Está tentando perder peso? Então evite estas 6 bebidas

Está tentando perder peso? Evite estas 6 bebidas

Mesmo que não nos demos conta, existem várias bebidas cujo teor de calorias é muito maior do que pensamos, e que podem ser as culpadas por não perdemos peso.
Está tentando perder peso? Evite estas 6 bebidas

A alimentação é um dos pilares mais importantes para todos aqueles que estão tentando perder peso ou manter um peso saudável.

Uma dieta controlada em calorias e baixa em gorduras e açúcares é o melhor apoio para combater os quilos extras que, além de afetarem a aparência, colocam a saúde em risco.

Além disso, é necessário limitar o consumo de algumas bebidas que, mesmo que muitos ignorem, levam a transtornos metabólicos que dificultam o processo de perda de peso.

Seu alto teor de calorias e substâncias adicionadas costuma se acumular em células conhecidas como adipócitos, gerando inflamação e dificuldades para metabolizar as gorduras.

Na verdade, sua ingestão habitual é um dos obstáculos para alcançar as medidas desejadas, especialmente na região abdominal.

Por esta razão, no seguinte artigo queremos revelar em detalhe quais são para que você as identifique e substitua-as por opções mais saudáveis.

Descubra-as!

Evite estas bebidas para perder peso

1. Bebidas esportivas

bebidas-esportivas

As bebidas esportivas que são vendidas no mercado costumam ser usadas para repor os líquidos e sais minerais que o corpo perde durante os treinamentos de alto impacto.

No entanto, seu consumo deve ser exclusivo para atletas e pessoas cujo trabalho é de muita exigência física, já que para o resto das pessoas estas bebidas são muito ricas em calorias.

Seu teor de açúcares, sódio e outros componentes podem ser nocivos quando não se pratica atividade suficiente para queimá-los.

Leia: 6 exercícios que te ajudarão a queimar calorias

2. Refrigerantes

Os refrigerantes que são vendidos no mercado, inclusive aquele que dizem no rótulo “light” ou “zero calorias”, são um dos piores inimigos para aqueles que estão tentando perder peso.

Estas bebidas são fabricadas com frutose, xarope de milho e outros açúcares refinados que, depois de serem ingeridos de forma excessiva, geram dificuldades metabólicas e problemas cardiovasculares.

Cada lata de refrigerante equivale a 3 ou 4 colheres de açúcar, ou seja, umas 120 calorias.

3. Leite desnatado

leite-desnatado

O leite desnatado parece ser uma boa opção para as dietas de emagrecimento, já que seu conteúdo de gordura é inferior ao leite integral.

No entanto, ele continua representando uma fonte significativa de calorias que, ingerida diariamente, impede chegar ao peso desejado.

Por outro lado, saiba que o problema pode ser agravar entre aqueles que sofrem com intolerância à lactose, dado que aumenta a inflamação dos tecidos.

O melhor é substituir este tipo de bebidas por opções com poucas calorias como o leite de amêndoas ou o de arroz.

4. Sucos de fruta com açúcar

Os sucos de fruta natural costumam ser uma boa opção para complementar a dieta, já que trazem para o corpo um extra de nutrientes essenciais que ajudam a melhorar a saúde e o peso.

No entanto, é primordial saber que sua preparação com açúcar refinado reduz suas propriedades, dado que aumenta seu número de calorias e reduz sua qualidade nutricional.

Tanto as apresentações comerciais como as receitas caseiras perdem fibras e vitaminas quando se adiciona grandes quantidades de adoçante.

Por esta razão, o ideal é prepará-los com frutas e vegetais 100% orgânicos, sem aditivos artificiais.

5. Chá gelado

cha-gelado

Os chás gelados que costumam ser vendidos nos restaurantes e supermercados não são uma boa opção para a dieta, mesmo que a publicidade os destaque como bebidas saudáveis.

Mesmo que sejam feitos com extratos de plantas e frutas, seu conteúdo de açúcar pode ser igual ao de qualquer outro refrigerante.

O mais preocupante é que suas apresentações em garrafas individuais contêm até 175 calorias, e o equivalente a 8 ou 10 colheres de açúcar.

6. Bebidas energéticas

O consumo de bebidas energéticas aumentou de forma considerável nos últimos anos, não só porque recarregam o corpo quando sentimos fadiga, mas também porque contribuem para melhorar o rendimento durante certas atividades.

O problema é que, apesar destas qualidades, sua ingestão regular afeta o funcionamento do metabolismo e pode conduzir a problemas de sobrepeso e diabetes. 

Seu conteúdo de cafeína e açúcares artificiais interfere de forma direta neste tipo de processo, deixa as funções do corpo mais lerdas, e ainda afeta outros sistemas do organismo.

A boa notícia é que são muito fáceis de serem substituídas, pois existem vitaminas e alimentos energéticos que trazem efeitos similares ao organismo.

Você consome alguma destas bebidas? Se sim, procure excluí-las de sua dieta para que possa perder peso sem inconvenientes. 

Aumentar o consumo de água e bebidas naturais é a melhor alternativa para se manter hidratado e cheio de energia.