Por que sentimos frio nas mãos e nos pés? - Melhor Com Saúde

Por que sentimos frio nas mãos e nos pés?

Você sabia que ter as mãos ou os pés continuamente frios pode ser consequência de um esforço digestivo exagerado? Nosso estômago aumenta a sua temperatura e ela se reduz nas extremidades.

As mãos e os pés, assim como o nariz e as orelhas, são as extremidades mais salientes do corpo e, portanto, recebem menos sangue e tendem a ficar mais frios com a mudança na temperatura externa.

Podemos perceber que, quando estamos com frio, a ponta do nosso nariz fica avermelhada e fria, assim como as orelhas e as bochechas. Os pés e as mãos recebem pouco fluxo sanguíneo por ficarem longe dos órgãos vitais do corpo, como o coração, o fígado ou os rins.

Os órgãos vitais precisam estar sempre bem irrigados, por isso, encontram-se todos juntos, na região mais central do corpo.

mao_gelo_Taras_Khimchak

Mas você sabia que o frio nas mãos e nos pés pode ser um sintoma de outros problemas de saúde? Confira:

– A ansiedade e o estresse contraem os vasos e aumentam o frio nas extremidades

Durante uma prova, uma entrevista de emprego ou quando temos que falar em público, é comum sentirmos bastante frio, tanto que chegamos a ter tremores musculares. As mãos ficam frias e suadas, assim como os pés.

Isso porque a ansiedade contrai os músculos, que por sua vez contraem os vasos sanguíneos, dificultando a circulação normal do corpo. O remédio: tentar relaxar o máximo possível, com a certeza de que tudo voltará ao normal depois do momento de nervosismo.

– Doença de Raynaud

A doença de Raynaud é uma hipersensibilidade do organismo a mudanças bruscas de temperatura. As pessoas afetadas levam mais tempo para que suas mãos e pés fiquem aquecidos depois de entrar em contato com o frio.

cheiro-pés-500x325

Assim, portadores de Raynaud tendem a apresentar unhas de pés e mãos arroxeadas e a perder a sensibilidade nas extremidades. Apesar de não ser grave, a doença precisa de acompanhamento médico, pois pode deixar o paciente mais propenso a doenças graves, como o lúpus, a artrite e o hipotireoidismo, se não for tratada.

– Problemas circulatórios

Geralmente, mãos e pés frios não são sinal de algo grave, mas se você também sente dor frequente nas pernas e dificuldades de cicatrização, isso pode ser um sintoma de problemas circulatórios, como a aterosclerose e as vasculites.

A aterosclerose é o entupimento dos vasos arteriais por placas de gordura. Pode ser comum em pacientes idosos com diabetes, colesterol alto, obesidade e hipertensão. Se você suspeita que tem o problema, é preciso buscar o tratamento adequado junto à equipe médica de sua confiança.

Já as vasculites são inflamações dos vasos sanguíneos, e também podem causar o frio nas extremidades do corpo.

– Problemas cardíacos

Se você apresentar taquicardia/arritmia (coração batendo acelerado ou fora do ritmo normal), inchaço nas pernas, cansaço extremo ao fazer esforço e sintomas parecidos, pode ser necessário consultar um cardiologista, para avaliar sua saúde cardíaca.

A anemia (falta de ferro) também pode ser a causa de cansaço extremo, e é um problema facilmente solucionável. Geralmente, o médico solicitará um hemograma (exame de sangue) e, caso seja identificada, vai indicar mudanças na dieta ou a ingestão de suplementos.

Alimentos ricos em ferro são carnes vermelhas, como o fígado de boi, a gema do ovo, vegetais de folhas verdes, como a couve e o espinafre, feijão, beterraba, soja e lentilha, entre outros. Você também pode consumir leite e outros produtos enriquecidos com ferro para incrementar a dieta e superar a anemia. Aos poucos, sentirá como seu nível de energia aumentará.

banho-pes-Intercontinental-Hong-Kong

– Como evitar mãos e pés “frios”

Se você não tem nenhum problema de saúde mais grave, então as mãos e os pés frios provavelmente indiquem mudanças bruscas de temperatura.

Procure evitar sair de um ambiente muito quente para outro muito frio, e vice-versa, para evitar estressar o corpo, que vai se esforçar para regular a circulação sanguínea e a temperatura interna.

Não tome líquidos muito gelados em ambientes muito quentes, e agasalhe bem as extremidades do corpo (incluindo o pescoço) em ambientes muito frios. O choque térmico pode causar paralisia facial e outros problemas de saúde que devem ser evitados.

Se você trabalha ou dorme em ambientes com ar condicionado, ajuste a temperatura para 21°C. Essa temperatura é agradável e ao mesmo não exige muito do organismo.