Que aparência seus filhos podem ter segundo a genética? - Melhor com Saúde

Que aparência seus filhos podem ter segundo a genética

Pensar em como será a aparência dos filhos segundo a genética é uma das atividades preferidas do futuros pais.

Saber que está esperando um filho é uma sensação incomparável: você é invadido por muitas perguntas sobre se estará à altura de suas necessidades, se o bebê nascerá saudável…

Uma das coisas mais emocionantes é, sem dúvida, imaginar como será fisicamente. Você passa horas fantasiando sobre seu rosto, seus olhos, cabelos, até o formato de suas mãos e pés.

Atualmente, é possível predizer com maior exatidão a aparência física que terão seus filhos, segundo a genética. Ainda há muito para descobrir, mas os avanços nesse campo nos dão a possibilidade de fazer certas suposições.

Elas são possíveis graças à certeza de que existem dois tipos de genes:

Genes dominantes

Como seu nome indica, trata-se daqueles genes que estão em nosso DNA e que se impõem sobre o resto, portanto, são o que, com mais segurança, influirão no aspecto de seus filhos, segundo a genética.

Veja também: Por que a voz de uma mãe “desperta” o cérebro de seu filho?

Genes recessivos

São mais fracos, mas isso não significa que sejam anulados. Tanto é assim que podem não se manifestar em seus descendentes diretos e, por outro lado, aparecer nos filhos deles.

Hoje, convidamos você a unir os dados para saber a aparência que terá o seu bebê.

Pista 1: Os olhos

Olhos de linda aparência

A cor dos olhos depende da melanina que procede de alguns genes.

A concentração dessa substância varia durante a primeira infância: o que explica o fato de muitas crianças nascerem com os olhos claros e que terminam ficando castanhos, chegando até perto do preto.

Apesar da tonalidade escura ser o gene dominante, é interessante que você leia as conclusões das pesquisas:

  • Se os dois progenitores tiverem os olhos escuros, existe 75% de possibilidade de que os de seus filhos sejam iguais e cerca de 18% de que sejam verdes. Por último, as chances dos olhos azuis são realmente limitadas, apenas uns 6%.
  • Se houver olhos verdes e castanhos, a porcentagem da cor escura diminui para 50%; a de olhos verdes sobe a uns 37% e as de olhos azuis, a 12%.
  • Se tivermos azuis e castanhos, os dois tons estão a 50%.
  • Se os dois têm olhos verdes, cerca de 7% de chance será para essa cor, mas o azul teria uns 25%.
  • Caso se tratar de verde e azul, as cores claras se repartem na porcentagem a partes iguais.
  • Se só temos olhos azuis, quase que com certeza os filhos terão olhos azuis. Há apenas 1% de chances de que sejam verdes.

Pista 2: Cor dos cabelos

Mãe com filhos

Como acontece com o caso anterior, o escuro é o gene dominante. Assim, se qualquer um dos pais tiver o cabelo castanho ou preto, o mais comum é que os filhos, segundo a genética, tenham o cabelo neste tom.

No entanto, se existirem antepassados ruivos, pode acontecer que seus netos sejam ruivos, sobretudo se seu parceiro também tem os cabelos dessa cor.

Pista 3: Boca

O gene dominante é dos lábios carnudos, enquanto que os lábios finos são o gene recessivo, então, tudo aponta que o bebê terá a boca mais parecida com quem tem os lábios mais grossos, a não ser que algum dos avós tenha lábios finos.

Nesse caso, pode acontecer que, ao se unir à informação genética da outra pessoa, o filho tenha como resultado os lábios mais estreitos.

Recomendamos ler: Você acorda com um sabor amargo na boca?

Pista 4: O nariz

Nariz da filha

Aqui, a supremacia é dos narizes maiores. Essa é a razão pela qual o clássico nariz adunco se repete muito em membros da mesma família.

Pista 5: O formato do rosto

Os rostos ovais e largos dominam sobre os redondos e as maçãs do rosto altas são recessivas.

Com essas evidências, você poderá ter uma ideia mais exata de como serão seus filhos, segundo a genética. Mas não se esqueça de que as características físicas se modelarão com sua personalidade.

O olhar não é apenas a cor dos olhos, do mesmo modo que o sorriso não se reduz à forma dos lábios em conjunto com os dentes.

É a alma, seu modo de ser, o que completará como será seu aspecto físico.

Você consegue imaginar agora que rostinho terá o seu bebê?