Os 6 melhores esportes para prevenir infartos - Melhor com Saúde

Os 6 melhores esportes para prevenir infartos

O exercício aeróbico é fundamental para desfrutarmos de um coração mais forte e saudável
Os 6 melhores esportes para prevenir infartos

Você gostaria de saber quais são os melhores esportes para prevenir infartos, diminuir a obesidade e melhorar o sistema respiratório? Contaremos neste artigo.

O esporte e a saúde cardíaca

A atividade física faz bem para a saúde, em todos os sentidos. Isso não é novidade.

No entanto, existem tipos mais adequados segundo cada problema, tanto para melhorar uma condição já existente como prevenir.

O esporte tem a capacidade de diminuir o risco de infartos, insuficiência aórtica, hipertensão etc.

Se fizermos exercícios de intensidade moderada, a longo prazo modificaremos nosso estilo de vida e afastaremos as possibilidades de sofrer de muitas doenças.

Os esportes que diminuem as doenças do coração, ou vasculares, são aquelas que se baseiam no exercício intervalado.

Ou seja, aqueles que alteram o esforço com o repouso, ou recuperação. Essas disciplinas têm efeitos mais positivos na saúde em geral, e estão associadas a melhores rendimentos cardíaco e metabólico.

Essas atividades esportivas podem ser realizadas no tempo livre, e são de caráter lúdico (isso significa que não têm um componente competitivo).

Além do mais, envolvem a movimentação de amplos grupos musculares, e são benéficos também para o emocional e o social.

Quais os esportes que podem prevenir infartos?

Os exercícios que indicaremos a seguir têm efeitos mais do que positivos para a saúde, pois estimulam a resistência cardiorrespiratória, assim como também a força muscular.

Em conjunto, todas as vantagens que oferecem reduzem o risco de doenças cardíacas.

Os esportes que previnem infartos são:

Leia: Ser otimista reforça o seu sistema imunológico

Tênis

Na realidade, podemos agrupar também todos os exercícios que se realizam usando uma raquete: squash, badminton e tênis de mesa.

  • Esses esportes estão associados a um menor risco de sofrer de doenças cardiovasculares, já que diminuem a pressão arterial e melhoram o funcionamento do coração.
  • O tênis (e os demais) combina componentes intervalados de grande intensidade com descansos, quando há um saque ou se marca um ponto.
  • O gasto energético desse esporte permite, por sua vez, controlar o sobrepeso e melhorar a função muscular. É recomendado para os diabéticos e pessoas obesas.

Caminhada

Trata-se de um exercício de intensidade moderada que, além de servir para prevenir infartos, aconselha-se para pacientes que já tenham sofrido um.

  • A caminhada melhora a resposta do coração, ao aumentar as cavidades desse órgão e o ingresso do sangue a cada batida.
  • Além disso, enquanto caminhamos, o transporte do oxigênio e demais substâncias nutritivas aumenta.
  • Melhora a saúde dos vasos sanguíneos, facilita o retorno venoso até o coração ou pulmões e nos permite respirar mais profundamente.
  • Para aproveitar esses benefícios, a caminhada deve ser realizada em entornos rurais, sem importar a época do ano, ou características do terreno.

Natação

Sem dúvida, trata-se de um dos esportes mais completos que existe e ajuda à saúde cardíaca.

Ao nadar, exercitamos uma boa parte da musculatura e desenvolvemos a coordenação neuromuscular.

Quanto aos benefícios para o coração, devemos destacar o controle da pressão arterial.

Como se não bastasse, a natação aumenta o gasto energético, melhora o nível de gorduras no sangue (diminui o colesterol) e diminui o sobrepeso.

Entre as vantagens adicionais desse esporte, podemos mencionar também que não produz impactos nas articulações e que pode ser praticado a qualquer idade.

Recomenda-se nadar desde partir dos 40 anos para prevenir infartos.

Esqui

Esse esporte de montanha talvez possa ser considerado muito perigoso ou reservado apenas a pessoas jovens e atléticas.

No entanto, deslizar pela neve pode ser o que necessitamos para ter um coração saudável e forte.

O esqui em terrenos planos ou ondulados oferece vários benefícios para o sistema cardiovascular, já que ele requer uma considerável demanda energética do tipo aeróbico.

O tamanho do coração, a frequência cardíaca, a tensão arterial, o fluxo e o volume sanguíneo melhoram notoriamente ao esquiar.

Aeróbica

  • Todos os exercícios considerados aeróbicos são “cardiovasculares” e, além disso, intervêm na coordenação neuromuscular.
  • A dança, a aeróbica ou qualquer ginástica mantém o peso controlado (pode-se perder até 260 calorias em meia hora de atividade moderada).
  • Por sua vez, esse tipo de disciplina tem um aspecto lúdico capaz de reduzir os efeitos nocivos do estresse.

Não é preciso concorrer a uma aula em uma academia. Podemos, simplesmente, dançar em casa ao som de nossas músicas favoritas.

Não sabia? 7 alimentos que contêm calorias negativas

Ciclismo

Um exercício indicado para todas as pessoas que desejam prevenir um infarto ou que já o tenham sofrido.

Se for praticado com regularidade, e se a intensidade for a adequada, permite mobilizar os músculos das pernas, dos glúteos e dos quadris.

Além disso, também diminui o risco de sofrer um ataque cardíaco, já que equilibra a pressão arterial, diminui o colesterol e a possibilidade de sofrer uma trombose.

Outros benefícios do ciclismo são:

  • Aumentar a sensibilidade à insulina.
  • Estimular a produção de substâncias químicas encarregadas pelo estado de ânimo e do estresse.
  • Prevenir o aparecimento de artrose ou hérnias de disco.