Os refrigerantes, inimigos dos dentes - Melhor Com Saúde

Os refrigerantes, inimigos dos dentes

As bebidas gasosas ou os refrigerantes, ainda que muito deliciosas, podem ser bastante prejudiciais para a saúde de nosso corpo, além de apresentarem muitos riscos para os dentes, independentemente se possuem corantes ou não.

Um recente estudo considera essa classe de bebidas tão ruim e prejudicial para a saúde dos dentes quanto uma droga ilegal.

Por que os refrigerantes são tão nocivos?

Nesse artigo, vamos descobrir por que os refrigerantes podem ser tão ruins aos nossos dentes, assim como outros alimentos que devemos evitar para que eles permaneçam saudáveis por mais tempo.

Existem razões muito poderosas para deixarmos de consumir frequentemente os refrigerantes, como, por exemplo:

  • Os refrigerantes contêm muito açúcar, e como bem sabemos, os açúcares são muito calóricos e não trazem nenhum nutriente para o corpo.
  • O consumo destas bebidas pode causar diabetes tipo II.
  • Também pode provocar outras doenças, entre elas a depressão.
  • Acumulam gordura em excesso ao redor da cintura.
  • Aumentam os níveis de triglicerídeos e do colesterol ruim.
  • Aumenta a pressão arterial.

Todos estes problemas, além de outros mais, estão relacionados com o excessivo consumo destas bebidas.

E os “refrigerantes light” ou sem açúcar?

Estes refrigerantes, ainda que não sejam açucarados, apresentam entre seus componentes os ácidos, como: o cítrico e o fosfórico, os quais podem chegar a danificar a superfície dos dentes, provocando manchas, cáries e outros problemas dentais que podem chegar a ser muito graves.

Em um dos estudos realizados recentemente e que foram difundidos pelo meio especializado General Dentistry, assegura que em alguns casos, o consumo excessivo destas bebidas podem chegar a ter o mesmo efeito na saúde dos dentes que algumas drogas ilegais, como a cocaína, a metanfetamina e o crack provocam.

Uma mulher de mais ou menos 30 anos se submeteu ao citado estudo, depois de beber refrigerantes durante aproximadamente cinco anos, ela apresentava uma dentição tão deteriorada quanto um consumidor habitual de cocaína. Estes danos podem ser prejudicados pelos ácidos que estão presentes nestas bebidas, os quais podem variar dependendo da quantidade e da frequência com as quais estas pessoas as consomem. Da mesma maneira, temos que levar em conta que algumas bebidas esportivas também contêm ácidos e que podem danificar a dentição de maneira bastante agressiva.

Cepillar-los-dientes

Lembre-se de que a saúde dental é primordial e que um bonito sorriso faz as pessoas se sentirem melhor. É na boca também que a digestão começa, por isso, evite a todo custo aqueles hábitos que podem afetar a saúde bocal.

Estimule os bons hábitos que melhorem a saúde dental, como escovar os dentes de três a quatro vezes ao dia, usando uma boa escova dental, creme dental de qualidade e um enxaguante bucal, além de fio dental pelo menos duas vezes ao dia. Além disso, visite o dentista a cada seis meses.