Por que o seu cabelo está caindo? Contamos aqui! - Melhor Com Saúde

Por que o seu cabelo está caindo? Contamos aqui!

cabelo está caindo

A queda de cabelo é uma das condições que afeta mais aos homens do que às mulheres, mas nem por isso estamos livres deste mal. É normal perder entre 50 e 100 fios todos os dias, já que eles passam por ciclos de crescimento e são substituídos, mas se a queda for exagerada, precisamos ficar atentos e tentar entender porque tanto cabelo está caindo.

Há vários fatores diferentes que podem contribuir para a queda de cabelo, e os tratamentos para atenuar a situação dependem do motivo específico de cada caso. Dessa forma, é importante ficar atento às principais razões que podem estar fazendo com que os fios caiam para decidir como acabar com o problema.

Principais razões para a queda de cabelo

1. Estresse físico e emocional

O estresse físico decorrente de qualquer tipo de trauma, como um acidente, uma cirurgia ou uma doença séria, pode causar a queda de cabelo por alterar o ciclo de crescimento dos fios e fazer com que uma maior quantidade deles passe diretamente para a fase de queda.

Além disso, se estivermos passando por uma situação muito difícil, como a morte de uma pessoa querida, o estresse emocional intenso também pode desencadear a queda dos fios, ou acelerar ainda mais o processo que já estiver acontecendo devido a outros fatores.

2. Falta de proteína

proteina

Os cabelos são feitos de proteína. Se não ingerirmos quantidades suficientes deste macronutriente, nosso organismo vai racionar o que temos para ser usado em funções vitais, e pode parar o crescimento de novos fios.

Nesse caso, os fios que caírem não serão substituídos, já que o cabelo parou de crescer, e podemos ficar com falhas em algumas partes do couro cabelo.

Para evitar esta situação, basta incluir fontes saudáveis de proteína na dieta, como peixes, carnes magras e ovos.

3. Alterações hormonais

Desequilíbrios hormonais influenciam a saúde dos fios e podem causar a queda excessiva de cabelo. Situações como parar de tomar a pílula, mudar de método anticoncepcional ou estar no período da menopausa, podem agravar o problema, já que implicam mudanças hormonais significativas.

O mesmo ocorre durante a gravidez, já que os hormônios sofrem muitas alterações. Além disso, o parto em si é um tipo de trauma que causa estresse físico, e contribui mais ainda para a queda dos fios, mesmo após o nascimento do bebê.

4. Excesso de vitamina A no organismo

Estudos indicam que a ingestão exagerada de vitamina A pode contribuir para a queda de cabelo. O excesso deste nutriente pode inibir o crescimento dos fios e até inflamar os folículos capilares, por isso devemos ficar atentos ao seu nível de ingestão.

Os principais alimentos fonte de vitamina A são os vegetais vermelhos, amarelos, alaranjados e verde-escuros, além de ovos, leite e fígado.

É importante ressaltar que a overdose de vitamina A costuma ocorrer principalmente em quem faz uso de suplementos, já que é difícil aumentar tão drasticamente a sua quantidade  no organismo somente através da alimentação.

5. Fatores hereditários

Características genéticas podem influenciar drasticamente a queda de cabelo, que tende a ficar mais fraco e fino ao longo do tempo. É a chamada alopecia androgenética feminina, a versão para mulheres da calvície masculina.

Se você vem de uma família na qual as mulheres passaram por problemas de queda de cabelo com uma determinada idade, é mais provável que seus fios comecem também a cair em excesso. Nesse caso, vale a pena consultar um dermatologista para obter indicações de medicamentos que ajudem a atenuar o problema.

6. Anemia

anemia

O tipo mais comum de anemia, doença que afeta a produção de hemoglobina, ocorre devido à deficiência de ferro no organismo. Este mineral é importantíssimo para a saúde, o fortalecimento e o crescimento dos fios, já que é responsável por transportar o oxigênio até o couro cabeludo.

Inclua mais ferro na dieta, consumindo alimentos como carne vermelha (priorize cortes magros), ovos, espinafre, brócolis, lentilha, frutas secas, soja e abóbora.

7. Hipotireoidismo

Esta condição ocorre quando a glândula da tireoide mantém um nível de atividade abaixo do esperado para o bom funcionamento do organismo. Ela afeta o metabolismo, os batimentos cardíacos e o humor, além de produzir hormônios que influenciam o crescimento dos cabelos e das unhas.

Dessa forma, o hipotireoidismo pode ser um dos fatores que causam a queda excessiva de cabelo. Se surgir esta suspeita, consulte um médico para obter um diagnóstico preciso.