Remédios naturais para a hérnia de hiato - Melhor com saúde

Remédios naturais para a hérnia de hiato

Podemos evitar os sintomas da hérnia de hiato com alimentos ricos em flavonoides e reduzindo o consumo de alimentos acidificantes, como o sal, as frituras ou os lácteos.

Na hérnia de hiato uma porção do estômago é projetada até a área do peito ou do diafragma. Isso pode produzir, ainda, refluxo gástrico.

Mudando alguns costumes, podemos notar uma grande melhora. É importante tratar a hérnia hiatal para que não se agrave no futuro, causando problemas de saúde mais graves.

A hérnia de hiato e a acidez

A hérnia de hiato pode estar associada a um excesso de acidez gástrica. Podemos combatê-la evitando alimentos acidificantes (como o sal, os açúcares, as frituras, a proteína animal, os alimentos lácteos) e, em troca, consumir habitualmente alimentos alcalinos ricos em flavonoides, como por exemplo:

hortaliças

Para adoçar, podemos substituir os açúcares por estévia ou calda de agave.

Também devemos evitar o uso contínuo de antiácidos farmacêuticos, que nos aliviam momentaneamente, mas no decorrer do tempo danificam nosso sistema digestivo.

Além disso, esse tipo de medicamento contém sódio, alumínio, cálcio e magnésio em altas quantidades e isso pode alterar nosso próprio equilíbrio. Podemos optar por argila de uso oral ou por alguma mistura de sais dietéticos (por exemplo, com citrato de magnésio).

Um organismo acidificado é o terreno ideal para todo tipo de patógenos, por isso, a hérnia de hiato e a acidez são na realidade sinais e servem para nos alertar.

Águas termais bicarbonatadas

Uma maneira muito prazerosa de acabar com a acidez de nosso organismo consiste em beber água bicarbonatada e tomar banhos em águas termais bicarbonatadas. Quanto aos banhos, uma boa opção é procurar por um Spa, que geralmente oferece esse tipo de serviço, por isso devemos averiguar quais disponibilizam banhos em águas bicarbonatadas. A água do mar também é alcalina.

 

Regeneração da mucosa digestiva

Pessoas com hérnia de hiato podem sofrer com irritação de toda a mucosa digestiva devido aos contínuos refluxos ácidos. Se esse é o caso, podemos tomar diariamente silício orgânico líquido que, além disso, melhorará muito o estado da nossa pele, cabelo e unhas.

Os seguintes alimentos e suplementos também são regeneradores da mucosa:

  • A vitamina C;
  • O suco de cenoura;
  • A aloe vera;
  • As sementes de linho colocadas de molho em água;
  • A tanchagem;
  • O malvavisco.

suco-de-beterraba

 

A digestão começa na boca

Uma alimentação saudável é tão importante como assimilar corretamente os nutrientes, mas, pra isso, é fundamental que mastiguemos bem os alimentos.

Deveremos engolir somente quando estejam totalmente triturados e misturados com saliva, que contém as enzimas digestivas, para que depois o estômago não tenha que fazer um esforço maior.

A pessoas que sofrem de hérnia de hiato normalmente mastigam pouco e, nesses casos, o estômago rejeita alimentos por meio do refluxo gástrico.

Como disse Gandhi, deveríamos comer como se bebêssemos e beber como se comêssemos, já que ele recomendava mastigar até os líquidos.

Para fazê-la corretamente, podemos tentar comer conscientemente, evitando muitos estímulos (conversações importantes, televisão, etc.)

Um remédio antigo 

Antigamente, recomendava-se realizar uma novena (nove dias), tomando o preparado de suco de um quarto de batata grande, crua, bem lavada (aproximadamente um quarto ou um terço do copo) e descascada, misturada com duas colheradas de sopa de azeite de oliva extra virgem.

Esse preparado anti-inflamatório e alcalino é muito efetivo e podemos notar uma melhora em só nove dias.

A dieta das três hortaliças

Outro remédio baseado na alimentação para nos aliviar em momentos de crises consiste em consumir, durante três dias, unicamente três hortaliças, batata, couve e cenoura. Também podemos consumir maçãs dessas maneiras: fervidas, assadas, cruas ou liquidificadas.

Outras dicas

Algumas dessas dicas aliviarão o incômodo causado pela hérnia de hiato:

  • Evite o cigarro, já que contribui com a irritação do esôfago;
  • Evite medicamentos como a aspirina, pois alteram o pH do organismo;
  • Os medicamentos com hormônios de estrógeno ou progesterona podem debilitar os músculos do hiato e produzir acidez;
  • É melhor não esforçar o estômago e fazer comidas mais repetitivas e de pouca quantidade;
  • Evite alimentos e bebidas muito frios ou quentes;
  • Não é conveniente beber água durante a refeição. O faça preferivelmente até uma hora antes ou depois da digestão;
  • Nas refeições, coma primeiro os alimentos crus e naturais e depois os cozidos;
  • Durma com a parte de cima do corpo levemente elevada.