O que é a prímula e quais são seus benefícios?

A prímula é muita usada como planta medicinal, graças aos seus vários componentes e propriedades. Utiliza-se não só para aliviar a inflamação, mas também para aumentar a fertilidade da mulher.

A prímula, cujo nome científico é oenothera, é um tipo de erva que também é conhecida como flor ornamental. Originária da América do norte, Ásia e Europa, tem sido utilizada como planta medicinal há vários anos.

É uma flor de cor amarelo-pálido, cujas pétalas exalam um aroma penetrante. Sua flor se abre à tarde. A planta pode atingir até um metro de altura e, em geral, desenvolve-se em:

  • Jardins
  • Caminhos
  • Estradas
  • Portos
  • Terrenos baldios
  • Margens de vias férreas

É mais comum o uso do óleo de prímula do que o consumo do chá feito com a planta. Este óleo é extraído das sementes e acondicionado em cápsulas de gelatina amareladas.

Os componentes da prímula são o que a tornam uma planta medicinal versátil e benéfica. Dentro desses, destacamos:

  • Ômega 6
  • Ácido linoleico
  • Fibra
  • Aminoácidos
  • Vitamina C
  • Potássio
  • Cobre
  • Ferro
  • Cálcio
  • Zinco
  • Magnésio

A seguir, vamos apresentar nove benefícios e possíveis riscos do consumo de prímula, também conhecida como a planta da mulher.

Benefícios da prímula

1. Anti-inflamatória

Mulher com cólica e dor abdominal

A prímula tem efeitos anestésicos e é usada para casos de feridas, dor nos ossos e de estômago, pois esta planta alivia e reduz o inchaço.

Da mesma forma, se você apresentar alguma lesão muscular, ajuda se fizer uma massagem com algumas gotas do óleo dessa planta, para aliviar o desconforto.

2. Antioxidante

A prímula fornece proteção e hidratação para a pele, além de aliviar a dor e a inflamação, e também restaura a pele seca, o que torna seu óleo um bom aliado para manter a pele macia e limpa.

Por seus antioxidantes, pode reduzir o aparecimento de rugas e retardar os efeitos da idade, por exemplo, no rosto e nas mãos.

3. Aumenta a fertilidade

Mulher segurando teste de gravidez

Para as mulheres que querem engravidar, o uso de prímula em forma de cápsulas pode aumentar as chances de fertilização de maneira mais rápida e eficaz.

O óleo de prímula estimula a produção do muco cervical, um líquido secretado pelo colo do útero através da estimulação provocada pelo estrogênio. Esse muco melhora o acesso dos espermatozoides até o óvulo, aumentando as chances da fecundação ocorrer.

4. Diabetes

No caso de diabetes, a prímula funciona como um complemento maravilhoso para reduzir o desconforto, já que ajuda a regular os níveis de insulina no nosso sangue.

Além disso, alivia os efeitos de perda de sensibilidade, formigamento ou dormência que algumas pessoas com neuropatia diabética leve costumam experimentar.

5. Dores pré-menstruais

Mulher com cólica menstrual

A prímula é conhecida como “planta da mulher” porque reduz os sintomas provocados pela síndrome pré-menstrual e e alivia problemas como:

  • Inflamação pélvica
  • Náuseas
  • Retenção de líquidos
  • Cólicas
  • Seios sensíveis
  • Desequilíbrio hormonal

Tomar uma cápsula por dia pode aliviar muitos dos problemas comuns no período menstrual, mas é importante consultar um médico para garantir que o óleo de prímula pode ser usado sem riscos.

6. Menopausa

A menopausa é o estado em que o nível natural de hormônios reprodutivos começa a diminuir. Todas as mulheres passam por isso quando chegam à idade de quarenta ou cinquenta anos.

Alguns dos sintomas presentes na menopausa são:

  • Mudanças de humor
  • Calores
  • Ciclos menstruais irregulares
  • Infecções vaginais
  • Fraqueza nos ossos

Como a prímula pode ajudar? Aliviando ou reduzindo os sintomas da menopausa, já que fornece ao corpo um aporte hormonal natural. Não se pode evitar a menopausa, mas sim estar preparada para sua chegada.

7. Osteoporose

Exame das mãos

A osteoporose é uma doença na qual os ossos ficam danificados, tornando-se, assim, mais fracos, frágeis e, portanto, propensos a fraturas. Isso acontece quando o tecido ósseo não é capaz de ser absorvido nem substituído pelo corpo.

Trata-se de uma doença crônica, isto é, que tende a durar anos ou a vida toda, e não tem cura. Para estes casos, o médico prescreve medicamentos, dieta e exercícios que ajudam a manter a força e a resistência dos ossos.

A prímula aumenta a densidade dos ossos, uma vez que atrasa a perda do tecido ósseo, o que funciona como um remédio alternativo para aliviar os efeitos da osteoporose.

8. Unhas saudáveis

É importante manter a saúde de todo o nosso organismo, e isso inclui as unhas. As unhas danificadas não são apenas um problema estético, mas também são um reflexo de nossa saúde.

É importante agir quando as unhas estão quebradiças e apresentam estrias. O consumo desta planta beneficia a saúde de nossas unhas, restaurando os danos e dando-lhes um aspecto liso, limpo e saudável.

9. Problemas faciais

Mulher se olhando no espelho, procurando por acne

As propriedades antioxidantes e antinflamatórias da prímula a tornam uma aliada útil para prevenir ou curar problemas como:

  • Acne
  • Espinhas
  • Eczema

Isso porque a prímula ajuda a diluir o acúmulo de oleosidade nos poros, que pode bloqueá-los e explodir sob a forma de acne e espinhas.

É útil para combater o eczema atópico, doença que, por questões de alergias, dá à pele um aspecto enrijecido e seco. A prímula, seja como óleo ou sob a forma de cápsulas, é um bom remédio alternativo para este problema na pele.

Risco de consumo

A prímula apresenta um mínimo de efeitos colaterais, no entanto, é importante mencioná-los e conhecê-los. São eles:

  • Diarreia
  • Reações gastrointestinais
  • Dor de cabeça

É recomendável consultar o médico para saber quão benéfico é, para a sua saúde em particular, o consumo de prímula.

Recomendados para você