A propaganda de Natal que emocionou milhões de pessoas

A propaganda de Natal que emocionou milhões de pessoas

Ainda que devêssemos estar com eles sempre que possível o ano todo, o Natal é uma época muito apropriada para recordar nossos familiares de que os amamos e desejamos passar nosso tempo com eles.
Idoso comendo sozinho

A época natalina é uma das mais felizes para as famílias, ainda que algumas pessoas não estejam alegres porque se sentem sozinhas ou não tenham a chance de se reunir com seus entes queridos.

Neste tempo de amor e reconciliação há muitos dias para reforçar os laços familiares e viver momentos que ficarão para sempre em nossa memória.

Aproveitando-se da época do Natal, muitas empresas preparam e lançam várias propagandas e anúncios que nos convidam a desfrutar deste tempo maravilhoso com a família.

Um dos mais recentes, que foi ao ar no Natal do ano passado, é o da cadeia de supermercados Edeka, que deu a volta ao mundo pela importante reflexão que oferece a todos.

O seu título é “É hora de voltar para casa”, e a publicidade fala de uma realidade que milhões de idosos vivem em todo o mundo: a solidão.

A mensagem contida na propaganda se tornou viral através das redes sociais, chegando a mais de dois milhões de visualizações já em seu primeiro dia de lançamento. Ela superou as 25 milhões de reproduções.

A história da propaganda de Natal…

Imagem-propaganda-de-Natal

Em plena época de Natal, um idoso solitário recebe várias mensagens de seus filhos, nas quais eles avisam que não poderão estar com ele nesta data importante.

“Oi pai (…) queria dizer que não vamos poder ir vê-lo no Natal este ano. Tentaremos no ano que vem, eu prometo. Feliz Natal pai”.

O idoso observa através de sua janela como outras famílias se reúnem para celebrar a véspera de Natal, enquanto ele só conta com a companhia da sua árvore de Natal e do seu cão.

Dia após dia ele sofre da mesma solidão, e se entristece ao ver como os outros recebem a visita de seus netos, enquanto ele tem que continuar sozinho.

De repente, enquanto seus filhos comemoram, recebem mensagens e chamadas anunciando que seu pai faleceu.

Obviamente, como era de se esperar, todos cancelaram seus compromissos e chegaram até a casa do idoso para perceber que ele havia fingido a sua morte.

“Preciso fazer isso para poder ver todos juntos?” – ele diz, dando início a um rompante de alegria. O anúncio emocionante termina com o desejo cumprido do protagonista: voltar a ter uma ceia familiar no natal.

A realidade de muitos idosos

Este anúncio que surgiu durante o Natal ressalta uma realidade muito triste: milhares de adultos idosos passam o Natal sozinhos mesmo tendo uma família, e isso ocorre em diversos países ao redor do mundo em números bastante significativos.

A maior preocupação para os especialistas é que foi demonstrado que a falta de companhia, especialmente neste tipo de circunstância, pode contribuir para piorar o humor das pessoas ou até gerar episódios de depressão.

Por esta razão, não é estranho que muitos foquem suas campanhas em tratar de reduzir o abandono, principalmente em uma população que durante muitos anos ficou esquecida.

Há órgãos e organizações que trabalham todos os dias do ano com o objetivo de combater a solidão não desejada através dos seus programas de voluntariado.

E como neste Natal a intenção era de que ninguém se esquecesse de seus familiares, o supermercado Edeka lançou junto a este vídeo uma proposta na qual convida seus usuários a enviar fotografias com momentos especiais em família associados ao Natal.

Os associados utilizaram a hashtag #heimkommen (que em português significa algo como “voltar ao lar”) e um total de 100 pessoas poderia ganhar um cupom no valor de 100 euros para gastar em suas compras nas lojas durante as festas.

Obviamente, deixando de lado a campanha alemã, a intenção de difundir esta mensagem é a de que todos sejam um pouco mais conscientes sobre esta realidade e não se esqueçam de seus familiares mais velhos. É fundamental analisar se alguém está esperando ansiosamente este período de festas natalinas e estar junto de quem valoriza a sua presença.