O que significam as marcas de cores na embalagem de pasta de dente? - Melhor Com Saúde

O que significam as marcas de cores na embalagem de pasta de dente?

Muitas vezes não reparamos nas marcas que aparecem em nossos artigos do dia a dia. Embora elas estejam em muitos produtos, as dos cremes dentais nos indicam a sua composição.

Faz algum tempo que circula na internet uma “lenda urbana” compartilhada entre os usuários, na qual se assegura que as cores que aparecem nas embalagens das pastas de dente são um indicativo para saber qual é a sua composição e quão prejudicial ela pode ser para nós. No entanto, a informação compartilhada de postagem em postagem é completamente falsa, e hoje vamos explicar o que realmente significam as marcas que estão preocupando várias pessoas.

De acordo com a informação falsa que se tornou viral na internet, os tubos de pasta de dente têm diferentes cores em um quadrado ou retângulo no extremo oposto à tampa. Esta cor, que varia dependendo da marca, estaria indicando a composição da pasta de dente da seguinte forma:

Verde = Natural

Azul = Natural + medicinal

Vermelho = Natural + componentes químicos

Preto = Somente componentes químicos

Pois bem, conforme falamos no início deste artigo, esta informação é completamente falsa e nada mais é do que outra de tantas lendas urbanas que se tornam virais para preocupar as pessoas. Como a nossa intenção é oferecer informações completas de saúde sempre que for possível, explicaremos o que realmente significam essas marcas e por que você não deveria dar tanta importância a elas, como garantem essas postagens alarmantes.

As cores nas embalagens da pasta de dente

escovar-os-dentes

As cores que encontramos nos tubos de pasta de dente de diferentes marcas são, na realidade, características de outros produtos industrializados, como por exemplo, as embalagens Tetra Pak do leite ou as caixas onde se armazenam os cereais e outros biscoitos. Estas marcas são necessárias no processo de fabricação das embalagens e são conhecidas como “eye marks”, “marcas de olho”, “marcas de cores” ou “guias de registro”. O objetivo destas marcas é que os “robôs” ou sensores possam detectar quando devem cortar, dobrar ou prensar cada embalagem. A cor costuma ser mais escura do que o resto da embalagem, já que dessa forma a leitura pode ser feita com mais facilidade.

No caso da pasta de dente, estas embalagens são fabricadas em uma empresa que não tem nada a ver com o conteúdo que será colocado posteriormente dentro delas. Os tubos são feitos em tiras muito longas, e dependendo da capacidade que vai ser oferecida ao público, elas são divididas em X centímetros para nos proporcionar a apresentação que encontramos nos mercados. É exatamente neste processo que a “marca de olho” desempenha um papel importante, já que ela é colocada justamente onde se deve cortar o tubo para a apresentação unitária, de tal modo que a máquina possa detectá-la e saber qual é o ponto final de cada tubo.

pasta-de-dente

Por que as cores variam? A verdade é que a cor é um detalhe irrelevante, ao qual não deveríamos prestar tanta atenção. As cores variam em função do fabricante ou produto que a marca ofereça ao público. Cada um tem uma cor específica que serve como referência para a rastreabilidade e para poder detectar facilmente algum tipo de lote defeituoso.

Dessa forma, mais uma vez é desmentida outra de tantas lendas urbanas que se tornam virais na web em questão de tempo e não possuem nenhum argumento. Esta lenda em especial foi motivo de consulta de muitos pacientes de dentistas, já que gerou certa preocupação em relação à saúde dos dentes. Em todo caso, se você ainda precisa de mais provas, pode agora mesmo ir até a sua despensa e começar a observar as embalagens de muitos dos produtos que estão lá. Garantimos que em mais de duas embalagens você irá encontrar estas marcas características, e verá como as suas cores podem variar.