizmente, a ciência não achou a forma de provocá-los.

“O Grande Oh” do mundo dos sonhos é experimentado, inclusive, por quem tem problemas de chegar ao orgasmo estando acordados. Felizmente conhecido e desejado, o estudo dos sonhos úmidos nos oferece umas quantas curiosidades que comentaremos a seguir:

1. As mulheres podem experimentá-los em qualquer momento de sua vida.

2. Os homens são mais propensos a tê-los em momentos nos que não se encontram sexualmente ativos, quer dizer, antes inclusive de se masturbar ou de manter sexo com regularidade (puberdade ou adolescência).

3. Os sonhos úmidos nos homens se chamam poluições noturnas. Além disso, a ejaculação durante o sonho é habitual, de novo, na puberdade.

4. Os homens podem ter diversas ereções de noite que não vão acabar em orgasmo, já que o fluxo sanguíneo para o pênis aumenta e diminui constantemente.

5. Para algumas pessoas pode ser mais fácil conseguir um orgasmo dormindo do que acordado, já que os sonhos eróticos estão livres de distrações, ansiedades e restrições.

6. O mais habitual e provável é que os orgasmos noturnos sejam alcançados como consequência de um sonho erótico e que nem sequer nos lembremos dele.

7. Algumas posturas na hora de dormir podem gerar mais sonhos eróticos e orgasmos. Há estudos que revelam que dormir de barriga para baixo está relacionado com ter sonhos mais intensos. Certamente, isso se deve a que essa postura proporciona mais contato entre a cama e o nossas zonas genitais, o que poderia causar maior excitação.

 

Prazer sexual que experimentamos enquanto dormimos

Os sonhos eróticos são muito mais frequentes do que podemos pensar. Além disso, tanto homens como mulheres costumam tê-los na mesma proporção; entretanto, eles  se diferenciam no conteúdo do que sonhamos.

Com que sonham as mulheres?

Nos sonhos eróticos femininos as relações com pessoas conhecidas costumam se dar com mais frequência. Assim, a maior parte das mulheres sonha com seus ex-parceriros sexuais, com celebridades e demais.

Prazer sexual contido em nosso subconsciente

Além disso, outra particularidade dos sonhos eróticos das mulheres, é que uma grande porcentagem delas (18%) sonha com sexo não desejado, tal como foi mostrado em um estudo realizado pela Universidade de Montreal (Canadá) pelo doutor Antonio Zadra.

Nessa pesquisa também foi perguntado aos participantes se em algum momento eles sonhavam que seu parceiro também chegava ao orgasmo, ao que 4% respondeu afirmativamente.

Com que sonham os homens?

Os homens sonham que têm encontros eróticos em seus sonhos com pessoas que não conhecem. Isso os diferencia das mulheres, que costumam sonhar com pessoas que conhecem,  e não tiveram contatos sexuais reais.

Os homens, entretanto, sonham em menor proporção (5%) com o sexo não desejado. Por outro lado, quando foi avaliado nos homens  se eles sonhavam que suas parceiras sexuais chegavam ao orgasmo, nenhum respondeu afirmativamente.

Essa última questão reforça, não sem controvérsias pela generalização, a ideia estereotipada de que os homens são mais propensos a pensar em seu próprio prazer por cima do prazer dos outros.

Prazer sexual e o orgasmos em quanto sonhamos

Mas é muito importante nos darmos conta da importância que esses resultados têm . Além das polêmicas, o fato de que as mulheres e os homens, na mesma proporção, experimentam orgasmos oníricos nos oferece informação sobre a “igualdade de condições” em relação ao sexo.

Devido a que as mulheres costumam ter mais dificuldades para experimentar orgasmos, isso nos leva a nos expor à importância dos bloqueios emocionais que castigam o pleno desfrute da nossa sexualidade.

Em definitiva, os sonhos eróticos são uma prática sexual solitária da qual temos que desfrutar com plenitude, pois  contribuem com grande prazer e conhecimento sobre nós mesmos.