Os avós são pessoas com prata nos cabelos e ouro no coração

Os avós são pessoas com prata nos cabelos e ouro no coração

Os avós já exerceram o papel de pais, e por isso agora é a hora de desfrutar ensinando, sem a necessidade de impor a sua autoridade, e compartilhar assim momentos inesquecíveis com seus netos.
Avós e netos

Os avós são pontos cardeais na vida de quem teve o prazer de desfrutar a sua companhia. Heróis de nosso passado que estarão sempre ao nosso lado, seja no presente ou no futuro.

Os avós são estas pessoas bonitas que nos deixam um legado emocional cheio de histórias maravilhosas, de magia, de suspiros incríveis que sabem de tempos passados e tem um aroma de lar.

Estes são eles, os avós, reis dos sentimentos de nossa infância e da intensidade de grande parte das lembranças mais inesquecíveis e adoráveis que possuímos em nossas vidas.

Os avós são uma deliciosa combinação de risos, histórias e amor

Do que são feitos nossos avós? De risadas, histórias, guloseimas, segredos e amor. Principalmente isso: carinho em quantidades industriais.

Eles são sinônimo de uma união de gerações através dos presentes e doces, de um jogo permissivo, de um consentimento desmedido que sempre ameaçará acabar com a paciência dos pais.

Histórias vazias de medos e repletas de alegria, de risadas, de voltas inesperadas, de ternura, de amor… cabelos prateados que se movem com o vento, olhares cúmplices e um quintal e ouro no coração.

Neto com seu avô

Nossas raízes, sua pegada emocional

Os segredos compartilhados que constroem as nossas raízes, o amor incondicional que as fez crescer e a dedicação e o respeito que iluminaram a copa da nossa árvore. Tudo isso consegue um avô através de seu carinho e da sua dedicação.

Que grande verdade aquela de que os avós que cuidam de seus netos deixam pegadas na alma e tiram um doutorado em amor. É maravilhoso sentir que somos amados e protegidos além do bem e do mal, passe o que passar.

A verdade é que as pautas de criação que um avô pode desenvolver com seus netos têm muitas vantagens. A primeira delas, que não está submetida à pressão da educação paterna que requer uma causa e efeito e, às vezes, uma “briga” de interesses constante.

A figura dos avós ganha com a sua autoridade quase por decreto de amor e, habitualmente, temperança de um avô consegue abrir os ouvidos dos netos. Por quê?

  • Porque um avô pode se permitir ensinar enquanto caminha, cozinha ou cuida das plantas de maneira sossegada.
  • Porque um avô sabe melhor do que ninguém como nossos pais foram quando pequenos e fizeram mil travessuras. As crianças adoram ouvir estas histórias e ficam fascinadas com o fato de que, em uma certa etapa da vida, seus pais também tenham sido pequenos.
  • Porque usam canções, brincadeiras, jogos, contos e brinquedos de antes que já não são mais famosos, mas que as crianças adoram.

Avós unidos

Sua posição privilegiada, o caminho da sua experiência

Graças a sua experiência um avô pode transmitir a um neto um tipo de criação muito mais flexível e diferente de outras figuras chave da vida das crianças, como os pais. Em outras questões, os avós:

  • Têm menos estresse em sua vida e outros tipos de preocupações, o que os permite mostrar um interesse afetivo maior através da escuta paciente e empática.
  • Têm interesse em corrigir os erros que cometeram com seus filhos, e por isso fomentam, além disso, uma renovação da visão dos pais sobre a criação.
  • Entendem que a comunicação emocional é primordial na relação com seus netos, o que os aloja em um lugar privilegiado em seu coração.
  • São menos críticos com a criança e focam mais em apreciar aquelas coisas que são assombrosas antes das que não o são.
  • Ajudam a criança a socializar longe do seu entorno cotidiano, com pessoas de idades e condições distintas.
  • Agem muitas vezes como advogado defensor da criança diante dos pais, ao mesmo tempo em que fomentam a validação e compreensão de sentimentos que podem dificultar a relação paterno-filial.
  • Constituem um ponto de apoio emocional para os netos quando as circunstâncias da vida ficam mais difíceis.

Neste sentido, os avós deixam preciosas pegadas no coração das crianças, oferecendo em sua vida uma figura de valor incalculável em todos os níveis.

Avós abraçados

Os netos, a porta da sua alegria

Os netos são para os avós um presente divino, pois lhes oferecem vitalidade, alegria e sustentação emocional essenciais nesta etapa da vida.

Assim, eles voltam a se impressionar com o mundo e a desfrutar a inocência de quem ainda observa a realidade como se fossem flashes de magia.

Avós e netos se retroalimentam de amor, guloseimas, presentes, aperitivos especiais, surpresas, brinquedos fantásticos e piscadelas de cumplicidade.

Longe do guia rígido das normas de sua família nuclear, um neto desfruta com entusiasmo todos os cuidados e o carinho que seus avós lhe oferecem em cada detalhe, em cada joia de amor e cada coroa do seu reinado.

Cada um em seu lugar: pais, avós, e tios lideram a liga emocional de nossa vida. Pessoas que sentem um amor tão imenso por seus familiares que não podem evitar mostrá-lo de todas as maneiras possíveis.

Avó e neta

Assim, os doces, os beijos e os bolsos cheios de surpresas são a mostra da mais enriquecedora e bela generosidade, bondade e demonstração de carinho e sabedoria que encontraremos ao longo de nossas vidas.

Seguidores incondicionais dos netos, fãs assumidos de seus talentos, de sua perseverança, sua determinação e seus triunfos, os avós são o mais acertado e perfeito reflexo da paixão, da ternura e da proteção.

Um legado vital que corre por nossas veias com a força do amor e que nos serve de sustentação graças a estas lembranças ao seu lado, as quais permanecerão conosco durante toda a vida.