Principais causas do câncer de mama que você deveria conhecer - Melhor Com Saúde

Principais causas do câncer de mama que você deveria conhecer

Embora o câncer de mama seja o mais comum em pessoas com mais de 50 anos, especialmente em mulheres, devemos saber que depois da menopausa ele é muito menos agressivo.
causas do câncer de mama

O câncer de mama é um tipo de tumor maligno que se origina nas células mamárias. Esta doença afeta principalmente as mulheres, mas os homens também podem chegar a desenvolvê-la. Todo ano, milhares de mulheres morrem por causa desta doença, pois infelizmente, na maioria dos casos, ela é detectada quando já é tarde demais. Neste artigo iremos revelar as principais causas do câncer de mama que você deveria conhecer.

Com o avanço da medicina e da tecnologia, hoje em dia é possível tratar o câncer de mama, e a expectativa de vida aumentou consideravelmente. Entretanto, segue havendo um grande alerta, já que a falta de informação sobre a doença é, em grande parte, uma das razões para que ela não seja detectada a tempo. Como os fatores de risco e as causas do câncer de mama são chaves para a prevenção,

Idade e sexo

Como já havíamos mencionado, este tipo de câncer afeta principalmente as mulheres, mas os homens também podem desenvolvê-lo. Na maioria dos casos, o risco da doença aumenta com o passar da idade, especialmente após os 50 anos. No caso de homens, há 100 vezes menos chances de sofrer com a doença.

Antecedentes familiares

cancer-de-mama-2

Vários estudos mostraram que as pessoas que têm um maior risco de sofrer de câncer de mama são aquelas com um familiar próximo que padeceu este tipo de câncer, assim como o câncer de colo de útero, ovário ou cólon.

Genética

O câncer de mama também pode ocorrer devido a um gene defeituoso transmitido por um dos pais. Geralmente os defeitos se encontram nos genes BRCA1 e BRCA2, que são aqueles encarregados de produzir proteínas que nos protegem precisamente do câncer. Um defeito nos genes pode gerar um risco de padecer de câncer de mama de até 80% em algum momento de nossas vidas.

Ciclo menstrual

colicas

Há um risco maior se a mulher iniciou seus períodos menstruais antes dos 12 anos, e o risco também aumenta quando a mulher chega à menopausa depois dos 55 anos.

Antecedentes da doença

As mulheres que sofreram com o câncer de mama em um dos seios têm um maior risco de desenvolver este tipo de câncer no outro seio, ou que ele ocorra novamente na mesma parte.

Consumo de bebidas alcoólicas

Segundo vários estudos, o consumo de 1 ou 2 copos de álcool por dia pode aumentar o risco de câncer de mama.

Parto

cancer

As mulheres que não tiveram filhos ou que os tiveram depois dos 30 anos de idade têm um maior risco de câncer de mama. Ter mais de uma gravidez com idade mais jovem reduz o risco de desenvolver a doença.

Terapia com hormônios

As mulheres que fizeram terapia de hormônios com estrogênio têm um alto risco de desenvolver o câncer de mama.

Obesidade

Ainda que este fator não tenha sido completamente estudado, especialistas acreditam que as mulheres com obesidade produzem mais estrogênio, o que estimula o desenvolvimento desta doença. O risco é ainda maior quando a mulher sofre de obesidade após os 50 anos.

Radiação

celula-cancer

As radiografias e as tomografias aumentam o risco de câncer de mama consideravelmente. Se você recebeu radioterapia quando era criança ou adolescente, como parte do tratamento de um câncer na região do tórax, o risco de desenvolver esta doença é ainda maior. O risco aumenta ainda mais dependendo da dose recebida e da idade que tinha na época.

Alimentação

Ainda que alguns estudos tenham encontrado contradições ao relacionar a alimentação com o desenvolvimento do câncer de mama, muitos deles consistem no fato de que uma má alimentação pode ser um fator de risco. O consumo de alimentos refinados, embutidos, gorduras saturadas, açúcares, entre outros, supõem um risco maior de desenvolver a doença.

Possíveis causas do câncer de mama

Faz alguns anos que as mulheres vêm sendo alertadas sobre o uso de antitranspirantes e sutiãs, considerando que eles poderiam também ser fatores de risco para desenvolver o câncer de mama. No entanto, até o momento não há nenhum vínculo direto que relacione este tipo de comportamento com a doença. Os implantes nos seios e os pesticidas também não são um risco relacionado com o câncer.