Quero estar solteira mas contigo uma nova forma de relacionar

Quero estar solteira, mas contigo

Ah, o amor. Não há nada que nos faça sonhar tanto e nos deixe em um estado de completa euforia. Pena que os relacionamentos amorosos muitas vezes são complicados, o que causa dor e frustrações.

Como seria um relacionamento estando solteira, “livre”, em que cada membro do casal pudesse viver sua vida independentemente, amando-se com ainda mais intensidade?

É sobre esse relacionamento ideal que fala a carta “Quero estar solteira, mas contigo”, escrita como um artigo no site The Huffington Post. A carta está sendo compartilhada e lida em todo o mundo através da internet. Talvez, seu sucesso se deva ao fato de ser uma declaração de intenções (sexuais e não sexuais) capaz de mexer com muitas pessoas.

Assim, podemos nos identificar ou não com seu conteúdo, mas sua leitura é muito esclarecedora, para compreender que nossa alma gêmea será aquela pessoa com a qual podemos ser nós mesmos em toda a nossa integridade.

Leia a inspiradora carta seguir:

“Quero estar solteira, mas contigo”.

Quero que você tome uma cerveja com seus amigos, para que, no dia seguinte, tenha ressaca e me peça para ir te ver, porque gosta de me ter aconchegada entre seus braços. Quero que conversemos na cama pela manhã sobre todo tipo de coisas, mas algumas vezes também à tarde; quero que cada um faça o que quiser durante o dia.

Quero que me conte sobre as noites em que você sai com seus amigos. Que me diga que havia uma garota no bar que olhava para você. Quero que você mande mensagens para mim quando estiver bêbado com seus amigos, falando bobagens, apenas para que você possa estar certo de que eu também estou pensando em você.

Quero que possamos rir enquanto fazemos amor. Que comecemos a rir, porque estamos provando coisas novas e sem sentido.

Quero que, quando estivermos com nossos amigos, você pegue a minha mão e me leve a outro quarto porque não consegue mais aguentar e tem vontade de fazer amor comigo ali mesmo. Quero tentar permanecer em silêncio, porque há pessoas por perto e podem nos ouvir.

solteira sem amarras

Quero comer contigo, que você me faça falar sobre mim mesma e que você me fale sobre você. Quero que discutamos sobre qual a melhor, a costa norte ou a sul, o bairro ocidental ou o oriental.

Quero imaginar o apartamento de nossos sonhos, mesmo sabendo que provavelmente nunca viveremos juntos. Quero que me contes sobre aqueles sonhos que não têm nem pé nem cabeça. Quero me surpreender dizendo: “Pegue seu passaporte, vamos partir”.

Quero ter medo contigo. Fazer coisas que nunca faria com mais ninguém, porque contigo me sinto segura. Voltar para casa muito bêbada depois de uma boa noite com amigos. Para que você segure meu rosto, me beije, me faça de seu travesseiro e me aperte bem forte à noite.

mulher solteira

Quero que você tenha sua vida, para decidir, em um capricho, viajar por algumas semanas. Para que me deixe aqui, entediada e desejando que uma pequena mensagem do Facebook apareça com seu rosto me dizendo “oi”.

Eu não quero ser sempre convidada para sair com você e não quero convidar sempre. Então, poderei lhe contar sobre minhas saídas e ouvir você me contar sobre as suas no dia seguinte.

Eu quero algo que seja tanto simples quanto, ao mesmo tempo, nem tão simples. Algo que garanta que eu frequentemente me faça perguntas, mas no minuto em que estiver no mesmo quarto contigo, eu saiba. Quero que você me ache linda, que você tenha orgulho de dizer que estamos juntos. Quero ouvir você dizer que me ama e, especialmente, quero lhe dizer de volta. Quero que você me deixe andar na sua frente, para que você possa ver meu quadril balançar da esquerda para a direita. Que você me deixe limpar o gelo das janelas do meu carro no inverno porque meu bumbum balança e te faz sorrir.

mulher solteira

Quero fazer planos sem saber se vão ou não se realizar. Estar em um relacionamento que é tudo, menos claro. Quero ser sua boa amiga, aquela com quem você adora estar. Quero que você mantenha seu desejo de flertar com outras garotas, mas que volte para mim quando terminar a noite. Porque eu vou querer ir para casa com você. Eu quero ser aquela com quem você ama fazer amor e cair no sono. Aquela que fica longe quando você está trabalhando e adora quando você se perde no seu mundo de música. Quero viver uma vida de solteira contigo. Porque nossa vida de casal seria o equivalente a nossas vidas de solteiros hoje, mas juntos.

“Um dia, te encontrarei”.

Essa é a carta que está causando frisson na internet. Foi escrita por Isabelle Tesier e dedicada ao amor pelo qual anseia. Um “amor” que ela sente como independente e ideal.

Muitas pessoas estão se identificando com essas palavras. O certo é que as relações “livres de preconceitos e expectativas” são cada vez mais frequentes em nossa sociedade.

O que significa amar sem amarras?

solteira sem compromisso

Amar sem amarras supõe romper com as barreiras que nos auto-impomos na hora de manter uma relação. Significa estabelecer nós mesmos nossas próprias regras, a partir de nossas verdadeiras necessidades e inquietudes, e não a partir das expectativas que a sociedade nos impõe.

Hoje em dia, as relações livres de compromissos limitantes estão muito em voga. Quem as defende afirma que apresenta inúmeras vantagens, por exemplo:

É outra maneira de desfrutar a sexualidade

Pode ser que duas pessoas que se gostam e se atraem desejem apenas manter relações sexuais, sem estabelecer um vínculo afetivo que exclua a possibilidade de ter contato com mais pessoas.

Também pode ser que duas pessoas se queiram, mas não se necessitem como se espera, que sejam independentes e que construam suas vidas sem a necessidade de dar explicações.

A ideia é que os dois membros do casal possam decidir as normas que vão guiar sua relação, sem ligar para o que a sociedade ou os contos de fadas lhes tenham imposto como “real”.

Estar solteira amando pode ajudar a lidar com as emoções

Esse tipo de relacionamento ajuda a pessoa a se auto-explorar e a e conhecer, tanto no plano sexual quanto emocional. Já que essa situação é complexa no que diz respeito aos sentimentos, resolver as dúvidas e os medos pode ajudar a estabelecer certo controle sobre nossas emoções.

Deixemos que cada um escolha como quer se relacionar. O amor é uma experiência única para cada casal.