Pneumonia: sintomas e remédios naturais complementares - Melhor Com Saúde

Pneumonia: sintomas e remédios naturais complementares

Você já teve alguma vez um episódio de pneumonia? Se a resposta for sim, então você conhece a gravidade desta doença, e principalmente a importância de preveni-la, sabendo reconhecer os sintomas iniciais. Devemos ter muito cuidado com as crianças e os idosos, onde a aparição da pneumonia pode ser mais perigosa.

Como já dissemos em várias outras ocasiões, sempre será o médico que ditará o tratamento a ser seguido. Porém, aqui nesta página, trazemos alguns conselhos simples e naturais, que serão de grande ajuda. Sua saúde agradece.

O que causa uma pneumonia?

A pneumonia é uma doença muito frequente. Você certamente conhece uma ou várias pessoas que já sofreram com ela alguma vez. Na verdade, é bastante comum entre a população mais idosa. São eles que apresentam mais riscos, devido à sua fraqueza e pelo fato de terem um sistema imune às vezes mais vulnerável: fique de olho.

A pneumonia é uma infecção do pulmão originada pela presença de diversos microrganismos que atacam os alvéolos, inflamando-os. Vírus, bactérias, fungos, podem ser os causadores. A bactéria mais comum causadora de pneumonia é, sem dúvidas, o pneumococo. Aqui está uma simples explicação para você entender melhor a doença:

  • Nossas vias respiratórias possuem mecanismos de defesa naturais que evitam todos os dias que as bactérias cheguem aos pulmões. A primeira coisa que fazemos para “repeli-las” é tossir. Depois, dispomos de numerosas células que oferecem imunidade, que nos protegem frente a esses pequenos inimigos do exterior.
  • Mas então, como a pneumonia surge? Provavelmente, por que nosso sistema imune fica debilitado permitindo que essas bactérias, que normalmente não entrariam nos pulmões, consigam chegar aos alvéolos e causar uma infecção.
  • Outra causa de pneumonia é o fato de a pessoa ser fumante. Também se apresentar diabetes, problemas nos rins ou no fígado. Nestes casos, o sistema imune também pode enfraquecer, tornando nosso corpo mais vulnerável a infecções.

Sintomas de uma pneumonia

Gripe

Primeiramente, esclarecemos que a grande maioria dos sintomas que a pneumonia apresenta são variáveis, portanto, devemos saber duas diferenças básicas:

  • Pneumonia típica: neste caso os sintomas podem aparecer de repente ou em um intervalo de 2-3 dias. E quais são os sintomas? Muito cansaço, dor no peito, como uma pressão que dificulta até mesmo respirar com normalidade. Uma tosse forte, com possível liberação de catarro. Sempre aparece febre, mesmo baixa, e calafrios.
  • Pneumonia atípica: neste caso os sintomas tendem a ser mais complexos, por isso é mais frequentemente confundida com outras doenças. Costumamos sentir dor de cabeça, dor nas articulações, febre, mal-estar muscular, tosse muito seca e sem expectoração (diferentemente do caso anterior). Também existe cansaço, mas ressaltamos que a dor torácica é muito mais leve do que na pneumonia típica.

Como pode ter percebido, os sintomas são muito característicos, mas a consideraremos sempre como graves no momento em que as pulsações ficarem muito rápidas, quando sentirmos perda de ar e inclusive perda de consciência. A febre alta também é perigosa, assim que na dúvida procure um médico. E uma vez mais lembre-se: cuidado com as crianças e com os idosos.

Qual tratamento natural podemos seguir em casa?

Gengibre

Como ressaltamos no início do artigo, serão sempre os médicos que ditarão o tratamento. Existem casos que somente a medicação é suficiente, porém em casos mais graves é necessário hospitalização. Mas não se preocupe, geralmente os casos se resolvem bem, a não ser que o doente seja uma pessoa de idade muito avançada.

Enquanto isso, em casa, você pode seguir algumas destas dicas:

1. Banhos de oxigênio

Para que servem? Basicamente para desinflamar. O vapor quente permite eliminar a resistência do muco nos alvéolos e abrir as vias respiratórias, o que causa alívio.

Para isso, encha uma bacia de água bem quente. Adicione uma xícara (200 g) de sal grosso, mais dois copos de água oxigenada de 10 volumes (uns 400 ml). Cubra a sua cabeça com um pano e respire com normalidade, se envolvendo com o vapor. Desfrute deste banho de oxigênio pelo menos durante 20 minutos. Faça todos os dias.

2. Infusão de gengibre

Você já conhece as propriedades da raiz do gengibre, e sabe o quão medicinal esta planta pode ser. O gengibre é capaz de desinflamar, de curar, pode atuar como um antibiótico e um calmante, sem nenhum efeito secundário. Não tenha dúvidas, consuma pelo menos duas infusões por dia.

3. Remédio de alho e cebola

Podem ter um sabor ruim e é possível que deixem o hálito um tanto desagradável, mas asseguramos que combinar a cebola com o alho é um remédio muito efetivo para tratar a pneumonia, pois a combinação desinflama e cura. São antibióticos naturais ao alcance de todos. E como prepará-la? Muito fácil. Corte dois alhos e 50 g de cebola muito finos e adicione em um copo de água. Inclua também uma colher de mel. Misture tudo e beba de manhã.

5. Suco de cenoura

Antes de jantar, é ideal preparar um simples suco de cenoura, e por que a cenoura? Porque este vegetal fortalece os pulmões. Oferece também excelentes antioxidantes que reparam o tecido danificado. Além disso, são ricas em vitamina A, em cálcio, ferro, magnésio, potássio, fósforo e vitaminas do complexo B. Faça um suco com duas cenouras e adicione um copo de água. Muito simples!